zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Brasil - 10/07/2012 - 15h05

Governo não cumprirá ameaça de cortar salário dos servidores em greve, avaliam sindicalistas




Por Redação Pantanal News/Agência Brasil

Fernando César Oliveira
Repórter da Agência Brasil

Curitiba – Dirigentes sindicais que representam categorias de servidores públicos federais em greve admitem que a ameaça feita pelo governo federal na última semana de cortar o ponto de quem aderiu à paralisação gerou apreensão entre parte dos trabalhadores, mas dizem acreditar que a medida não irá se efetivar, por simples impossibilidade prática. Os trabalhadores também estão se mobilizando contra a ameaça.

"Nosso sindicato avalia que o governo não vai fazer isso [efetivar o corte do ponto], porque identificar quem está trabalhando e quem está em greve é uma operação complexa, e restaria a alternativa de repetir o que já fez o [ex-ministro da Educação] Paulo Renato, que cortou o salário de todo mundo", disse à Agência Brasil a professora Nanci Stancki da Luz, diretora da Seção Sindical dos Docentes da Universidade Tecnológica Federal do Paraná.

"As universidades simplesmente não têm como entregar o ponto dos professores, que fazem um trabalho intelectual, de pesquisa, de orientação de alunos", disse Luis Allan Künzle, presidente da Associação dos Professores da Universidade Federal do Paraná.

Todos os dirigentes sindicais ouvidos pela Agência Brasil foram unânimes em criticar a decisão de cortar o ponto, expedida na última sexta-feira (6) pelo Ministério do Planejamento a todos os gestores de recursos humanos do governo federal.

"O comando nacional da greve dos servidores técnico-administrativos fez uma plenária e está orientando as bases a solicitar a todos os reitores das universidades federais que se posicionem contra esse desconto", afirmou Carla Cobalchini, presidenta do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Terceiro Grau Público de Curitiba, Região Metropolitana e Litoral do Estado do Paraná (Sinditest-PR).

"A ameaça de corte de ponto gerou preocupação, mas a nossa expectativa é radicalizar o movimento", afirmou a dirigente.

De acordo com os sindicatos ouvidos pela Agência Brasil, nenhum servidor em greve voltou ao trabalho em decorrência do anúncio de corte do ponto. "Nossa folha de pagamento fecha no próximo dia 19, e alguns trabalhadores ficaram com algum receio", admite Alcides Gaboardi, vice-presidente da Associação dos Servidores do Incra no Paraná (Assincra-PR). "O governo está reprimindo o movimento e tentando cercear um direito constitucional".

Na manhã desta terça-feira (10), servidores das universidades federais, do Ministério da Saúde, do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) fizeram uma nova passeata conjunta no centro de Curitiba. A greve atinge 27 das 30 superintendências regionais do Incra e, no caso dos professores, 58 das 59 universidades federais.

Os servidores do Ministério da Saúde em Curitiba aprovaram uma paralisação de 48 horas, iniciada ontem (9). "No Paraná, todos os 39 servidores da área de auditoria do Sistema Único de Saúde, por exemplo, estarão aptos a se aposentar ainda este ano", relatou à Agência Brasil o servidor Jorge Oliveira.

Entre as reivindicações comuns às diversas categorias estão reajuste salarial, novas contratações por concurso público e melhoria das condições de trabalho.

O edifício da Reitoria da UFPR está ocupado por um grupo de cerca de cem estudantes há uma semana, desde a noite do último dia 3. Os alunos exigem o cumprimento de uma série de itens da pauta local de reivindicações, entre eles melhoria das condições de acessibilidade para pessoas com deficiência, ampliação da assistência estudantil, aquisição de mais livros para as bibliotecas e melhorias na infraestrutura da universidade.

"Além da pauta local, nossa ocupação também tem um caráter nacional, para pressionar o Ministério da Educação a negociar o fim da greve", afirma a estudante Ana Paula Pereira, do curso de medicina da UFPR. Uma reunião entre a administração da universidade e representantes dos alunos, funcionários e professores está marcada para a tarde desta quarta-feira (11).

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
18/10/2017 - 15h40
Casa pega fogo em Marília e bombeiros salvam casal de cães e oito filhotes
11/10/2017 - 08h00
Horário de verão 2017 começa neste domingo; moradores de 10 estados e DF devem adiantar relógio em 1 hora
14/09/2017 - 10h20
'Geladeira solidária' disponibiliza alimentos de graça em São Carlos, SP
04/08/2017 - 08h50
Luiz Melodia morre aos 66 anos, em decorrência de câncer de medula
24/04/2017 - 10h39
Corpo do cantor Jerry Adriani é velado no Rio
 
Últimas notícias do site
18/10/2017 - 16h10
Local de prova do Enem será divulgado na sexta a partir das 10h, diz Inep
18/10/2017 - 16h10
Central 0800 permite solicitação de serviços referentes à iluminação pública
18/10/2017 - 16h05
Corumbá: Estudantes devem fazer rematrícula para vaga na Rede Municipal de Ensino
18/10/2017 - 15h40
Casa pega fogo em Marília e bombeiros salvam casal de cães e oito filhotes
18/10/2017 - 10h57
PMA prende foragido da justiça durante fiscalização
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.