especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Indústria e Comércio - 29/06/2012 - 14h45

Moka defende crédito do BNDES a pequenos e médios frigoríficos






Por Redação Pantanal News

O senador Waldemir Moka (PMDB) defendeu ontem (28) a criação de linhas de financiamento do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para capitalizar e reestruturar pequenos e médios frigoríficos em Mato Grosso do Sul e no restante do país.

A declaração foi dada durante reunião com conselheiros do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para discutir a concentração do setor de frigoríficos nas mãos de grandes grupos, como o JBS. O presidente Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Francisco Maia, também participou do encontro na sede do Cade, em Brasília.

De acordo com Moka, é importante que o Governo federal, por meio do BNDES, financie grandes empresas para que elas tenham como competir internacionalmente. No entanto, diz que os pequenos e médios frigoríficos também precisam ser capitalizados por serem potenciais geradores de empregos nas pequenas cidades.

“O que nós estamos pretendendo mostrar, através do Cade, que não é possível continuar fechando médios e pequenos frigoríficos por conta da concentração de investimentos públicos nas grandes empresas do setor, que é o que vem ocorrendo", declarou.

O presidente do Cade, Vinicius Carvalho, pediu informações a cada entidade do setor da carne sobre o comportamento dos frigoríficos em suas regiões. O objetivo é reunir dados e informações consistentes para embasar a abertura de processo de investigação contra o grupo JBS.

Moka diz não ter dúvida de que a denúncia formulada pelos produtores será investigada. “Os conselheiros do Cade estão cientes da gravidade da denúncia e demonstram claramente que vão a fundo para punir quem estiver praticando concorrência desleal no setor”, afirma.


Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
17/03/2017 - 09h40
Indústria sem Fronteiras é criado para aquecer economia em municípios
20/01/2016 - 09h43
Exportação de industrializados fecha 2015 com queda de 21,9% em MS
17/12/2015 - 08h30
Mesmo com crise, indústria de alimentos projeta crescer em MS
19/10/2015 - 07h05
Terminal de Porto Murtinho será reaberto nesta terça com embarque de 6 mil toneladas de açúcar
02/10/2015 - 06h54
MS vence disputa com 3 estados e garante industria de R$1,6 bilhão
 
Últimas notícias do site
13/12/2017 - 08h34
Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 33 milhões nesta quarta-feira
13/12/2017 - 07h58
Azambuja se reúne com empresa e dá posse ao novo secretário de Saúde
13/12/2017 - 06h54
'Dog itinerante': Este cachorrinho já visitou mais cidades que muita gente
13/12/2017 - 06h38
Dia amanhece com sol entre nuvens, mas previsão é de temperatura alta
12/12/2017 - 14h30
Produção de grãos em MS cresce 40%, alta acima da média nacional
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.