BANNER GOV EDUCAÇÃO JAN
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Esportes - 17/09/2012 - 09h53

Bolsa-Atleta terá categoria pódio e técnico




Por Redação Pantanal News/Governo Federal

Beneficiados serão competidores de modalidades individuais 

O Plano Brasil Medalhas 2016 institui o Programa Pódio, que inclui nova categoria no Bolsa-Atleta - a Bolsa-Pódio - e cria a Bolsa-Técnico, ao regulamentar instrumentos previstos na Lei 12.395, sancionada em março de 2011. Os beneficiados do Pódio serão atletas de modalidades individuais que, entre outros critérios, estejam situados entre os 20 melhores do ranking mundial e com reais chances de medalhas. Eles receberão até R$ 15 mil mensais e, seus treinadores e equipe multidisciplinar (preparador físico, nutricionista, atleta-guia) receberão até R$ 10 mil mensais.

O Brasil Medalhas também prevê recursos para aquisição de equipamento esportivo (até R$ 20 mil por atleta) e apoio a treinamento e competições no Brasil e no exterior, por meio do pagamento de custos com diárias e passagens.

As demais categorias do Bolsa-Atleta (Estudantil, de Base, Nacional, Internacional e Olímpica e Paraolímpica) serão mantidas com os critérios atuais e dentro do orçamento regular do Ministério do Esporte.

Atletas - A velocista Terezinha Guilhermina aprovou a possibilidade de estender os recursos para seu guia Guilherme de Santana, que a acompanhou nas conquistas das duas medalhas de ouro, nos 100m e nos 200m T11 do atletismo em Londres. “Com esse incentivo, vamos poder nos dedicar mais aos treinos e trazer mais medalhas em 2016”, diz.

A atleta Yane Marques, que conquistou a medalha de bronze inédita para o Brasil no pentatlo moderno em Londres, ressaltou a importância do investimento para a manutenção dos competidores de alto nível. “Em Londres, fiz o que tinha sido planejado por mim e por minha equipe. Espero que mais atletas tenham esse apoio que eu tive para chegar a medalhas, que inclui planejamento técnico, equipe em sintonia. Espero que as condições que tive em meu treinamento para Londres se estendam para centenas de atletas. Estamos no caminho certo”, avalia. Para ela, investir em mais talentos permite alcançar as metas previstas no plano. “O pentatlo precisa muito de atletas treinando. Nas últimas Olimpíadas, tivemos somente um ou dois brasileiros no pentatlo e precisamos aumentar esse número”, disse. 

Estatais - Ao todo, oito empresas estatais apoiarão modalidades esportivas em formato diferente do patrocínio que a maioria delas já dá a vários esportes. O novo apoio será focado na preparação de atletas e seleções para os Jogos Rio 2016. 

O Banco do Brasil irá apoiar a vela, vôlei de praia, vôlei e pentatlo moderno e, juntamente com os Correios, o handebol. Os Correios também investirão na natação, águas abertas (maratona aquática) e tênis.

O Banco do Nordeste (BNB) se concentrará no triatlo e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) apoiará a canoagem e o hipismo. A Caixa dará patrocínio ao atletismo, ciclismo BMX, futebol feminino, ginástica, lutas, modalidades paraolímpicas e tiro esportivo. A Eletrobras irá dar sustentação aos times de basquetebol e a Petrobras, ao boxe e taekwondo. Juntamente com a Infraero, a estatal de petróleo vai ajudar os lutadores de judô.

Execução do Plano será feita de forma integrada 

A gestão dos recursos do Plano Brasil Medalhas 2016 será realizada de forma integrada pelo Ministério do Esporte, os comitês Olímpico e Paraolímpico, as confederações e as estatais. Faz parte dos objetivos dessa integração o apoio ao aprimoramento da gestão das confederações esportivas.

O ministério, comitês, confederações e entes públicos elaborarão, em conjunto, um Plano Esportivo e de Investimento, que deverá ser aprovado até dezembro de 2012. A formalização dos convênios com confederações e entes públicos, além da lista de atletas inscritos no Programa Pódio, deverá ser finalizada em janeiro de 2013.

Comitê – Por meio de decreto foi criado o Comitê Gestor dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos do Rio de Janeiro. A estrutura, que funcionará de forma semelhante ao Comitê Gestor da Copa e reunirá os ministérios envolvidos na organização dos jogos, sob coordenação do Ministério do Esporte.

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
Dr. EDUARDO PAIM BRACONY, em 18/09/2012 - 07h53

O mesmo erro de todos os governos. Só se fala e beneficia os esportes olimpicos. Como ficam os esportes não olimpicos como o nosso que é reconhecidamente o maior do mundo em numero de praticantes e seis vezes canpeão do mundo. Até quando nossos atletas e dirigentes ficarão sem o patrocinio das Estatais aqui mencionadas. Todos sabemos que sem "ordem de cima" elas não apoiam ninguém e para apresentar melhores resultados precisariamos ter um patrocinio anual igual ao que receberá um atleta pódiun. Com isso não teriamos de comprar em nossos cartões de crédito pessoais as passagens de atletas e dirigentes para os mundiais que ganhamos para o Brasil. Pensem senhores.

 
Últimas notícias do canal
04/01/2018 - 10h28
Corumbaense estreia na Copa São Paulo e desafio é diante do Corinthians
04/01/2018 - 07h07
Comercial empata com Coritiba e Corumbaense pega o Corinthians
02/01/2018 - 09h14
Com dois times de MS, Copa São Paulo abre temporada do futebol brasileiro
27/12/2017 - 12h40
Convênio termina e Prefeitura devolve administração do Arthur Marinho para LEC
01/12/2017 - 13h40
Em grupo com Suíça, Costa Rica e Sérvia, Brasil pode pegar Alemanha nas oitavas
 
Últimas notícias do site
23/01/2018 - 13h23
Brasil entra na corrida para desenvolver mandioca com amido ceroso
23/01/2018 - 13h02
Inmet alerta para risco de tempestade com granizo em 19 municípios
23/01/2018 - 10h42
Marinha tem vagas para temporários com salário de até R$ 3,1 mil
23/01/2018 - 10h20
Unidades de conservação podem ser administradas por parcerias público-privadas
23/01/2018 - 09h40
Perguntas e respostas sobre o julgamento do recurso de Lula no TRF-4
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.