especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Indústria e Comércio - 10/07/2012 - 16h05

Entidades bolivianas querem conhecer potenciais econômicos da fronteira




Por Redação Pantanal News/Sebrae/MS

Workshop do Sebrae em Corumbá apresenta ferramenta aplicada no Mato Grosso do Sul para identificação de necessidades e oportunidades em 21 municípios
Conhecer e aplicar metodologia de pesquisa que permita identificar os setores potenciais para investimentos e abertura de novos negócios em duas cidades bolivianas que fazem fronteira com Mato Grosso do Sul é a principal aposta do grupo que se reúne nesta terça-feira, 10 de julho, das 8h às 16h, no Sebrae Regional Pantanal, na cidade de Corumbá.

Participam do encontro de trabalho 15 representantes de entidades, entre elas três universidades bolivianas, a Fundacion Trabajo Empresa (FTE), o Governo de Germán Busch e as prefeituras de Puerto Suarez e Puerto Quijarro. 

Pela manhã, o grupo participou de apresentações sobre o projeto Prolocal, do Sebrae, que atua no desenvolvimento de 21 municípios do Estado, com menos de 50 mil habitantes. “O foco da apresentação foi a metodologia Mapa de Oportunidades, seus resultados e de que forma esta ferramenta tem sido utilizada no fortalecimento das cidades do interior de Mato Grosso do Sul a partir do estímulo ao empreendedorismo e auxílio nas politicas públicas”, explica a técnica do Sebrae, Luana Nakasone.

À tarde, durante oficina, consultores do Sebrae irão orientar o grupo para a construção dos questionários que darão base à pesquisa a ser realizada na Bolívia e a tabulação das informações levantadas. “A proposta é fazer um piloto em Puerto Suarez e Puerto Quijarro e depois extrapolar para todo o distrito de Santa Cruz”, diz Nakasone.

O diretor da FTE, René Salomon, destaca que o encontro permite que diversas instituições da Bolívia, especialmente o governo do Departamento de Santa Cruz, as universidades e institutos tecnológicos conheçam a experiência do Prolocal no MS. “Esta metodologia é muito positiva para que possamos aproveitar ao máximo o conhecimento das necessidades que temos na Bolívia  e identificar as oportunidades de desenvolvimento em diversos setores produtivos”, avalia.

Para ele, as informações serão úteis tanto nas iniciativas governamentais, quanto nos potenciais processos de formação de um instituto técnico da fronteira. “Ao mesmo tempo identificaremos as capacidades locais para melhor municiar as ações do projeto MS Sem Fronteiras”, diz Salomon.

O fortalecimento econômico da região, de acordo com Salomon, se iniciará a partir de um triângulo relacionado às cadeias produtivas do turismo e da produção de alimentos, aliadas à geração de oportunidades para mulheres e jovens em segmentos como costura, produção artesanal. “Mediante capacitação da mão de obra, atenção ao potencial turístico da região, apoio ao pequeno produtor para que possa melhorar sua própria e alimentação e comercializar e da utilização estratégica da rota bioceânica para alcançar novos mercados”, conclui. 

Região de Fronteira

O MS sem Fronteiras é um projeto do Sebrae de integração competitiva entre territórios fronteiriços de Mato Grosso do Sul com cidades da Bolívia e do Paraguai. O objetivo é promover o desenvolvimento territorial destas localidades a partir do incentivo ao empreendedorismo.

Na Bolívia, a população que vive na faixa de fronteira com Mato Grosso do Sul é de 52.182 habitantes. A economia é formada em quase totalidade (94%) por empresas que vivem na informalidade. São 2.824 informais e apenas 181 legalizadas.

Entre as ações do projeto estão cursos, palestras, consultorias, pesquisas, reuniões e parcerias com entidades brasileiras, bolivianas e paraguaias. Para sua execução, o projeto conta com investimentos do Sebrae, no Brasil, e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID/Fumin) em território estrangeiro.

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
17/03/2017 - 09h40
Indústria sem Fronteiras é criado para aquecer economia em municípios
20/01/2016 - 09h43
Exportação de industrializados fecha 2015 com queda de 21,9% em MS
17/12/2015 - 08h30
Mesmo com crise, indústria de alimentos projeta crescer em MS
19/10/2015 - 07h05
Terminal de Porto Murtinho será reaberto nesta terça com embarque de 6 mil toneladas de açúcar
02/10/2015 - 06h54
MS vence disputa com 3 estados e garante industria de R$1,6 bilhão
 
Últimas notícias do site
12/12/2017 - 08h51
Governo divulga resultado dos recursos do concurso da Polícia Civil
12/12/2017 - 08h42
Calor predomina e meteorologistas alertam para baixa umidade do ar
12/12/2017 - 08h16
Governador participa de reunião do Codesul em Porto Alegre
11/12/2017 - 14h35
Homens ameaçam policias com faca e são presos
11/12/2017 - 07h05
PMA de Aquidauana realiza Educação Ambiental para alunos e professores indígenas
 

88

ZAP NOVO
Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.