zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Antidrogas - 24/07/2012 - 13h37

Secretários estaduais e da Capital definem Bairro Los Angeles como prioridade no Plano “Crack, é possível vencer”




Por Redação Pantanal News/Karina Lima-Notícias.MS

Divulgação

              Secretária Beatriz Dobashi fala sobre a realidade de MS durante reunião em Brasília

         Brasília (DF) - Em reunião na manhã de hoje (24), em Brasília, secretários do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul e da Capital definiram que o foco inicial do Plano do Governo Federal “Crack, é possível Vencer” -  desenvolvido em parceria com os gestores estaduais e municipais -  será a região do Bairro Los Angeles, em Campo Grande.

O plano tem a proposta de atender os usuários de crack nas questões de saúde, assistência social, educação e prevenção. Entre as propostas estão a criação nos próximos dois anos, em todo o país, de 308 Consultórios na Rua, com profissionais de saúde; oferecer 5,2 mil leitos novos ou qualificados até 2014; reajustar o valor da diária de internação paga pelo SUS (Sistema Único de Saúde) de R$ 57 para R$ 300 por leito; construir 430 unidades de acolhimento até 2014, e investir R$ 300 milhões em projetos de reinserção social nos próximos 24 meses.

De acordo com o Secretário Nacional de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Helvécio Miranda Magalhães Júnior, a proposta é “tratar a dependência química como um grande problema de saúde”. Ele explicou que o sistema de saúde e atendimento aos dependentes “não acompanharam a demanda, que explodiu”.

 

Secretária de Assistência Social Tânia Garib participou da reunião sobre o plano contra o crack

Também o Plano oferece 70 mil vagas em cursos à distância gratuito para educadores de escolas públicas, sendo que as inscrições podem ser feitas até o dia 30 deste mês pelo site: www.educadores.senad.gov.br. O curso vai ser realizado entre agosto de 2012 a abril de 2013, sob a responsabilidade do Programa de Estudos e Atenção às Dependências Químicas (Prodequi) da Universidade de Brasília (UnB).

Outra iniciativa já implantada é o telefone 132 – Viva Voz, que funciona 24 horas por dia e tem a finalidade de dar orientações às pessoas que querem obter mais detalhes sobre o crack, seus efeitos e consequências, prevenção, superação e demais informações referentes a esta droga.

Após a apresentação destes serviços por representantes dos ministérios da Saúde; da Justiça; do Desenvolvimento Social e Combate a Fome; e da secretária de Direitos Humanos da Presidência da República, os secretários estaduais e municipais sul-mato-grossenses definiram que a prioridade do Plano no Estado será Campo Grande, mais precisamente na região do Bairro Los Angeles.

“Onde existe maior aglomeração de pessoas, o problema é maior, por isso definimos Campo Grande como o município para iniciarmos este Plano. Atualmente, os usuários de crack já estão formando grupos nos bairros”, afirmou a secretária de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul, Beatriz Dobashi.

Além deste programa nacional, o governo de Mato Grosso do Sul elaborou o “Plano MS sem Drogas”, que aborda ações multidisciplinares e prevê investimentos de R$ 72,6 milhões até 2014. A proposta precisa de recursos federais e foi entregue em maio deste ano ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.

 

A reunião teve também a participação do secretário Wantuir Jacini, de Segurança Pública

Participaram da reunião os secretários estaduais de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini; da Educação, Maria Nilene Badeca; da Saúde, Beatriz Dobashi; do Trabalho e Assistência Social, Tânia Garib. Também estiveram presentes os secretários municipais de Campo Grande das áreas de Assistência Social, Nilva Santos; da Educação, Volmar Vicente Filippin; e de Saúde, Leandro Mazina Martins.

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
14/11/2017 - 15h04
Polícia incinera 1,4 tonelada de drogas apreendidas em Mato Grosso do Sul
20/09/2016 - 08h16
Está proibida venda a adolescentes de produtos usados para fazer “loló”
21/06/2016 - 09h45
Polícia queima droga avaliada em R$ 66 milhões; apreensões cresceram 7%
06/11/2015 - 15h06
Senador Moka diz que Brasil erra no combate ao tráfico nas fronteiras
06/08/2015 - 06h18
Drogas e álcool: conheça os efeitos da Síndrome de Abstinência Neonatal
 
Últimas notícias do site
17/11/2017 - 16h03
Viralizou: cachorrinho 'penetra' na balada é a imagem mais fofa que você vai ver hoje
17/11/2017 - 10h18
Fim de semana tem sertanejo, funk, comédia e teatro
17/11/2017 - 07h53
Confira as ocorrências dos Bombeiros das últimas horas
17/11/2017 - 07h44
Proprietários rurais são autuados por manterem carvoarias ilegais
17/11/2017 - 06h14
Confira as ocorrências dos Bombeiros das últimas horas
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.