especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Artes e lazer - 21/11/2012 - 08h37

Artesanato do presídio feminino ganha espaço em shopping da Capital




Por Redação Pantanal News/Karina Lima-Notícias.MS

Keila Oliveira

 

Campo Grande (MS) – Bolsas, bonecas, enfeites e utensílios domésticos produzidos por reeducandas do Estabelecimento Penal Feminino “Irmã Irma Zorzi”, na Capital, agora podem ser conferidos e adquiridos na loja “ArtBlue”, do Shopping Campo Grande. A parceria, firmada entre a direção do presídio e a proprietária da loja, foi iniciada há mais de um mês e está garantindo que a população em geral tenha acesso aos trabalhos desenvolvidos na unidade prisional.

 

          As peças feitas pelas reeducandas ficam em consignação na loja, a renda adquirida com o que é vendido é revertida em mais materiais para o trabalho, que garante remição de pena às custodiadas, além de ser uma maneira de proporcionar melhorias para as próprias artesãs.

 

De acordo com a chefe do Setor de Trabalho do presídio, Leila Alves da Silva, no local são produzidos artesanatos em tecido, crochê, bordados em fita, entre outros, em alguns casos com reaproveitamento de materiais. “Até retalhos são transformados em roupas para as próprias internas, e fica lindo”, assegura. Atualmente, 15 detentas confeccionam os materiais.

 

 

          Leila explica que é constante a busca por novidades e peças diferenciadas. “A gente vê novas ideias em revistas, ou eu vejo alguma coisa na rua, e tentamos produzir”, revela. “Um dos nossos próximos lançamentos será um ‘porta toalha’ de rosto e uma espécie de enfeite para cobrir jarras e copos”, exemplifica.

 

Para a reeducanda S. M A. S., 40 anos, as horas dedicadas à oficina de artesanato no estabelecimento prisional representam uma espécie de terapia ocupacional, além de ser um estímulo à criatividade. “Tenho muito prazer em fazer isso, ocupa minha mente, e é muito bom ver meus trabalhos prontos e lindos”, gaba-se.

 

Já M.S.A.S., 42 anos, revela que está sendo um período de aprendizado e aperfeiçoamento, que poderá garantir uma ocupação digna quando conquistar a liberdade. “Fiz um curso de corte e costura aqui no presídio e agora aplico o que eu aprendi aqui na oficina, estou cada dia melhor”, comenta. “Penso em trabalhar com costura também quando sair daqui”, revela. “Se o que a gente faz é bem aceito em loja de shopping, acho que a gente é bastante capaz”, complementa.

 

      A empresária Telma Aparecida Silva Oliveira, proprietária da ArtBlue, garante que as peças possuem “ótimo acabamento”. “Temos um público bastante exigente, que preza muito pela qualidade, não podemos oferecer qualquer coisa, tem que ser bem feito”, diz. “E é notável o cuidado, dedicação e o carinho com que elas fazem”.

 

Conforme a proprietária, as peças que têm chamado mais atenção dos clientes são as bolsas de praia em tecido. “Eu sempre mostro os materiais e falo que é feito no presídio, muitas pessoas ficam surpresas, mas acham bacana, não têm preconceito”, afirma.

 

         Outro fator destacado pela empresária é o ambiente de harmonia proporcionado pelo trabalho no presídio. “Quando visitei para escolher as peças, estavam todas felizes trabalhando, nem parecia que estavam presas, percebi que estava contribuindo para isso também”, conta.

 

         A loja ArtBlue está instalada na área do Carrefour, e os interessados podem entrar em contato pelo telefone (67) 3027-4331. O telefone do Setor de Trabalho do presídio feminino é o: (67) 3901-1337.

 

Fonte: Agepen

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
21/01/2014 - 15h45
Projeto oferece atividades em praças e parques de Campo Grande
25/10/2013 - 07h37
Academias ao ar livre têm orientação de professores em MS; veja horários
18/10/2013 - 10h23
Dupla formada em Campo Grande consegue vaga no The Voice
27/09/2013 - 15h29
CCI realizará uma semana de comemoração ao Dia do Idoso
23/11/2012 - 09h09
FCMS leva o artesanato sul-mato-grossense para a 23º Feira Nacional do Artesanato
 
Últimas notícias do site
11/12/2017 - 14h35
Homens ameaçam policias com faca e são presos
11/12/2017 - 07h05
PMA de Aquidauana realiza Educação Ambiental para alunos e professores indígenas
11/12/2017 - 06h40
Semana começa sem chuva em boa parte de MS e máxima chega aos 38ºC
08/12/2017 - 15h54
Final de semana será de chuva e temperaturas altas em todo MS
07/12/2017 - 10h30
Comando do 6° Distrito Naval comemora o Dia do Marinheiro
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.