zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meio ambiente - 05/08/2008 - 16h45

MS avança nos setores de siderurgia a carvão vegetal




ARQUIVO SEPROTUR

Por Cristiane Sandim/Assessoria de Imprensa Seprotur

O governo enquadrou nos últimos dois anos 63 operações de crédito no FCO no valor de R$ 217,7 milhões para implantação de florestas de eucalipto e negocia outros R$ 409,5 milhões em investimento de três novas indústrias siderúrgicas que devem viabilizar seus empreendimentos no Estado. Há ainda outras quatro unidades semelhantes em funcionamento que já investiram R$ 234,5 milhões e geram 769 empregos em Aquidauana, Corumbá, Ribas do Rio Pardo e na Capital.

 

O aquecimento dos setores de siderurgia a carvão vegetal, conforme a secretária Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias (Seprotur), deve-se as grandes reservas de ferro e manganês, na região de Corumbá, aliadas à demanda mundial por produtos florestais. “Mato Grosso do Sul já começa a vislumbrar um futuro promissor. Saímos da condição de exportador de minério in-natura, caminhando para industrialização. Um segundo momento será a verticalização, com a produção de aço”, prevê ela destacando que Conselho de Desenvolvimento Indústrial do Estado (CDI) associado ao Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO), são indutores deste avanço.

 

Hoje existe no Estado cerca de 200 mil hectares de florestas plantadas, sendo essa produção destinada, em parte, à produção de carvão vegetal para as indústrias siderúrgicas existentes e em fase de implantação. Ano passado o FCO anuiu 55 projetos de financiamento no valor de R$ 156,2 milhões, tendo contratado 20 operações que somam R$ 38,2 milhões em investimento. A implantação de florestas de eucalipto – principalmente no eixo Três Lagoas/Campo Grande/Corumbá – poderá alcançar até o final do ano uma área de 50 mil hectares.

 

Saindo do setor produtivo para o indústrial, o Estado mantém contatos com empreendedores que já estão realizando estudos de viabilidade para implantação de suas unidades industriais. Junto ao CDI há três novos empreendimentos sendo um em Aquidauana (para produção de ferro gusa, com investimento de R$ 22,3 milhões e geração de 258 empregos), e outros dois em Três Lagoas (um para produção de ferro gusa e outro para fabricação de vergalhões, investimentos que somam R$ 387,1 milhões com a geração de 700 empregos).

 

MEIO AMBIENTE

 

Além de incentivar a produção e a industrialização o Estado também acompanha “pari passu” a legalidade ambiental de tais investimentos. Visando eliminar burocracias, mas dentro da lei, a Secretaria de Meio Ambiente, Cidades, Planejamento, Ciência e Tecnologia (Semac) divulgou em março deste ano, os procedimentos para pessoas físicas e jurídicas que pretendem obter licenciamento ambiental para produção de carvão vegetal em Mato Grosso do Sul.

 

As normas constam da Resolução número 5, publicada no Diário Oficial do Estado em 19 de março de 2008 (ww1.imprensaoficial.ms.gov.br/pdf/DO7177_19_03_2008.pdf – página 13 a 18).

 

SERVIÇO

 

A Seprotur e a Semac, através de seus devidos representantes, participam na próxima quarta-feira (6) do “Café com Notícias”, evento que irá debater com a imprensa sobre “Siderurgia a Carvão Vegetal em MS”. A programação acontece das 7h30 às 11 horas na Federação das Indústrias do Estado (Fiems). A ação visa esclarecer a sociedade sobre o setor e suas prerrogativas no âmbito estadual e nacional.

 

Também participam do debate representantes dos setores produtivo (Federação da Agricultura e Pecuária de MS – Famasul), siderúrgico (Vetorial, MMX e Simasul), indústrial (Fiems e Sindicato das Indústrias e dos Produtores de Carvão Vegetal de MS – Sindicarv), entidade do setor (Associação Sul-mato-grossense de Produtores e Consumidores de Florestas Plantadas – Reflore/MS), e Sebrae/MS.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
santo silva, em 26/10/2008 - 10h28

Sabemos que no Estado existem diversas Carvoarias e muita gente depende do Carvão para sobreviver. Essa baixa no preço do Carvão tem prejudicado muito, oque prescisa ser feito para mudar isso? Ha comentários que no inicio do Ano que vem o preço do carvão pode melhorar, oque vcs me dizem? Obrigado,

Wilson, em 07/08/2008 - 22h31

Sou especialista de verdade no assunto (carvão vegetal) e meu comentario foi cedido para o site ecologico "www.homem-da-caverna.com" Leia na pagina "Lentes" que vc vai confirmar se sei ou não!!! Wilson

 
Últimas notícias do canal
19/04/2017 - 13h18
Entidades do setor florestal de MS promovem campanha de combate a incêndios
18/04/2017 - 15h15
Fenômeno natural, decoada começa no rio Paraguai causando morte de peixes
10/04/2017 - 09h19
Anastácio: Sucuri de 3 metros é encontrada em terreno onde crianças soltavam pipa
05/04/2017 - 09h08
Corumbá: Exposição mostra impactos do lixo na natureza
05/04/2017 - 08h35
Jacaré é encontrado em varanda de residência durante a madrugada
 
Últimas notícias do site
27/04/2017 - 15h06
Rádio Independente de Aquidauana recebe "Moção de Congratulação" do deputado estadual Paulo Siufi por processo de migração para FM
27/04/2017 - 15h03
Em MS, 27% dos contribuintes ainda não entregaram declaração do IR 2017
27/04/2017 - 07h10
Chuva em municípios de MS passou dos 50 mm e derrubou temperaturas
27/04/2017 - 06h31
Confira as ocorrências dos Bombeiros das últimas horas
27/04/2017 - 06h24
No primeiro frio do ano, quinta-feira amanhece com mínima de 9°C em MS
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.