especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Eventos - 04/12/2012 - 09h53

Setor produtivo lança Plano de Desenvolvimento Regional na abertura da ExpoCidades




Por Daniel Pedra - Chefe de Redação do Núcleo de Comunicação do Sistema Fiems

Após abertura, o jornalista Heraldo Pereira comandou talk show com os presidentes da Fiems, Famasul, Fecomércio e Assomasul e com o superintendente do Sebrae

Durante a ExpoCidades – Congresso para o Desenvolvimento dos Municípios, que começou hoje (03/12) e termina amanhã (04/12), sempre das 8 às 18 horas, no Centro de Convenções e Exposições Albano Franco, em Campo Grande (MS), o setor produtivo, representado pela Fiems, Famasul, Fecomércio-MS e Sebrae/MS, lançou o PDR (Plano de Desenvolvimento Regional) para organizar e fortalecer as lideranças empresariais do Estado, atraindo novos empreendimentos e definindo vocações competitivas de cada município em 6 regiões de Mato Grosso do Sul: Central, Norte, Sul, Grande Dourados, Norte, Oeste e Leste.

Ainda no evento, que teve a participação de 45 prefeitos eleitos e reeleitos, além do governador André Puccinelli e dos senadores Waldemir Moka e Delcídio do Amaral, também foi apresentado o IECM/MS (Índice Empresarial de Competitividade Municipal), elaborado pela Fiems para monitorar periodicamente as potencialidades de desenvolvimento socioeconômico das seis regiões abrangidas pelo PDR.

Segundo o presidente da Fiems, Sérgio Longen, o objetivo é oferecer à sociedade sul-mato-grossense um plano de desenvolvimento a partir da visão da comunidade empresarial. “Nossa intenção é sensibilizar e mobilizar os empresários dos setores agropecuário, industrial e comercial em torno da elaboração do plano de desenvolvimento do ambiente de negócios e competitividade. Por meio desse Plano, esperamos fomentar a gestão pública com a inserção das boas práticas de excelência, eliminando a burocracia e reivindicando que todas as prefeituras do Estado passem a funcionar nos dois períodos”, reivindicou.

Incentivos fiscais

Ao elogiar a iniciativa do setor produtivo de Mato Grosso do Sul de realizar um evento como a ExpoCidades e ainda lançar um Plano de Desenvolvimento Regional, o governador André Puccinelli destacou que o Governo do Estado procura estar sempre ao lado de quem empreende. “Esse ação da Fiems, Famasul, Fecomércio e Sebrae vai contribuir para que os novos gestores públicos possam melhorar suas respectivas administrações. Hoje, a população exige melhores gestores e por isso também estamos dispostos a estar ao lado dos novos prefeitos disponibilizando simpósios com os nossos secretários estaduais para que contribuam na melhoria das suas futuras gestões”, declarou.

Ele também lembrou que os municípios, muitas vezes, têm dificuldades com a falta recursos humanos e financeiros e não conseguem atender à demanda da população. “Por isso, a ExpoCidades é uma oportunidade para os gestores municipais se planejarem para os próximos quatro anos”, afirmou o governador, anunciando que, após estudos, os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado serão postergados por mais 15 anos para que todas as regiões de Mato Grosso do Sul recebem mais investimentos. “Os estudos já estão sendo feitos para viabilizar a manutenção dos incentivos fiscais em Mato Grosso do Sul, garantindo maior tranquilidade aos empresários no Estado”, concluiu.

Boa hora

Para o presidente da Assomasul, Jocelito Krug, a ExpoCidades não poderia ser realizada em um momento mais oportuno. “A transição de mandato entre os prefeitos que estão saindo e os que estão chegando tem inúmeras dificuldades que devem ser esclarecidas, em grande parte, durante o evento. Com o lançamento do PDR, acredito que o setor produtivo, capitaneado pela Fiems, deve contribuir com o pleno desenvolvimento dos municípios do Estado”, destacou, cobrando uma redistribuição de recursos mais igualitária.

Já o procurador de Justiça Mauri Valentim Ricciotti, do MPE (Ministério Público Estadual), reforçou que, às vezes, os promotores de Justiça são incompreendidos, mas a atuação deles não é de antagonismo com as prefeituras municipais. “Dos 5 mil inquéritos cíveis abertos de 2000 até este ano, a maioria não acabou em uma ação. Nós sabemos das dificuldades dos municípios, mas não podemos deixar de atuar e, por isso, as gestões públicas precisam ser transparentes, pois, quando isso não ocorre,  temos de instaurar inquéritos cíveis. No entanto, estamos sempre trabalhando junto com os prefeitos para que continuem trabalhando dentro da lei”, disse.

Os senadores Delcídio do Amaral e Waldemir Moka também destacaram a importância da gestão. “Uma gestão mais eficiente é cobrada pela população e por isso temos de avançar nesse ponto. O papel dos prefeitos é alavancar os investimentos, mas isso não se consegue a consolidação de uma gestão eficiente”, disse Delcídio do Amaral. “A ExpoCidades é a oportunidade para que os novos prefeitos enxerguem como uma gestão eficiente traz bons resultados. O município que não tiver uma equipe capacitada está fora do mapa dos investimentos”, avaliou Waldemir Moka

Talk show
 
Logo na abertura do evento foi realizado um debate no formato de talk show, mediado pelo jornalista Heraldo Pereira, apresentador do Jornal Nacional, da Rede Globo. Os presidentes da Fiems, Sérgio Longen, da Famasul, Eduardo Riedel, e da Fecomércio-MS, Edison Araújo, e o superintendente do Sebrae/MS, Cláudio Mendonça,, além dos senadores Delcídio do Amaral e Waldemir Moka, responderam perguntas dos prefeitos eleitos e reeleitos presentes sobre as ações de integração e fortalecimento do desenvolvimento nos municípios em cada uma das áreas de atuação das entidades.

Durante o talk show, cada debatedor teve 10 minutos para abordar o tema mais relevante do respectivo setor (indústria, comércio, agropecuária e micro e pequenas empresas), enquanto o mediador Heraldo Pereira fez as perguntas para eles e abriu também para os prefeitos eleitos e reeleitos questionarem. Na avaliação do presidente da Assomasul, a iniciativa da Fiems, Famasul, Fecomércio-MS e Sebrae/MS de promover um debate entre os representantes dos principais setores da economia de Mato Grosso do Sul e os prefeitos eleitos foi de extremamente relevante. “Os novos prefeitos precisam desse tido de orientação para quando forem assumir os respectivos mandatos em 2013 terem uma noção do verdadeiro potencial econômico da cidade que vão administrar. Esse talk show contribuiu nesse sentido”, pontuou.

O superintendente do Sebrae/MS, Cláudio Mendonça, destacou que a entidade está focada no aumento do faturamento das micro e pequenas empresas e, nesse sentido, atua na construção de um ambiente para elas junto às prefeituras municipais. “A Lei Geral deve ser aplicada pelas prefeituras para que o desenvolvimento chegue mais rápidos às cidades. Hoje, o ProLocal está presente em 21 municípios, que foram mapeados para apontar os investimentos necessários e assim possibilitar a inclusão produtiva dessas localidades”, disse.

Na análise do presidente da Fecomércio-MS, Edison Araújo, a ExpoCidades possibilita a tomada em conjunto de decisões relativas ao desenvolvimento do Estado. “Iniciamos uma parceria que tem tudo para dar certo e o Sistema Fecomércio quer contribuir para aumentar a competitividade dos municípios, elevando, dessa forma, as receitas de cada cidade”, destacou. Já o presidente da Famasul, Eduardo Riedel, lembrou que nos últimos 15 anos a agropecuária propiciou o fortalecimento da economia estadual e agora o objetivo é a uniformização do desenvolvimento estadual. “Essa equação não é difícil de ser traduzida. Criar um ambiente competitivo é de fundamental importância e isso só se alcança com gestão eficiente. Temos de priorizar essa boa prática e assim gerar emprego e renda para a nossa população”, aconselhou.

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
13/06/2016 - 12h11
Quermesse e variedade gastronômica marcam último dia de festa santa
10/06/2016 - 10h30
Feriado prolongado na capital de MS tem arraiais com shows sertanejos
29/01/2016 - 07h17
Da contagem regressiva para Carnaval até "Bee Gees", fim de semana está agitado
08/01/2016 - 06h50
Cidade tem Curimba, choro, 4 esquentas de Carnaval e teatro infantil de graça
31/12/2015 - 06h21
Após cancelar Réveillon, prefeitura da capital de MS fará queima de fogos
 
Últimas notícias do site
18/12/2017 - 08h37
MS tem 7 concursos com inscrições abertas e salários de até R$ 19 mil
18/12/2017 - 06h44
Tempo instável e risco de temporais em todo o MS nesta segunda-feira
17/12/2017 - 12h10
IPVA 2018: entenda como é calculado o tributo e com base em que valores
16/12/2017 - 10h35
Com 13º em mãos, famílias vão às compras e movimentam comércio
15/12/2017 - 16h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 39 milhões neste sábado
 

88

ZAP NOVO
Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.