zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
O Estado do Pantanal - 07/08/2014 - 06h15

Corumbá lidera ranking estadual com 346 focos de queimadas




Por Viviane Oliveira do Campo Grande News / Redação Pantanal News

 Com o tempo seco e quente, os moradores de Corumbá, distante 419 quilômetros de Campo Grande, têm sofrido com os constantes incêndios na cidade. De janeiro até agora, foram identificados pelos satélites referência do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), 346 focos de queimadas no município.

A Cidade Branca lidera o ranking no Estado e, em segundo lugar vem Aquidauana com 49 e em terceiro, Selvíria com 44 focos. Já Campo Grande aparece na lista na 12ª posição com 17 focos. Os números do INPE mostram que em janeiro deste ano, o maior município pantaneiro contabilizou 96 registros de incêndios florestais.

Em contrapartida, o número de ocorrências recebida pelo Corpo de Bombeiro é baixo. De acordo com a corporação, até agora foram nove ocorrências de incêndios, todas em terrenos baldios. A assessoria de imprensa do órgão diz que os números estão baixos porque os militares contam ainda com o apoio do Prev-fogo do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).

O coordenador estadual do Prev-Fogo, Alexandre Pereira, explica que o instituto contabilizou um número maior do que o registrado pelo Corpo de Bombeiros, porque o INPE detecta focos de calor através de sensores instalados que ficam orbitando pela terra. “Na maioria das vezes, um incêndio grande, gera mais de um foco de calor. Há, também, incêndio em vegetação, que acaba não sendo registrado", diz.

De acordo com Alexandre, a maioria dos municípios do Estado ainda não sofreu com a seca devido o pico da cheia do rio Paraguai, mas a previsão é de que as queimadas se intensifiquem neste mês. Para combater os incêndios, cinco brigadas foram treinadas para atender algumas regiões do interior como Porto Murtinho, Corumbá, Miranda, Aquidauana e Jateí. A maioria delas fica em áreas indígenas.

Ano passado, Corumbá teve 1.717 focos de queimadas contabilizados pelo INPE, quase a metade dos 3.565 registros de incêndios florestais em Mato Grosso do Sul. Em 2012, a cidade foi a que mais registrou focos de queimadas no Brasil. Foram 6.178 focos, mais de 80% dos 7.546 focos de incêndios florestais contabilizados no Estado durante todo aquele ano.

O Corpo de Bombeiro informou ainda que, ainda não foi montado nenhuma guarnição extra para atender incêndio, pois os números ainda são baixos. No entanto, caso a demanda de combate a incêndios florestais e em terrenos baldios aumente significativamente, o comando vai criar um guarnição extra para atender somente ocorrências relacionadas a queimadas. (Com informações do site Diário Online)

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
14/07/2017 - 11h20
Bacia do Rio Paraná em MS também tem o seu "Pantanal"
04/07/2017 - 10h35
Mato Grosso lidera ranking de queimadas
20/06/2017 - 08h03
Queimadas no Pantanal são naturais mas consumiram 63 km² em 2016
05/06/2017 - 08h00
Onça-pintada é tema de exposição interativa no Pantanal
29/05/2017 - 13h12
Cheia no Pantanal deverá atingir cerca de quatro metros e meio na metade do ano
 
Últimas notícias do site
27/07/2017 - 12h14
PMA recolhe filhote de Jaguatirica apreendido com indígena
27/07/2017 - 08h28
PMA prende e autua assentado por exploração e furto de madeira de lei
27/07/2017 - 07h16
Rádios do MT e MS assinam contrato para funcionar em FM
27/07/2017 - 07h00
Em Campo Grande, ministro autoriza migração de 36 emissoras AM para FM
27/07/2017 - 06h15
Vídeo: Ministro assina documento que autoriza migração de rádios AM para FM em MS
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.