zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Eventos - 26/10/2012 - 08h29

Congresso da cana em MS movimenta R$ 25 mi em negócios




Por Redação Pantanal News/G1.com.br

Evento foi realizado em Dourados, polo do setor, nesta semana. Somente a rodada de negócios movimentou R$ 10 milhões.

 Cerca de 25 milhões em negócios foram fechados durante a sexta edição do Congresso da Cana de Mato Grosso do Sul (Canasul) e a 2ª Feira do Agronegócio e do Setor Metalmecânico (Agrometal), promovidos entre segunda e quarta-feira (dias 22 e 24) no Parque de Exposições de Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande.


Apenas a rodada de negócios do Canasul movimentou cerca de R$ 10 milhões (Foto: Divulgação/Prefeitura de Dourados)Apenas a rodada de negócios do Canasul movimentou cerca de R$ 10 milhões (Foto: Divulgação/Prefeitura de Dourados)

Segundo a secretária de Agricultura, Indústria e Comércio de Dourados, Neire Colman, R$ 10 milhões foram movimentados na rodada de negócios do evento, que contou com a participação de dez usinas sucroenergéticas e 68 empresas, a maioria micro e pequenas, fornecedoras de produtos e serviços.

Os outros R$ 15 milhões que o evento movimentou, conforme Neire, foram em negócios fechados entre visitantes e as 43 empresas que montaram estandes no local. O crescimento em relação a edição do ano passado quando o Canasul movimentou R$ 12 milhões foi de 108%.

Esse bom resultado, de acordo com a secretária, se traduz no interesse pelo evento do próximo ano, que já tem 25% dos estantes previamente comercializados. “Foi um grande sucesso, nos surpreendeu e demonstra que o setor está aquecido e que Dourados se consolida como um polo sucroenergético do país”, concluiu.

Palestras
Durante palestra no evento, o presidente da Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul (Biosul), Roberto Hollanda, apresentou um perfil do trabalhador do setor no estado. O levantamento indicou que o segmento emprega diretamente 29,5 mil colaboradores e possui o maior salário médio da agricultura, com o valor de R$ 1.487 e o terceiro mais alto da indústria, com R$ 1.753.

Ele explicou ainda que 35% dos empregos diretos estão na área agrícola e os outros 65% na industrial, e que do total de postos de trabalho, 83% são vagas permanentes.

Já o diretor comercial do Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), Osmar Figueiredo Filho, destacou em sua apresentação no Canasul, que os canaviais brasileiros podem em um período de 20 anos multiplicar por cinco sua produtividade em etanol, saltando da média atual de 7 mil litros por hectare para 35 mil litros por hectare.

A façanha, segundo ele, pode ser conquistada com o uso de novas tecnologias no processo produtivo das áreas agrícola e industrial através do aprimoramento do manejo dos canaviais, melhoramento genético das variedades, uso de marcadores moleculares e da viabilização do etanol celulósico (segunda geração).

 Já o diretor executivo da União da Indústria da Cana-de-Açúcar (Unica), Eduardo Leão, comentou que o Brasil precisa dobrar até 2020 seu volume de produção de cana-de-açúcar, passando dos atuais 560 milhões de toneladas para 1,2 bilhão de toneladas, para atender a demanda crescente pelo etanol, pelo açúcar e também para atender a nova gama de produtos que vai utilizar a planta como matéria-prima.

Leão apresentou estudo que indica que a frota de carros flex deve saltar nestes próximos sete anos de 51% para 81% do total de automóveis em circulação no país e a de motocicletas passar de 11% e chegar até a 61%.

O diretor da Unica aponta ainda que para suprir o mercado doméstico do açúcar e manter pelo menos 50% de participação no mercado mundial do alimento, o setor sucroenergético brasileiro terá de ampliar sua produção até 2020 em 15,7 milhões de toneladas, saindo das 35,3 milhões de toneladas do ciclo passado e chegando a 51,1 milhões de toneladas.

Também durante o evento, a secretária estadual de Desenvolvimento Agrário, Indústria, Comércio e Turismo (Seprotur), Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, anunciou que os governos de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso pretendem articular um pedido de revisão nos os ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e do Meio Ambiente (MMA) da proibição da instalação de novas usinas sucroenergéticas na Bacia do Alto Paraguai (BAP), determinada pelo Zoneamento Agroecológico da Cana, o ZAE Cana.

A decisão foi tomada, conforme a secretária, depois que ela foi informada pelo diretor de Cana-de-Açúcar e Agroenergia do MAPA, Cid Caldas, que também participa do evento, de que o ministério está revendo algumas determinações do zoneamento.

Tereza Cristina diz que uma das primeiras medidas desse esforço concentrado será tentar derrubar o veto do Conselho Monetário Nacional (CMN) as linhas de financiamento para o plantio e industrialização da cultura na BAP. "Não adianta mudar e legislação se não acabar com esse veto, porque os empreendimentos precisam de financiamento", explicou.

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
13/06/2016 - 12h11
Quermesse e variedade gastronômica marcam último dia de festa santa
10/06/2016 - 10h30
Feriado prolongado na capital de MS tem arraiais com shows sertanejos
29/01/2016 - 07h17
Da contagem regressiva para Carnaval até "Bee Gees", fim de semana está agitado
08/01/2016 - 06h50
Cidade tem Curimba, choro, 4 esquentas de Carnaval e teatro infantil de graça
31/12/2015 - 06h21
Após cancelar Réveillon, prefeitura da capital de MS fará queima de fogos
 
Últimas notícias do site
20/10/2017 - 15h38
Asfalto entre Piraputanga e Camisão vai impulsioncar ecoturismo na região
20/10/2017 - 15h06
Alerta prevê tempestades em 43 municípios de Mato Grosso do Sul
20/10/2017 - 14h13
PMA autua proprietária rural por exploração ilegal de madeira
20/10/2017 - 12h30
PMA autua jovem por manter ave silvestre em cativeiro
20/10/2017 - 11h33
Incêndio em parque estadual de MS é controlado após uma semana com ajuda de chuva, diz Imasul
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.