zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Aldeias do Pantanal - 25/11/2013 - 13h01

Índios Terena completam mais uma etapa de produção de livro

Obra em língua nativa está sendo escrita sob a coordenação do Programa de Educação Ambiental




Por Assessoria/Redação Pantanal News

Professores da aldeia Lagoinha, localizada no distrito de Taunay, a 50 Km da sede do município de Aquidauna, participaram de mais uma etapa da elaboração do livro que trará aspectos ambientais pela ótica da cultura Terena e que está sendo escrito em língua nativa. Junto com a professora doutora Christiane Gioppo, da Universidade Federal do Paraná (UFPR), os professores fizeram uma nova revisão da obra que vai contar com 22 lições, entre textos e atividades.O encontro ocorreu nesta quinta-feira (21) na Escola Municipal Marcolino Lili.

O livro "Lições Ambientais dos Terenas" ensinará as crianças indígenas por meio de poemas, trava-línguas, lendas, mitos e histórias reais. Segundo a professora Christiane, além do livro que será distribuído aos estudantes os professores estão elaborando também sequencias didáticas para desdobrar as atividades, interelacionando as diversas áreas de conhecimento e que serão usadas em sala de aula. "O trabalho não acaba com a publicação da obra. Ela se tornará material de apoio ao ensino, com ele as crianças aprenderão mais do que lendas. Os estudantes poderão relacionar as histórias com conhecimento da matemática, das artes plásticas, teatro, geografia e, principalmente, relacionar com aspectos do cotidiano deles", explica.

Nos encontros para revisão do material, sob a coordenação da professora Christiane, os professores aperfeiçoam a escrita Terena e também elaboram as sequências didáticas. Ontem o grupo desenvolveu dois materiais, um para a lenda da Sereia e outro para O Mito do Arco-íris. Segundo Crhistiane, nessas atividades a história será trabalhada sob diversos aspectos, inclusive o científico, já que é possível discutir como o arco-íris é formado por micro gotícula de água que estão na atmosfera e que atuam como um verdadeiro prisma, quebrando a luz branca." Outras abordagens incluem um experimento usando o disco de Newton, um prisma e a luz do projetor, uma discussão sobre cores, numerais e gráficos de preferências da turma sobre as cores, apenas para listar algumas sugestões, afinal temos foco no científico e na criatividade", afirma a professora.

Os professores estão animados com a elaboração do material. Para Rosemeire Moreira, que leciona na Aldeia Lagoinha, o livro e as atividades propostas em grupo irão tornar as aulas mais atrativas para as crianças. " É interessante misturar lendas com o dia a dia das crianças. Elas vão aprender sobre a cultura Terena e história, por exemplo, já que terão que pesquisar na aldeia, conversar com os mais velhos", diz.

A produção do livro faz parte do Programa de Educação Ambiental (PEA) do projeto " BR-262 - Faço parte desse caminho" que é desenvolvido pelo Instituto Tecnológico de Transportes e Infraestrutura (ITTI) da UFPR. O objetivo da publicação é contribuir com a disseminação da língua mãe entra aproximadamente 2.000 crianças Terena matriculadas nas séries iniciais de 15 aldeias dos municípios de Anastácio, Miranda e Aquidauna.

BR-262 – Faço Parte deste Caminho

O Projeto de Gestão Ambiental das Obras de revitalização na rodovia BR-262/MS, entre Anastácio e Corumbá, é realizado pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) por meio do Instituto Tecnológico de Transportes e Infraestrutura (UFPR/ITTI). A parceria é realizada através de cooperação com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), com o objetivo de cumprir as condicionantes para a emissão e/ou manutenção das licenças requeridas por órgãos ambientais.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
05/05/2017 - 16h18
Campanha de vacinação dos povos indígenas 2017 começa nesta sábado
23/03/2017 - 10h58
Mato Grosso do Sul: Indígenas recebem cestas de alimentos da Conab
09/02/2017 - 10h14
Presidente nacional da Funai visita Dourados e áreas de conflito em MS
23/01/2017 - 07h27
Mitologia dos índios Guaranis vai representar o Brasil no Festival de Berlim
03/01/2017 - 10h01
Indígenas de Mato Grosso do Sul recebem cestas de alimentos
 
Últimas notícias do site
23/10/2017 - 09h54
Prefeito de Corumbá representa o Brasil em seminário internacional do FONPLATA sobre hidrovia
23/10/2017 - 08h55
Semana em MS começa com 169 vagas em concursos públicos
23/10/2017 - 07h41
PMA e parceiros realizam Educação Ambiental para alunos em escolas ribeirinhas e indígenas
23/10/2017 - 07h40
Em oito dias, Mato Grosso do Sul registra queda de 55 mil raios
23/10/2017 - 07h02
Medidas anunciadas por Temer farão ressurgir o rio Taquari, diz Ruiter
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.