zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Jurídico - 08/11/2012 - 16h53

TCE/MS e TCU apertam o cerco em busca da qualidade do ensino médio




Por Redação Pantanal News/Luiz Junot - TCE/MS

O Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul (TCE/MS), em parceria com o Tribunal de Contas da União (TCU), vai promover, a partir de 2013, auditoria coordenada em todos os órgãos jurisdicionados com o propósito de avaliar os fatores que afetam a qualidade do ensino médio no Estado.

De acordo com a conselheira Marisa Serrano a auditoria será realizada pelo TCU em parceria com os Tribunais de Contas Estaduais e terá a finalidade de identificar os principais problemas que afetam o Ensino Médio no Brasil e suas causas, em especial as relativas a diretrizes e práticas pedagógicas, infraestrutura, recursos humanos, orçamento e gestão do ensino. “A análise dos problemas que cercam o Ensino Médio permitirá ao TCU e aos TCE’s envolvidos na auditoria formularem recomendações para que as causas fundamentais sejam enfrentadas”, informa.

Para esclarecer o assunto, a conselheira reuniu na última quarta-feira (07/11) sua equipe de gabinete; técnicos da 6ª Inspetoria de Controle Externo e da Diretoria Geral de Gestão e Modernização (DGGM/TCE/MS). Ela disse ainda, que a qualidade na aplicação dos recursos federal, estadual e recursos próprios dos municípios será verificada por todas as seis inspetorias existentes e também pela ICAP – Inspetoria de Controle de Atos de Pessoal.

Segundo a conselheira, ao final deste trabalho se terá condições de avaliar o Índice de Desenvolvimento da Educação, e propor alterações e adequações, além de punir o mau gestor. “Não podemos comemorar uma nota cinco na educação, ainda estamos longe da melhoria na qualidade do ensino, daí o porquê da importante contribuição que os Tribunais de Contas podem dar através deste trabalho”, enfatizou a conselheira.

Durante a reunião, que contou com a explanação do Diretor Geral de Gestão e Modernização do TCE/MS, Parajara Moraes Alves Junior, ele anunciou que o conselheiro presidente do TCE/MS já determinou a adequação dos sistemas SICOM (Sistema de Controle de Contas Municipais) e SICAP (Sistema Informatizado de Controle de Atos de Pessoal) para o próximo ano, com objetivo de atender as informações necessárias não só para a Auditoria Coordenada, mas também auxiliar os conselheiros nos julgamentos e decisões quando das prestações de contas mais detalhadas.

Também o Diretor da 6ª ICE, Carlos Alberto Corrêa de Souza e a assessora da DGGM, Maria Cecília Amendola da Motta apresentaram alguns resultados de inspeções realizadas em municípios da região do Bolsão, onde foram detectadas várias irregularidades que vão desde a dupla jornada de trabalho de professores concursados e contratados; no transporte escolar; na infraestrutura; merenda escolar, abastecimento da frota e licitações, entre outros.

Marisa Serrano informou que a proposta formulada pelo TCU tem como foco do trabalho, o ensino fornecido pelas escolas estaduais, tais como avaliação dos resultados alcançados pelo Ensino Médio em termos de desempenho em testes de verificação de competências adquiridas pelos estudantes e de taxas de acesso, conclusão e evasão, condições de trabalho, adequação do currículo e das diretrizes e práticas pedagógicas, qualidade da infraestrutura existente, suficiência de recursos orçamentários para fazer frente à oferta e melhoria da educação em nível médio, entre outros aspectos a serem avaliados.


Luiz Junot

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

 

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
22/09/2017 - 08h30
Lei proíbe uso do capacete em estabelecimento comercial público
05/09/2017 - 08h00
Juízes de MS lideram ranking de produtividade entre tribunais do país
10/07/2017 - 14h50
Aquidauana lidera entre as cidades com maior número de videoconferências
17/04/2017 - 08h00
Carreta da Justiça abre atendimentos nesta 2ª feira em Bodoquena
03/04/2017 - 14h58
Inscrições para processo seletivo de estágio no TJMS seguem até dia 20
 
Últimas notícias do site
16/10/2017 - 16h36
MS terá sistema de aviso de alagamentos por celular a partir de 2018
16/10/2017 - 13h02
Após denúncia, Polícia Militar captura foragido da justiça
16/10/2017 - 11h25
Restituição do IR já está disponível para 31,5 mil contribuintes de MS
16/10/2017 - 10h57
Semana começa com mais de 400 vagas em concursos e salários de até R$ 14 mil
16/10/2017 - 10h55
Ruiter aciona primeiro trecho de iluminação pública com LED
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.