zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Brasil - 03/07/2014 - 12h25

Pronatec Brasil Sem Miséria: oferta de cursos noturnos amplia participação de pessoas mais pobres

Quase metade das matrículas em 2014 foi no turno da noite. Estratégia garante mais oportunidades para a população de baixa renda conquistar qualificação profissional e melhorar de emprego e ampliar renda




Por Assessoria / Redação Pantanal News

Criado para incluir produtivamente a população de baixa renda, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) do Plano Brasil Sem Miséria tem se adequado cada vez mais à necessidade do público e garantido mais oportunidades de qualificação profissional. Neste ano, 49% do total de matrículas foram realizadas para o período noturno. Em 2012, esse percentual foi de 35%. 

Para o diretor de Inclusão Produtiva Urbana do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Luiz Müller, o processo de mudança na oferta dos cursos para a noite colabora para derrubar o mito de que os beneficiários do Programa Bolsa Família, maior público que acessa o programa de qualificação, são desestimulados a trabalhar. “Este é um público que trabalha. E trabalha muito durante o dia, mesmo que, muitas vezes, de maneira informal. Muitos só têm o horário noturno para se qualificar.” 

Santa Catarina é o e stado que mais oferta cursos durante o período noturno (71%). Em seguida, estão Espírito Santo (63%), Minas Gerais (62%), Goiás (59%) e Rio de Janeiro (56%). As qualificações mais procuradas para este horário são para auxiliar administrativo, operador de computador, auxiliar de recursos humanos, eletricista e cuidador de idosos. 

Acesso – O Pronatec Brasil Sem Miséria integra uma série de políticas públicas do governo federal para promover o acesso das pessoas mais pobres à qualificação profissional e ao mundo do trabalho. Em todo o Brasil, já foram mais de 1,2 milhão de matrículas voltadas para o público do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, sendo que as mulheres correspondem a 68% dos inscritos. 

Os estados com maior número de matrículas são: Rio Grande do Sul (135,5 mil), Minas Gerais (120,1 mil) e Bahia (88,6 mil). Pagos pelo governo federal, os cerca de 600 cursos oferecidos são ministrados por estabelecimentos de qualidade reconheci da pelo mercado, como os institutos federais e as instituições do Sistema S (Senai, Senac, Senat e Senar). 

Incentivo – Kênia de Oliveira, de 44 anos, moradora de Uberlândia (MG), é mãe de quatro filhos e beneficiária do programa Bolsa Família. Ela trabalha como auxiliar de serviços gerais, mas fez o curso de manicure no final do ano passado pelo Pronatec Brasil Sem Miséria. Agora, nas horas vagas, complementa a renda com o dinheiro que ganha atendendo as clientes em domicílio. “Durante o curso, eles nos incentivaram a abrir o próprio negócio, correr atrás das oportunidades”, disse. 

Ela deseja começar em breve o curso de cabeleireira e conta que os filhos estão no mesmo caminho. “Um dos meus filhos terminou o curso de padeiro. Minha filha fez para atendente de farmácia.” Segundo Kênia, os outros filhos querem fazer os cursos de transporte de cargas perigosas e o de técnico em segurança do trabalho. Além deles, uma prima e uma irmã dela também foram atrás da qualificação profissional. “O Pronatec foi excelente para a minha família. Melhorou a renda da família e tirou os jovens da rua”, afirma. 

Oportunidade – No Pronatec, os cursos são gratuitos e voltados para o público de baixa renda. Isso tem proporcionado mão de obra qualificada aos empregadores, já que os tipos de cursos oferecidos levam em conta as oportunidades abertas em cada região. Quem participa recebe gratuitamente material escolar, transporte e lanche. 

Para participar do Pronatec Brasil Sem Miséria, é preciso ter no mínimo 16 anos e estar cadastrado ou em processo de inclusão no Cadastro. As matrículas devem ser feitas nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras). 

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
18/10/2017 - 15h40
Casa pega fogo em Marília e bombeiros salvam casal de cães e oito filhotes
11/10/2017 - 08h00
Horário de verão 2017 começa neste domingo; moradores de 10 estados e DF devem adiantar relógio em 1 hora
14/09/2017 - 10h20
'Geladeira solidária' disponibiliza alimentos de graça em São Carlos, SP
04/08/2017 - 08h50
Luiz Melodia morre aos 66 anos, em decorrência de câncer de medula
24/04/2017 - 10h39
Corpo do cantor Jerry Adriani é velado no Rio
 
Últimas notícias do site
20/10/2017 - 15h38
Asfalto entre Piraputanga e Camisão vai impulsioncar ecoturismo na região
20/10/2017 - 15h06
Alerta prevê tempestades em 43 municípios de Mato Grosso do Sul
20/10/2017 - 14h13
PMA autua proprietária rural por exploração ilegal de madeira
20/10/2017 - 12h30
PMA autua jovem por manter ave silvestre em cativeiro
20/10/2017 - 11h33
Incêndio em parque estadual de MS é controlado após uma semana com ajuda de chuva, diz Imasul
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.