TRANSPARENCIA GOV DEZ
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Brasil - 10/06/2014 - 15h10

Vaca fica presa em árvore após ser levada por enxurrada no Paraná




Lindomar Pereira / Divulgação

Vaca foi encontrada pendurada a galhos de uma árvore no interior de Quedas do Iguaçu (PR) após ter sido arrastada por enxurrada
Por Terra / Redação Pantanal News

Uma vaca foi arrastada pela correnteza de um córrego e ficou pendurada em uma árvore no interior de Quedas do Iguaçu, no Paraná, no último domingo. O animal foi encontrado sem vida em Linha Estrela. 

A chuva intensa que atingiu o município no final de semana deixou pelo menos uma pessoa morta, três feridas e 30 desabrigadas. Além disso, destruiu pontes, provocou deslizamentos, alagamentos e deixou comunidades isoladas. O prefeito Edson Prado decretou estado de calamidade pública. 

De acordo com coordenador de Defesa Civil, João Moura, os maiores estragos foram registrados no interior. Na propriedade do agricultor Roberto Witichosvki, em Linha Mirim, além da chuva, um vendaval causou destruição. Outro ponto crítico registrado foi no bairro Kennedy, onde casas foram inundadas pelo córrego que passa na região.

O boletim divulgado pela Coordenação Estadual de Proteção e Defesa Civil do Paraná no início da noite de segunda-feira mostra que em todo o Estado as chuvas afetaram 106.389 pessoas, em 124 municípios. Pelo levantamento, 7.849 pessoas permanecem desalojadas (tiveram de sair de suas casas e foram para casa de parentes ou amigos). O número de desabrigados (que tiveram de sair de casa e permanecem em locais públicos) chega a 2.785 pessoas. 

O governador Beto Richa reconheceu situação de emergência em 77 cidades do Paraná. Após percorrer diversos municípios atingidos pela chuva do fim de semana, ele anunciou na noite de segunda-feira que mais 50 municípios também terão reconhecida a situação de emergência, inclusive a capital. “O decreto garante mais agilidade e elimina burocracias para que os prefeitos tenham condições de usar recursos públicos para atenuar a situação, para a recompor as cidades, recuperar acessos e socorrer as pessoas que estão em situação de dificuldades”, afirmou o governador. 

Ao longo do dia, Richa foi a Guarapuava, Pinhão, Cruz Machado, União da Vitória, Prudentópolis, Irati e Porto Amazonas. Ele também recebeu o ministro da Integração Nacional, Francisco José Teixeira, no Palácio Iguaçu, ao retornar do interior. Teixeira assegurou que o governo federal vai agilizar o reconhecimento dos decretos do Paraná para que os municípios possam acessar recursos federais e garantiu que os órgãos de infraestrutura da União serão responsáveis pela desobstrução das rodovias federais interditadas no Estado. 

A Copel e a Sanepar atuam para restabelecer a energia e a água potável. “Pela Secretaria da Saúde foi feita liberação de mais de R$ 5 milhões para que os prefeitos possam contratar mais profissionais, pagar horas extras, para que a população não fique desassistida em nenhum momento, nem de madrugada. Enviamos vacinas, remédios para gripe e inúmeros outros medicamentos para prevenir doenças comuns após enchentes”, afirmou. 

O governador disse ainda que há no Estado vários pontos de coleta de ajuda humanitária. “Quem puder, que procure os quartéis da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, as delegacias da Polícia Civil, prefeituras e outros pontos para fazer as doações. Há várias entidades contribuindo com colchões, roupas, cobertores, mantimentos e água potável para atenuar o sofrimento de milhares de paranaenses.” 

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
10/11/2017 - 08h57
Márcia Cabrita morre aos 53 anos
18/10/2017 - 15h40
Casa pega fogo em Marília e bombeiros salvam casal de cães e oito filhotes
11/10/2017 - 08h00
Horário de verão 2017 começa neste domingo; moradores de 10 estados e DF devem adiantar relógio em 1 hora
14/09/2017 - 10h20
'Geladeira solidária' disponibiliza alimentos de graça em São Carlos, SP
04/08/2017 - 08h50
Luiz Melodia morre aos 66 anos, em decorrência de câncer de medula
 
Últimas notícias do site
14/12/2017 - 06h35
Após trégua, 5ª-feira terá pancadas de chuva em várias cidades de MS
13/12/2017 - 08h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 33 milhões nesta quarta-feira
13/12/2017 - 07h58
Azambuja se reúne com empresa e dá posse ao novo secretário de Saúde
13/12/2017 - 06h54
'Dog itinerante': Este cachorrinho já visitou mais cidades que muita gente
13/12/2017 - 06h38
Dia amanhece com sol entre nuvens, mas previsão é de temperatura alta
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.