BANNER GOV EDUCAÇÃO JAN
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Esportes - 30/09/2013 - 09h55

Dirigente corintiano garante apoio à Tite e admite que




Por Jovem Pan/Redação Pantanal News

Foto:Fotoarena/Folhapress

Time não vence há oito jogos na temporada e foi goleado pela Portuguesa por 4x0

A goleada sofrida para a Portuguesa por 4x0 ainda deve repercutir muito no Corinthians. Após a partida, Edu Gaspar, gerente de futebol do clube, garantiu que acredita no trabalho do técnico Tite, que o clube precisa dele e que, se for necessário, elenco e diretoria iram reanimar o treinador. Além disso, o dirigente admitiu que já passou da hora de encerrar a série negativa do clube, que não vence há oito jogos na temporada. Gaspar também viu uma "postura diferente" dos atletas após o vexame ocorrido em Campo Grande.

Questionado se o treinador não estaria desanimado e sem nada a oferecer ao elenco, Gaspar negou com firmeza. "Eu vi, por várias vezes, atletas que não estavam bem emocionalmente serem puxados pelo professor Tite e voltarem a se sentir importantes. Se ele não estiver bem emocionalmente, por que não também os atletas e a diretoria darem um incentivo para ele? Isso também é importante e faz parte de um grupo de profissionais que confia em outro. É o momento de nós resgatarmos ele porque nós precisamos dele. Não é possível que um treinador que foi cotado como um dos melhores do mundo esteja em dúvida agora. Eu não tenho dúvidas quanto ao trabalho do Tite", garantiu.

O dirigente relevou uma conversa entre ele e os atletas no vestiário. Gaspar relevou que Tite ficou meio alheio ao debate. "O Tite conversou com jogadores e eu também. Foi um papo de pessoas que querem mudar o que está acontecendo. Preferimos deixar o Tite um pouco à parte em alguns momentos nos que os atletas estavam falando. Não chega a ser uma reunião, mas mostramos nosso sentimentos. Isso é importante, assumir responsabilidade e ser auto crítico. Precisamos buscar melhorias porque já passou do tempo, admitiu".

 

Para o gerente, o mais importante é que os jogadores acreditam que podem mudar a situação e reverter a crise no clube. Gaspar elogiou a atitude dos atletas que foram concedor entrevista após a derrota. "Eles sabem que podem mudar. Acho que a atitude que os atletas tiveram, que não foi imposição minha, nem do Tite, nem do presidente Mário Gobbi. Eles se colocaram à disposição de virem aqui e assumir isso daí. Isso é muito bacana e mostra o comprometimento nosso para mudar isso", elogiou.

 

Com oito jogos sem vencer na temporada e sete no Brasileirão, Gaspar afirmou que todos dentro do clube sabem que a série não é compatível com os objetivos do Corinthians na temporada. "Esses resultados não são normais para o Corinthians. Nós assumimos isso, cada um tem que assumir a responsabilidade e mudar isso o quanto antes. Essa sensação é de todos aqui dentro. Passou da hora e agora, com essa postura dos atletas, espero que a gente possa ter um melhor desempenho em todos os setores no próximo jogo", projetou o ex-jogador.

 

Por fim, Gaspar negou qualquer tipo de problema interno, mas afirmou que acontecerão conversas para reverter a crise. Segundo ele, se o grupo ficou unido na fase vitoriosa, não é agora que irá se dividir. "Internamente a gente não tem nenhum tipo de problema. Temos um ambiente maravilhoso. Mas precisamos conversar e se cobrar um pouquinho mais. Com o nível de profissionais que nós temos, isso não é o que nós queremos. Não adianta achar culpados. É um todo, é um grupo de trabalho. Quando ganhamos, todos saíram abraços. Em um momento como esse, precisamos sair abraçados de novo", concluiu.

 

O Corinthians volta a campo nesta quarta-feira (02) para enfrentar o Bahia em Mogi Morim. O time tenta voltar a vencer e sair da incômoda 13ª colocação, com apenas seis pontos a mais que o Criciúma, primeiro time fora da zona do rebaixamento.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
04/01/2018 - 10h28
Corumbaense estreia na Copa São Paulo e desafio é diante do Corinthians
04/01/2018 - 07h07
Comercial empata com Coritiba e Corumbaense pega o Corinthians
02/01/2018 - 09h14
Com dois times de MS, Copa São Paulo abre temporada do futebol brasileiro
27/12/2017 - 12h40
Convênio termina e Prefeitura devolve administração do Arthur Marinho para LEC
01/12/2017 - 13h40
Em grupo com Suíça, Costa Rica e Sérvia, Brasil pode pegar Alemanha nas oitavas
 
Últimas notícias do site
23/01/2018 - 10h20
Unidades de conservação podem ser administradas por parcerias público-privadas
22/01/2018 - 13h13
PMA multa fazendeiro em R$ 16,8 mil por desmatamentos durante a operação Cervo-do-Pantanal
22/01/2018 - 10h32
Em feira de adoção, 61 cães e 37 gastos ganham família e novo lar
22/01/2018 - 10h12
Corumbá já tem Corte de Momo para comandar Carnaval 2018
22/01/2018 - 09h35
Esta receita de arroz carreteiro é cremosa e vai fazer sucesso no seu churrasco
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.