zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Eventos - 20/11/2012 - 10h21

Campanha pelo fim da violência contra as mulheres será aberta hoje




Por Redação Pantanal News/Karina Lima-Notícias.MS

Rachid Waqued

Campo Grande (MS) – O governo de Mato Grosso do Sul, por intermédio da Subsecretaria da Mulher e da Promoção da Cidadania, realiza hoje (20), Dia de comemoração da Consciência Negra, a abertura da Campanha "Dezesseis dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres”. O evento começa às 8 horas, no auditório da Governadoria, no Parque dos Poderes, na Capital.

 

A subsecretária da Mulher explica que a campanha é internacional e visa combater todo o tipo de violência contra a mulher. O evento está sendo organizado em conjunto com a Coordenadoria Estadual da Juventude e também pela Coordenadoria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Cppir/MS), que são ligadas à Subsecretaria Estadual da Mulher.

 

A Campanha traz como principal tema: “Compromisso e Atitude, Lei Maria da Penha – a lei é mais forte”. O evento visa conscientizar a todos sobre a violência contra as mulheres. Segundo a Subsecretaria da Mulher, a campanha será lançada oficialmente, em nível nacional, no dia 7 de dezembro deste ano.

 

Registro de violência

 

De acordo com os dados da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), de Campo Grande, de janeiro até ontem (12/11), somente na Capital sul-mato-grossense, foram registrados 4.898 boletins de ocorrências (BO), somando todo tipo de violência (física, psicológica, sexual, moral, patrimonial) contra as mulheres. De acordo com a delegacia são registrados, em média, 500 boletins mensais no órgão sobre o assunto.

 

Cada um tem seu jeito

 

Durante a abertura da campanha, a professora da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Lucimar Rosa Dias, dará uma palestra sobre o tema: “Cada um tem seu jeito, cada jeito é de um”. O tema faz parte do seu livro, direcionado para crianças, que foi lançado em outubro deste ano, no Estado. Sua palestra será em comemoração ao Dia Nacional da Consciência Negra – celebrado no País no dia 20 de novembro.

 

 

         Segundo a professora Lucimar, nesta obra os pequenos leitores são convidados a conhecer o dia a dia de uma menina muito alegre, esperta e vaidosa. De origem afro, ela (a personagem) adora variar os penteados em seu cabelo crespo para ir à escola. Para isso conta com a ajuda dos pais e sua avó. Juntos, todos eles formam uma família divertida, tranquila e muito feliz, cada um com seu jeito especial de ser.

 

A obra promove a valorização das etnias e das diferenças de cada um, de modo a estimular as crianças a valorizarem as características pessoais, o relacionamento com a família e com o outro. “A temática visa discutir alguns estereótipos, como o racial e de gênero voltado para uma linguagem infantil. A personagem principal do livro se chama Luanda”, disse Dias.

 

Consciência negra

 

Na opinião de Lucimar, o Dia da Consciência Negra (20 de novembro) é fundamental para discutir a condição do negro na sociedade. “É um momento fundamental para discutirmos temáticas sobre a população negra, bem como abordarmos assuntos sobre a Lei de Diretrizes e Bases da Educação com a inclusão da obrigatoriedade do ensino da cultura e da história africana e afro-brasileira nas escolas públicas”, informou a professora.

 

Lucimar Rosa Dias é doutora em Educação pela Universidade de São Paulo, já foi professora na rede pública e privada, e atualmente leciona na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, de Três Lagoas (MS). Pesquisadora da formação de professores e metodologias que tratem da diversidade racial, presta consultoria para o Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades e para o MEC.

 

Tereza da Penha

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
13/06/2016 - 12h11
Quermesse e variedade gastronômica marcam último dia de festa santa
10/06/2016 - 10h30
Feriado prolongado na capital de MS tem arraiais com shows sertanejos
29/01/2016 - 07h17
Da contagem regressiva para Carnaval até "Bee Gees", fim de semana está agitado
08/01/2016 - 06h50
Cidade tem Curimba, choro, 4 esquentas de Carnaval e teatro infantil de graça
31/12/2015 - 06h21
Após cancelar Réveillon, prefeitura da capital de MS fará queima de fogos
 
Últimas notícias do site
20/10/2017 - 15h38
Asfalto entre Piraputanga e Camisão vai impulsioncar ecoturismo na região
20/10/2017 - 15h06
Alerta prevê tempestades em 43 municípios de Mato Grosso do Sul
20/10/2017 - 14h13
PMA autua proprietária rural por exploração ilegal de madeira
20/10/2017 - 12h30
PMA autua jovem por manter ave silvestre em cativeiro
20/10/2017 - 11h33
Incêndio em parque estadual de MS é controlado após uma semana com ajuda de chuva, diz Imasul
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.