REFORMA GOV MS
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meio ambiente - 12/06/2012 - 11h09

Imasul apoia consórcios municipais para implantação do Plano Estadual de Resíduos Sólidos




Por Redação Pantanal News/Karina Lima-Notícias.MS

Edemir Rodrigues

 

Campo Grande (MS) - A adesão e o incentivo aos municípios para a elaboração de consórcios intermunicipais tem sido uma das metas do governo do Estado, por intermédio da Semac e do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul para a solução da destinação final de Residuos Sólidos.

 

Para atender a este objetivo, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente, do Planejamento, da Ciência e Tecnologia (Semac) está finalizando o plano de gestão Integrada de Resíduos Sólidos para os 11 municipios da Bacia do Taquari, agregando ainda Bandeirantes, devido à sua proximidade geográfica.

 

Dos 78 municípios, 36 já estão em processo de implantação de aterros sanitários de acordo com a Lei Nacional de Resíduos Sólidos (12.305, de agosto de 2010). O prazo para as cidades brasileiras elaborarem seus planos de Resíduos Sólidos é agosto de 2012, sendo que estas têm até outubro de 2014 para encerrarem seus lixões.

 

Para o Imasul, a criação de consórcios é uma boa alternativa, pois garante menor custo de implantação dos aterros, além de ser uma medida mais eficiente. “Atualmente, cada município do Estado tem um lixão. Os consórcios para a construção de aterros são uma novidade viável, pois o custo estimado será de R$ 1,7 milhão por aterro e atenderá diversos municípios, tomando por base os estudos realizados na Bacia do Taquari”, afirma Lorivaldo de Paula, gerente de Desenvolvimento do Imasul e coordenador do Plano Estadual de Resíduos Sólidos.

 

Vários municípios do Estado estão em fase de elaboração de seus planos de saneamento básico, em atenção à Lei 11.447/2007, com conteúdos que contemplam também o "Plano de Limpeza Urbana e Manejo de Resíduos Sólidos". Entretanto, devem se atentar para que seja atendido o artigo 19 da Lei 12.305/2010, que estabelece conteúdo mínimo para que este componente seja aceito no Plano de Resíduos Sólidos, orienta Lorivaldo.

 

Além do baixo custo de implantação e gerenciamento, os consórcios também permitirão que uma mesma área seja utilizada para o tratamento dos resíduos e a correta destinação de rejeitos. “Há o valor agregado do material reciclável, que é outra vantagem dos consórcios, já que esse produto vai estar em apenas um ponto e não distribuído nas cidades, facilitando o acesso das empresas que atuam neste segmento”, afirmou Lorivaldo.

 

Além dos municípios de Campo Grande, Dourados e Três Lagoas e Aquidauana, que têm aterros individuais, estão previstos aterros consorciados, inicialmente: um para as cidades de Corumbá e Ladário; um para Camapuã, Bandeirantes e São Gabriel do Oeste; um para Rio Verde, Coxim, Pedro Gomes e Sonora e mais um para Alcinópolis, Figueirão e Costa Rica, abrangendo a região da Bacia do Taquari.

 

Outros três aterros poderão ser instalados de forma consorciada para as cidades do Conesul: Amambai, Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Eldorado, Japorã, Itaquiraí, Mundo Novo, Naviraí, Paranhos, Sete Quedas e Tacuru, assim que for elaborado o Plano de Gestão de Resíduos Sólidos do Consórcio Conisul, já com recursos assegurados. Mais um aterro, obtido por iniciativa do Cidema - Consórcio Intermunicipal para a Gestão Integrada das Bacias dos Rios Miranda e Apa, já em fase de licenciamento, atenderá as cidades do Consórcio: Jardim, Guia Lopes, Nioaque, Bela Vista e Bonito.

 

O órgão responsável para autorizar a implantação dos aterros é o Imasul, que emite as licenças ambientais para que os municípios procedam à instalação dos aterros sanitários. “O Imasul é parceiro dos municípios e apoia a elaboração de consórcios. O Plano Estadual de Resíduos Sólidos, com recursos assegurados, é quem vai determinar a regionalização que será adotada pelo Estado para a Gestão de Resíduos Sólidos e considerará, certamente, os consórcios que já estiverem estabelecidos com esta finalidade”, afirmou Lorivaldo.

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
18/05/2017 - 15h17
Cartilha informa pescadores e turistas sobre legislação e regras de pesca em MS
08/05/2017 - 09h13
Projeto Arara Azul é finalista em prêmio nacional
05/05/2017 - 06h08
Rota das Monções: passeio em MS para conhecer exploração dos índios e do ouro no século XVII
19/04/2017 - 13h18
Entidades do setor florestal de MS promovem campanha de combate a incêndios
18/04/2017 - 15h15
Fenômeno natural, decoada começa no rio Paraguai causando morte de peixes
 
Últimas notícias do site
23/05/2017 - 16h02
Projeto de Lei do Deputado Dr. Paulo Siufi inclui no Calendário Cívico de MS Festa a São Luís Orione
23/05/2017 - 15h41
Instituto alerta para tempestade em MS entre terça e quarta-feira
23/05/2017 - 14h16
7º Batalhão PM recebe novos Sargentos
23/05/2017 - 10h44
Aplicativo auxilia produtores a produzir carne com qualidade em Mato Grosso do Sul
23/05/2017 - 08h00
Processos seletivos reúnem várias vagas em MS e salários de até R$ 6,7 mil
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.