especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
O Estado do Pantanal - 06/08/2008 - 10h55

Pesquisa da Fiems aponta necessidade de 33 mil trabalhadores qualificados até 2010




Divulgação

Por Fiems

O setor industrial de Mato Grosso do Sul tem um déficit de 33 mil trabalhadores qualificados até 2010, aponta a Pesquisa de Identificação das Demandas por Capacitação Profissional e Serviços Técnicos e Tecnológicos, divulgada nesta terça-feira (05/08) pelo diretor-corporativo da Fiems - Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul -, Jaime Verruck.

Realizada pelo Senai/MS (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de Mato Grosso do Sul) entre outubro de 2007 a janeiro deste ano, a Pesquisa apontou que as atividades econômicas com maior necessidade de qualificação de mão-de-obra são, pela ordem, setor têxtil e vestuário, couro e artefatos de couro, cerâmica, extração e transformação de metais, madeira e mobiliário, alimentação e construção civil.

“A indústria do Estado tem hoje uma necessidade pontual de 11 mil trabalhadores qualificados, chegando a 33 mil profissionais até 2010. Só o setor da construção civil apresenta uma demanda de 25% desse total, ou seja, 8.250 para esse período de três anos”, ressaltou Jaime Verruck.

Ainda de acordo com o levantamento, num universo de 120 empresas entrevistadas dos portes pequeno, médio e grande, 63,3% têm planos de expansão ou modernização para serem implementados nos próximos dois anos. Desse total, 71% afirmaram que o quadro de pessoal deve ser ampliado em decorrência disso.

“Esse trabalho vai demonstrar o perfil do trabalhador que a indústria precisa para que possamos reestruturar cursos e reformular a questão pedagógica, ou seja, balizar uma série de ações para a indústria local e para a indústria que virá se instalar no Estado, para que todas tenham sustentabilidade”, destacou o diretor-corporativo da Fiems, que também é diretor-regional do Senai/MS.

A ampliação do quadro pessoal deve ocorrer em todas as atividades pesquisadas, tendo sido apontada nas seguintes proporções: 100% nas indústrias de couro e artefatos de couro; 83% nas indústrias têxteis e do vestuário; 78% nas indústrias de metalmecânica; 75% nas indústrias de madeira, mobiliário e construção; e 68% nas indústrias de alimentos e extração e transformação de metais.

Pesquisa


Apresentando os detalhes do levantamento, o gerente de Pesquisa e Estatística do Senai Nacional, Gilson José de Oliveira, destacou que as principais ocupações por demanda são: profissionais qualificados em costura industrial (setor têxtil); profissionais em educação ambiental, comunicação e relações humanas no trabalho (setor do couro e artefatos de couro); trabalhadores com conhecimentos e habilidades específicas (setor cerâmico); profissionais com noções de metalurgia (setor de extração e transformação de metais).

Ele ainda seguiu relatando que, para o setor de madeira e do mobiliário, a principal demanda é de profissionais para afiação de ferramentas, enquanto para a área de alimentação a necessidade é de trabalhadores com boas práticas de fabricação, desenvolvimento gerencial e excel. O gerente ainda confirmou que a maior demanda do Estado está na construção civil na função de pedreiro.

Ao todo foram pesquisados 120 estabelecimentos, das quais 74 são de pequeno porte, 39 de médio porte e 7 de grande porte. As indústrias pesquisas representam 25% do universo de 479 indústrias, das quais 413 são de pequeno porte, 53 de médio porte e 13 de grande porte. Os 120 estabelecimentos pesquisados empregam 19.195 trabalhadores ou 49% de um total de 39.212 empregados.

Para compor essa amostra, a pesquisa utilizou a distribuição do número de estabelecimentos por atividades econômicas, porte e regiões geográficas, sendo que todas as microempresas foram excluídas por formar um número volumoso de estabelecimentos que dificultaria a apresentação da amostra com um mínimo de representatividade. Além disso, a definição de estabelecimentos pesquisados em cada região respeitou a magnitude dos empregos gerados em cada uma das atividades econômicas relevantes, bem como a sua distribuição no Estado.

Para viabilizar as ações voltadas para a educação profissional e os serviços técnicos e tecnológicos, o Senai/MS dispõe, atualmente, cinco centros de formação profissional (Campo Grande, Corumbá, Três Lagoas, Dourados e Rio Verde), uma unidade avançada de formação profissional (Naviraí), um núcleo de tecnologias do gás (Campo Grande), dez agências de formação profissional (Maracaju, Chapadão do Sul, Coxim, Sidrolândia, Aquidauana, Paranaíba, Aparecida do Taboado, Bataguassu, Sonora e Nova Andradina), cinco unidades móveis e oito unidades transportáveis.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
27/11/2017 - 08h39
“Se Amazônia é pulmão, Pantanal é o coração do planeta”
13/11/2017 - 09h40
Dia do Pantanal: mais que comemorar, ainda há muito a descobrir e preservar
10/11/2017 - 13h23
Com chuvas dos últimos dias, rios de MS atingem nível de alerta para enchente
08/11/2017 - 15h27
Devastação do Pantanal representa custo de R$ 19 milhões por ano
03/11/2017 - 13h10
Último fim de semana da temporada de pesca lota cidades de MS
 
Últimas notícias do site
12/12/2017 - 14h30
Produção de grãos em MS cresce 40%, alta acima da média nacional
12/12/2017 - 12h51
Emoção, luzes e alegria marcam a noite de abertura da Vila do Natal em Aquidauana
12/12/2017 - 08h51
Governo divulga resultado dos recursos do concurso da Polícia Civil
12/12/2017 - 08h42
Calor predomina e meteorologistas alertam para baixa umidade do ar
12/12/2017 - 08h16
Governador participa de reunião do Codesul em Porto Alegre
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.