zap
GOV EMPREGO 22-06
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Emprego - 07/09/2012 - 10h21

Obras do PAC favorecem reinserção social




Por Redação Pantanal News/Governo Federal

Marzurkiewicz Soares coordena as atividades de carpinteiros e pedreiros

O mineiro Marzurkiewicz Soares é feitor de obras num empreendimento do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em Belo Horizonte. Uma realidade distinta da que viveu em 2010, quando foi encarcerado por um assalto cometido em 1996. Atualmente, Soares é casado, cria quatro filhos e coordena o trabalho de carpinteiros, arrumadores, pedreiros, assistentes de serventes, entre outros profissionais de uma obra em Taquaril, na capital de Minas Gerais. “É uma emoção muito grande, a hora que você chega na obra de manhã, envergando um uniforme, com o nome de uma empresa, o símbolo de uma cidade”.

A infância pobre marca as recordações de Soares, que afirma ter sido “o mais pobre da rua, do bairro, da escola” e por isso começou a trabalhar muito cedo, peneirando areia e colocando tijolos nos andaimes dos pedreiros. A vida profissional precoce não o impediu de se envolver no assalto e viver como foragido durante mais de uma década. “Na prisão você tem duas opções: pode usar lá como uma universidade do crime, que você faz contatos, amizades, parceiros. E você pode usar como rampa, como apoio para sair de lá e não voltar nunca mais”. 

Ele afirma que ainda no cárcere, seu sonho era conseguir emprego com carteira assinada.  “Assim que eu saí da cadeia eu tentei trabalhar. É uma dificuldade imensa conseguir alguém que te dê uma oportunidade. Normalmente todas as portas fecham, é uma prisão sem muros”.

A formalização e a melhoria na renda tiveram um grande impacto na vida de Soares. “Estou muito orgulhoso em estar trabalhando aqui”.

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
09/06/2017 - 07h38
Ministério Público abre vagas de estágio para alunos de nível médio e superior
19/04/2017 - 16h55
Nota Oficial- Superintendência Regional do Trabalho em Campo Grande
11/04/2017 - 09h41
Tribunal Regional Eleitoral continua com inscrições para 24 vagas de estágio
04/01/2017 - 10h05
Governo abre 12 vagas em processo seletivo com salários de R$ 3,9 mil
14/12/2016 - 08h18
Ministério de Trabalho realiza mutirão de atendimento em 8 cidades de MS
 
Últimas notícias do site
27/06/2017 - 16h24
Temer classifica denúncia de "ficção", critica Janot e cobra provas concretas
27/06/2017 - 15h51
Leilões negociam prêmio para escoamento 587 mil t de milho de Mato Grosso
27/06/2017 - 15h30
Senador Moka e prefeita Délia discutem investimentos para Dourados
27/06/2017 - 14h37
Em MS, 60 mil ainda não sacaram FGTS e prazo termina no dia 31 de julho
27/06/2017 - 10h49
Radiopatrulha de Anastácio e Rotai prendem autores de furtos
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.