zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Indústria e Comércio - 11/09/2012 - 14h29

Programa de Qualidade vai atender a 10 empresas do vestuário




Por Daniel Pedra - Chefe de Redação do Núcleo de Comunicação do Sistema Fiems

Senai, ApexBrasil, Sebrae/MS e Sindivest/MS oferecem serviços de capacitação, diagnóstico técnico e consultoria

No âmbito do Programa Sebraetec, que oferece serviços de inovação e tecnologia para empresários, o Senai, a ApexBrasil, o Sebrae/MS e o Sindivest/MS (Sindicato Intermunicipal das Indústrias do Vestuário, Tecelagem e Fiação de Mato Grosso do Sul) lançaram, ontem à noite (10/09), na sede da FatecSenai Campo Grande, o Programa de Qualidade e Produtividade para o Setor de Confecções, atendendo a 10 empresas do segmento. Durante o Programa, serão abordados os temas design, processo produtivo, modelagem e gestão de custos, com o total de 56 horas por empresa, oferecendo os serviços de capacitação, diagnóstico técnico e consultoria.

Para o gerente de tecnologia e inovação do Senai, Dax Peres Goulart, o objetivo principal dessa ação é contribuir para o aumento da competitividade das indústrias de confecção do Estado. “A consultoria vem somar conhecimento para as empresas e funcionários no intuito de elevar a capacitação, e consequentemente, aprimorar a produtividade com a melhora da qualidade do processo produtivo”, destacou. Ele acrescenta ainda que os serviços de consultoria estão sendo realizados por uma equipe de técnica da FatecSenai e do Senai/Cetiqt, do Rio de Janeiro (RJ).

Já a colaboradora da unidade de atendimento da ApexBrasil em Mato Grosso do Sul, Flávia Bertoni Mazzaro, ressalta a necessidade de fortalecer as empresas para o mercado interno, tornando-as mais adequadas para competir no mercado externo. “Percebe-se que as empresas não exportam, porque desconhecem o ambiente internacional e também por haver uma inadequação do próprio mercado interno. Então, o intuito desse programa é incrementar a competitividade internamente, que é o primeiro passo primordial para que as empresas se tornem interessantes e adequadas para competir no acirrado mercado internacional”, declarou.

A analista técnica da unidade de indústria do Sebrae/MS, Cintia Guedes, explica que o Sebraetec é um instrumento que permite ampliar o acesso das microempresas e empresas de pequeno porte à inovação e tecnologia, promovendo a competitividade e o desenvolvimento sustentável. “Isso contribui para a redução de desperdícios, aumento da produtividade e também da lucratividade, além da adequação de produtos para competir no mercado interno e externo”, disse, lembrando que o Sebraetec tem um diferencial, pois o programa oferece acesso facilitado às soluções tecnológicas com subsídio de 80% do valor da consultoria.

O diretor do Sindivest/MS, Claudio Braz Salomão, destacou que a consultoria vem atender a uma demanda das empresas de confecção, a fim de suprir uma deficiência de profissionalização. “Há uma carência no processo de produtividade, ou seja, é importante levar esse conhecimento para as empresas para que elas possam de adequar, elevando o nível de competitividade com a melhora da produtividade, do rendimento, e logo, com o resultado final mais positivo”, afirmou.

A assessora de atendimento empresarial do Senai, Adriane Salazar, explica que a consultoria se divide em três etapas: visita de diagnóstico, análise de dados e elaboração de recomendações, visita para apresentação do relatório e orientações. “Os resultados esperados com as soluções propostas são o controle e gerenciamento do processo de manutenção de máquinas e equipamentos, adequação das instalações aos requisitos técnicos e legais das normas regulamentadoras”, ressaltou.

Oficina

Durante o lançamento, o consultor do Senai/Cetiqt, Luís Cláudio de Almeida Leão, deu início as aulas da oficina tecnológica sobre processo produtivo, que visa levar informações às empresas de confecção para que elas possam adotar sistemas de trabalho otimizados, no intuito de proporcionar a melhoria da qualidade e o aumento da produtividade. “De hoje (10/09) até o dia 13 de setembro serão trabalhados os temas relacionados à confecção industrial, à visão estratégica, à supervisão, ao alicerce, à matéria-prima e ao controle de número de peças produzidas. Ela também prossegue no dia 17 de setembro”, pontuou.

Ele acrescenta que é fundamental que o empresário enxergue a necessidade de modificação do pensamento, que vai desde a mudança desde a cor do ambiente de trabalho, pois influencia em todo clima, até a entrega do produto, na casa do consumidor. “É preciso pensar nos detalhes”, declarou, pontuando que irá trabalhar durante as aulas métodos inteligentes de costura, além de simulação de produção e treinamento cruzado. Para ele, o funcionário dentro da empresa deve ter conhecimento de diversas funções para que a capacitação se torne mais completa.

Rodrigo da Costa, 38 anos, proprietário da Planet Bordados, levou funcionários de todas as áreas da empresa para que eles possam se inteirar do processo. “É buscar mais informações para que possamos nos aperfeiçoar e conseguir solucionar os problemas que encontramos no dia a dia”, disse. A funcionária da Ki Bella, Daiane Rodrigues, 31 anos, também acredita que entender todo o processo de produção é importante para o seu trabalho. “Isso vai me ajudar a conhecer melhor todas as áreas de atuação dentro da fábrica, e quem sabe me tornar mais capacitada para diversificar minha função”, afirmou.

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
17/03/2017 - 09h40
Indústria sem Fronteiras é criado para aquecer economia em municípios
20/01/2016 - 09h43
Exportação de industrializados fecha 2015 com queda de 21,9% em MS
17/12/2015 - 08h30
Mesmo com crise, indústria de alimentos projeta crescer em MS
19/10/2015 - 07h05
Terminal de Porto Murtinho será reaberto nesta terça com embarque de 6 mil toneladas de açúcar
02/10/2015 - 06h54
MS vence disputa com 3 estados e garante industria de R$1,6 bilhão
 
Últimas notícias do site
19/10/2017 - 15h13
Em 2016, caiu o percentual de pessoas que trabalhavam em empreendimentos de grande porte
19/10/2017 - 14h22
Tamanduá-mirim é capturado dentro de residência
19/10/2017 - 13h30
Projeto Florestinha planta mudas nativas para recuperação de área
19/10/2017 - 11h21
PM e população de Aquidauana se aproximam por uma cidade tranquila
19/10/2017 - 10h58
PMA captura anta que transitava por ruas em bairro
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.