zap
ANIVERSÁRIO CORUMBÁ 2017
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Artigos - 09/07/2013 - 21h15

Nossa Santa Casa!




Por Viviane Orro (*)

 

Não é novidade para ninguém ... Até o mais desinformado cidadão brasileiro sabe que a saúde publica em nosso país deixa muito a desejar!
Mas, não podemos, de forma alguma, generalizar a ineficiência do complexo sistema de saúde pública existente!


Eu mesma, já tive a oportunidade de ver e ter a melhor e mais atual medicina no meu tempo de formação (Einstein, Beneficência Portuguesa e USP) e o oposto no interior deste país! 
Já fui gestora pública e médica assistente, vivenciei todos os tipos de problemas do SUS!


Hoje, trabalho diariamente no maior e mais completo Hospital do MS, a Santa Casa! É aqui que chegam os doentes graves, oriundos de todo o Estado, e chegam aqui muitas vezes à beira do leito da morte, encaminhados com ou sem vaga, em qualquer hora do dia ou da noite e, são internados, tratados e cuidados com uma equipe multi-disciplinar dinâmica, treinada, eficiente, humanizada e comprometida com o usuário!
Esta Santa Casa, com certeza tem inúmeros problemas a serem sanados e resolvidos, mas também é ela que nos acolhe qdo mais precisamos e que nos oferece a melhor medicina do nosso estado seja a quem for (preto, branco, rico, pobre, usuário do SUS ou de Convênio)....é um tipo de hospital-mãe, aqueles que estão sempre acolhendo e cuidando qdo ninguém mais dá conta do recado!


Estão brincando com a saúde publica de forma irresponsável, quando fazem ameaças de corte ou não repasse financeiro para uma unidade hospitalar como essa!
Não conheço e nem ouvi falar de um único hospital neste país que não tem um déficit financeiro mensal significativo, compatível com seu nível de atendimento. Agora, aproveitar a situação para fazer fatos midiáticos, ou usar disto para lucros políticos ... Façam-me o favor, né?
Coisa de quem não entende nada  de saúde  pública e não tem compromisso com a saúde da população!


Uma entidade com mais de 2.300 funcionários, que tem mais de 2.500 internações por mês, que ultrapassa 2500 cirurgias por mês,  que é referência em  neurocirurgia, cirurgia do trauma, cirurgia cardíaca, UTI adulto e neonatal,  ortopedia e transplante de órgãos, não merece ser tratada desta forma e com tanta falta de respeito!
Sou funcionaria daqui, trabalho muito, e sou testemunha viva que existem inúmeros colegas, enfermeiros, fisioterapeutas, técnicos, psicólogos, fonoaudiólogos, pediatras, intensivistas, cirurgiões, ortopedistas, neurologistas, neonatologistas, administrativos, serviços gerais, limpeza, cozinha, entre tantos outros profissionais que fazem deste hospital um gigante no quesito  cuidados de saude hospitalar!


Como ex-gestora de saúde, sou totalmente a favor de auditoria, fiscalização e rigor no setor administrativo-financeiro, mas nada disso está acima da garantia à assistência ... Está na Constituição Federal: "direito de todos e dever do Estado"!
Então, é simples: 
O gestor audita, fiscaliza e repassa os recursos a fim de garantir o acesso à saúde; e o prestador trabalha com seriedade e otimiza o serviço para tentar minimizar o sofrimento do doente!


A solução para garantir acesso à saude e atendimento adequado sem déficit financeiro, é muito complexa e envolve muita boa vontade dos governos federal e estadual para garantir a alocação de  recursos através do reajuste da tabela SUS e cumprimento da EC 29 da Saúde.  
Os problemas são inúmeros, a dificuldade é grande, o custo da vida (tratamento hospitalar) é ilimitado, e os recursos são reduzidos! 


Então, que tal ? Antes dos governos (federal, estadual ou municipal) cortarem repasses ...
Vamos cumprir a EC 29?
Vamos garantir o acesso a saúde em alguma outra unidade de atendimento hospitalar?
Vamos reajustar a Tabela SUS?
Vamos cumprir a Constituição Federal? 
Vamos????!!!!!

(*) É médica nefrologista

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
04/09/2017 - 09h11
3ª Etapa da Expedição Centenária Roosevelt-Rondon (Parte III)
04/09/2017 - 09h06
3ª Etapa da Expedição Centenária Roosevelt-Rondon (Parte II)
04/09/2017 - 09h01
3ª Etapa da Expedição Centenária Roosevelt-Rondon (Parte I)
28/07/2017 - 16h47
Chapéu Bandeirante
24/07/2017 - 09h01
Atentado à Vida de Plácido de Castro
 
Últimas notícias do site
20/09/2017 - 17h12
Vídeo: Ministro oficializa migração de 23 rádios da frequência AM para FM
20/09/2017 - 17h00
Vídeo: Ministro assina documento que autoriza migração de rádios AM para FM em MS
20/09/2017 - 16h40
Blairo Maggi vem a MS para inaugurar frigorífico de jacarés em Corumbá
20/09/2017 - 16h10
Greve nos Correios inicia com paralisação em 25 municípios de MS
20/09/2017 - 16h01
Com clássicos da MPB, Padre Fabio de Melo faz show acústico em MS
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.