zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Indústria e Comércio - 05/11/2012 - 16h21

Convênio aproxima centros de pesquisa e pequenos negócios




Por Redação Pantanal News/Agência Sebrae de Notícias

Iniciativa do Sebrae e da Petrobras engloba empresas do setor de petróleo e gás

Rio de Janeiro - As micro e pequenas empresas (MPE) de base tecnológica nos 17 estados em que o Sebrae desenvolve projetos de petróleo e gás vão ter acesso ao resultado de pesquisas realizadas por 8 das 49 redes temáticas ligadas ao Centro de Pesquisa da Petrobras (Cenpes), que fica na capital fluminense. Essas redes são formadas por universidades e institutos de ensino e a escolha levou em conta as que já possuem trabalhos em estágio avançado e que podem gerar produtos e serviços inovadores e adequados às demandas do mercado.

Essa é a base do terceiro convênio do Sebrae com o Centro de Pesquisa da Petrobras (Cenpes), firmado nesta quinta-feira (1º), no auditório da Bolsa de Valores, no Rio de Janeiro, com a participação de empresários. A iniciativa é um dos desdobramentos da parceria entre a instituição de apoio às micro e pequenas empresas e a Petrobras, iniciada em outubro de 2004.

“Esse projeto representa um salto de qualidade, pois permite entender o que o pesquisador está realizando e traduzir isso para as MPE, sempre com foco na geração de negócios”, explica o coordenador nacional de Petróleo e Gás do Sebrae, Gustavo Reis.

“As bases desse convênio são ambiciosas e inovadoras. Representam muito para os empreendimentos de pequeno porte, que precisam do engajamento de instituições e empresas âncoras. O acesso ao crédito também é importante e, para otimizar ainda mais os resultados, estamos desenvolvendo produtos customizados com a Caixa Econômica Federal (CEF), Banco do Brasil (BB) e a agência de fomento estadual Investe Rio. Trabalhamos com a meta de selecionar cem empresas fluminenses”, destacou o gerente de Desenvolvimento Industrial, Renato Regazzi, do Sebrae no Rio de Janeiro.

Nesta quinta também foi apresentada a Ferramenta de Gestão Avançada (FGA), do Sebrae Mais, programa destinado ao aprimoramento de gestão de empreendimentos já consolidados. Essa metodologia começa a ser testada no Rio de Janeiro em dezembro e depois será replicada nos demais estados. As pequenas empresas também poderão con tar com recursos do Sebraetec, voltado para negócios de base tecnológica e que oferece subsídios de até 80% para o desenvolvimento de produtos e serviços.

O projeto-piloto de transferência de conhecimento, base do convênio, começou no Rio de Janeiro no segundo semestre de 2011. O Cenpes apresentou tecnologias emergentes voltadas, por exemplo, para monitoração, controle e automação de poços para que as MPE pudessem criar serviços ou produtos. Com os bons resultados alcançados, o programa está sendo estendido aos demais estados. O convênio estabelece que a Petrobras apresente suas demandas no Rio de Janeiro, sendo que a primeira está prevista para dezembro. Já o Sebrae prestará consultorias nos estados aos participantes que atuam em projetos na área de petróleo e gás.

Qualidade

“A Petrobras não está apenas procurando atendimento para suas demandas específicas, mas unindo a cadeia produtiva. A proposta é que as empresas consigam produzir bens e produtos com prazo, preço e qualidade”, explicou o coordenador da Gerência de Relacionamento com a Comunidade de Ciência e Tecnologia, Rodrigo Smolka, da Petrobras.

“Essa iniciativa é excelente porque nos dá a chance de criar produtos ou agregar valor ao que já desenvolvemos”, avaliou o diretor da Virtualy – Tecnologia de Simulação, Marcus Gandier. “Será um grande impulso para as empresas de base tecnológica. A parceria é fabulosa pois permite disseminar as informações”, arremata o diretor da Megatherm e presidente da Rede Petro Duque de Caxias, Sergio Matozzo.


Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
17/03/2017 - 09h40
Indústria sem Fronteiras é criado para aquecer economia em municípios
20/01/2016 - 09h43
Exportação de industrializados fecha 2015 com queda de 21,9% em MS
17/12/2015 - 08h30
Mesmo com crise, indústria de alimentos projeta crescer em MS
19/10/2015 - 07h05
Terminal de Porto Murtinho será reaberto nesta terça com embarque de 6 mil toneladas de açúcar
02/10/2015 - 06h54
MS vence disputa com 3 estados e garante industria de R$1,6 bilhão
 
Últimas notícias do site
19/10/2017 - 15h13
Em 2016, caiu o percentual de pessoas que trabalhavam em empreendimentos de grande porte
19/10/2017 - 14h22
Tamanduá-mirim é capturado dentro de residência
19/10/2017 - 13h30
Projeto Florestinha planta mudas nativas para recuperação de área
19/10/2017 - 11h21
PM e população de Aquidauana se aproximam por uma cidade tranquila
19/10/2017 - 10h58
PMA captura anta que transitava por ruas em bairro
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.