especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Trânsito - 06/12/2013 - 06h02

Publicada lei que prevê cronômetros em semáforos de Campo Grande

Equipamentos devem ser colocados em sinais que têm limite de velocidade. Bernal disse que irá avaliar se a prefeitura suportará as despesas.




Glaucea Vaccari/G1 MS

Cronômetros regressivos devem ser instalados em semáforos
Por G1 MS/Redação Pantanal News

A lei que obriga a instalação de cronômetro regressivo digital nos semáforos que têm limite de velocidade em Campo Grande foi publicada nesta quinta-feira (5) no Diário Oficial do município. O texto chegou a ser vetado pelo prefeito da cidade, Alcides Bernal, mas a Câmara Municipal derrubou a decisão dele. Na época, Bernal disse ao G1que iria analisar as regras para avaliar se o Executivo suportará as despesas que as normas provocarão.

De acordo com a publicação, a Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) tem 12 meses para fazer as adequações. O cronômetro deverá informar aos motoristas o tempo restante para a mudança tanto do sinal verde para o vermelho quanto o contrário.

Proposto pelo vereador Mário César (PMDB), o projeto foi aprovado em segunda discussão no dia 3 de outubro. O parlamentar argumentou que a medida evitaria multas.

Ao vetar o texto, Bernal alegou que as iniciativas de leis que tratam de serviços públicos devem ser de responsabilidade da prefeitura “notadamente quando há aumento de despesa pública”, citando inclusive decisões recentes do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ-MS) e do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o assunto.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
03/01/2018 - 09h44
Tráfego é totalmente interrompido na MS-386 após estragos da chuva
02/01/2018 - 13h40
No fim de ano, 2,1 mil são flagrados em alta velocidade nas estradas federais
02/01/2018 - 08h02
Chuva provoca estragos e rodovia MS-338 é parcialmente interditada
29/12/2017 - 15h30
Com viagens de fim de ano, 262 mil veículos devem passar pela BR-163
26/12/2017 - 14h31
No feriado de Natal, 1,1 mil veículos são flagrados em alta velocidade em MS
 
Últimas notícias do site
22/02/2018 - 14h02
Marinha divulga edital do concurso para Fuzileiro Naval
22/02/2018 - 10h15
De cão a periquito: animais salvos da cheia dão cara de lar a abrigo
22/02/2018 - 08h50
Prefeitura de Aquidauana arrecada doações para ajudar atingidos por cheia
22/02/2018 - 08h27
Sem chuva, rio baixa 3 metros e tráfego começa a ser liberado em pontes
22/02/2018 - 06h51
Reinaldo se reúne com prefeitos de cidades afetadas por chuvas e cheias
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.