zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Eleições 2008 - 30/12/2008 - 07h40

Prefeitos eleitos de duas cidades goianas tomarão posse com base em liminares do TSE




Por Marco Antonio Soalheiro, da Agência Brasil

Nos municípios goianos de Faina e Cristalina os prefeitos serão empossados no dia 1º de janeiro amparados por decisões liminares do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os dois casos são os únicos no país, já que os demais pedidos de liminares relacionados à posse de prefeitos encaminhados ao TSE, desde o último dia 18 de dezembro, foram negados.

Em Faina, o segundo candidato mais votado nas eleições de 2008, Paulo Nascimento de Souza, conhecido como Paulinho do Lino, é quem tomará posse. O ministro do TSE Henrique Neves concedeu a ele liminar suspendendo a decisão que permitia a posse do candidato mais votado no município, Caio Vellas.

O ministro aplicou o entendimento de que, como os votos atribuídos ao candidato sem registro não ultrapassam 50% dos votos válidos, a Junta Eleitoral  deveria proclamar o resultado do pleito declarando eleito aquele que, dentro os restantes, tenha obtido o maior número de votos. Mas a decisão ainda poderá ser revista pelos demais ministros da Corte em julgamento posterior.

 

Henrique Neves também concedeu liminar para garantir a diplomação e posse de Luiz Carlos Attié (DEM) no cargo de prefeito de Cristalina (GO). Ele obteve 52,91% dos votos válidos nas eleições deste ano, mas teve sua diplomação suspensa pelo juiz eleitoral, por conta de um processo que investiga suposta compra de votos na campanha. O ministro considerou que o magistrado não observou o devido processo legal e o direito ao contraditório.

 

Entre os demais pedidos de liminares relacionados à posse de prefeitos negados pelo TSE, seis eram de candidatos que receberam a maior votação nas urnas,  mas não poderão iniciar 2009 como prefeitos. São os casos dos municípios de Carmo do Rio Claro (MG), Santarém (PA), Cáceres (MT), Guapimirim (RJ), Igaraçu do Tietê e Avaré (SP). Nos municípios goianos de Faina e Cristalina os prefeitos serão empossados no dia 1º de janeiro amparados por decisões liminares do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os dois casos são os únicos no país, já que os demais pedidos de liminares relacionados à posse de prefeitos encaminhados ao TSE, desde o último dia 18 de dezembro, foram negados.

Em Faina, o segundo candidato mais votado nas eleições de 2008, Paulo Nascimento de Souza, conhecido como Paulinho do Lino, é quem tomará posse. O ministro do TSE Henrique Neves concedeu a ele liminar suspendendo a decisão que permitia a posse do candidato mais votado no município, Caio Vellas.

O ministro aplicou o entendimento de que, como os votos atribuídos ao candidato sem registro não ultrapassam 50% dos votos válidos, a Junta Eleitoral  deveria proclamar o resultado do pleito declarando eleito aquele que, dentro os restantes, tenha obtido o maior número de votos. Mas a decisão ainda poderá ser revista pelos demais ministros da Corte em julgamento posterior.

 

Henrique Neves também concedeu liminar para garantir a diplomação e posse de Luiz Carlos Attié (DEM) no cargo de prefeito de Cristalina (GO). Ele obteve 52,91% dos votos válidos nas eleições deste ano, mas teve sua diplomação suspensa pelo juiz eleitoral, por conta de um processo que investiga suposta compra de votos na campanha. O ministro considerou que o magistrado não observou o devido processo legal e o direito ao contraditório.

 

Entre os demais pedidos de liminares relacionados à posse de prefeitos negados pelo TSE, seis eram de candidatos que receberam a maior votação nas urnas,  mas não poderão iniciar 2009 como prefeitos. São os casos dos municípios de Carmo do Rio Claro (MG), Santarém (PA), Cáceres (MT), Guapimirim (RJ), Igaraçu do Tietê e Avaré (SP).

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
ana beatriz, em 24/03/2009 - 12h09

a situação em carmo do rio claro esta critica... elegemos Maria Aparecida Vilela para ser a prefeita... mas o que vemos hoje é o 2 colocado comandar nosa Carmo do rio claro... Nossa cidade esta de luto!!! espero que essa semana, graças a decisão do tse ela posa sorrir..

 
Últimas notícias do canal
05/03/2009 - 09h30
Presidente do TRE acompanha sorteio do horário eleitoral em corguinho (MS)
02/03/2009 - 07h22
Mulher de prefeito cassado é eleita em Patu, no Rio Grande do Norte
02/03/2009 - 07h15
Municípios maranhenses começam apuração para saber quem será novos prefeitos e vice
27/02/2009 - 07h50
Tropas federais vão garantir eleições em duas cidades maranhenses
24/02/2009 - 07h28
Eleição de Dalton é compromisso do PMDB, declara Moka
 
Últimas notícias do site
23/10/2017 - 09h54
Prefeito de Corumbá representa o Brasil em seminário internacional do FONPLATA sobre hidrovia
23/10/2017 - 08h55
Semana em MS começa com 169 vagas em concursos públicos
23/10/2017 - 07h41
PMA e parceiros realizam Educação Ambiental para alunos em escolas ribeirinhas e indígenas
23/10/2017 - 07h40
Em oito dias, Mato Grosso do Sul registra queda de 55 mil raios
23/10/2017 - 07h02
Medidas anunciadas por Temer farão ressurgir o rio Taquari, diz Ruiter
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.