CARNAVAL CORUMBÁ 2018
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Ciência e Tecnologia - 22/05/2012 - 08h29

Setenta milhões de brasileiros têm acesso à internet




Por Redação Pantanal News/Governo Federal

Há dois anos, no início da implementação do Programa Nacional de Banda Larga, eram 27 milhões

Os cidadãos brasileiros com acesso à internet já somam 70 milhões. Há dois anos, quando se iniciou a implementação do Programa Nacional de Banda Larga (PNBL), o número de brasileiros com acessos fixos e móveis era de 27 milhões. Além da meta de massificação da internet, o programa desenvolve políticas para incentivar a produção de tecnologia, a modernização da infraestrutura e medidas regulatórias para o setor.

A expansão da rede pública nacional, administrada pela Telebras, é uma das ações prioritárias do PNBL e permite a venda de capacidade de conexão a pequenos provedores. Essa comercialização garante a conexão de municípios localizados em regiões menos atrativas economicamente. Atualmente, a rede pública nacional está em 697 cidades e, até 2014, deve atender a 4.283 municípios.

As demais localidades, situadas em regiões remotas e de difícil acesso, serão conectadas por meio de satélites. Está previsto o lançamento, até 2014, de um satélite geoestacionário para atender demandas de banda larga e defesa nacional, um projeto que será coordenado pela Telebras. O satélite viabilizará o atendimento de 1.282 cidades.

De acordo com o Ministério das Comunicações, desde a entrada da Telebras no mercado, o preço cobrado pelo uso da infraestrutura de telecomunicações no atacado já foi reduzido em 50%. “Esse é um resultado muito promissor, pois a diminuição do valor cobrado aos pequenos provedores permite que eles cresçam, façam investimentos, melhorem a qualidade do serviço prestado e tornem-se mais competitivos”, destaca o ministro, Paulo Bernardo.

A desoneração para construção das redes de alta capacidade, feita por meio do Regime Especial de Tributação do PNBL, com a medida provisória nº 563, também integra as ações do programa. 

Tablets - Para popularizar o acesso aos serviços de banda larga e promover a produção nacional, o governo adotou medidas para baratear os tablets e modems de internet fixa e 3G. Esses equipamentos contam com isenção de impostos federais por meio da chamada Lei do Bem. O próximo passo será estender esse benefício aos smartphones - celulares com acesso à internet.

Outras ações do Programa Nacional de Banda Larga:

Banda Larga Popular - Em junho de 2011, o Ministério das Comunicações firmou termos de acordo com operadoras para a oferta do plano de internet popular a R$ 35 mensais para 1 Mbps de velocidade. Já são 1.328 municípios com ofertas nos moldes do PNBL, atendendo a cerca de 1,2 milhão de pessoas

4G e internet rural - A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) fixou alguns dos regulamentos previstos para operação das empresas de telecomunicações, além de organizar os leilões de faixas de frequência que trarão novos serviços à população

TV por assinatura - A simplificação das regras de prestação dos serviços de TV por assinatura e a abertura do mercado para a atuação das empresas de telefonia e de capital estrangeira são medidas para incrementar a infraestrutura de conexão, a concorrência e tornar o serviço mais acessível ao consumidor. 

As mudanças foram viabilizadas pela Lei do Serviço de Acesso Condicionado,  que permite uma oferta maior e a promoção de serviços convergentes que incluam no mesmo pacote telefonia, TV por assinatura e internet

 

Fonte: Ministério das Comunicações

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

 

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
22/11/2017 - 09h39
Projetos do IFMS conquistam principais prêmios de feira científica estadual
08/11/2017 - 15h17
Estudantes do IFMS vencem competição nacional de foguetes
25/10/2017 - 07h46
Reinaldo participa da abertura da Semana de Tecnologia nesta quarta-feira
21/08/2017 - 11h51
IFMS prorroga inscrições em Feiras de Ciência para setembro
22/06/2017 - 10h05
IFMS promove evento de tecnologia aberto à comunidade em Aquidauna
 
Últimas notícias do site
15/01/2018 - 15h28
Inmet emite alerta de perigo potencial em algumas cidades de MS
15/01/2018 - 13h25
Com uso de drone, PMA autua em R$ 43 mil fazendeiro por desmatamento
15/01/2018 - 10h28
Corumbá retoma serviço de pavimentação de alamedas com recursos próprios
15/01/2018 - 08h30
Rose sanciona lei que prevê punições em casos de indisciplina nas escolas
15/01/2018 - 08h15
Quibe de forno recheado vai trazer sabor e praticidade à sua segunda
 

zap

88

ZAP NOVO
Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.