zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Emprego - 13/04/2012 - 11h45

Trabalhador da indústria ganha 1,3% mais, diz IBGE




Por Redação Pantanal News/Governo Federal

Nível de emprego está estável 

O valor da folha de pagamento dos trabalhadores da indústria aumentou 1,3% de janeiro para fevereiro (veja tabela), de acordo com a Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário (Pimes), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada nessa quinta-feira (12). A Pimes mostra que o nível de emprego está estável, com leve alta de 0,1% de janeiro para fevereiro. O número de horas pagas acentuou a intensidade do crescimento entre janeiro (0,1%) e fevereiro (0,6%).

O crescimento da folha é o segundo consecutivo e foi impulsionado pelo aumento de 22% no setor extrativo, influenciado pelo pagamento de participação nos lucros e resultados em empresas do segmento.

A Pimes revela que, na comparação com fevereiro de 2011, a folha de pagamento cresceu 5,4% em fevereiro deste ano. Trata-se do 26º resultado positivo nesse tipo de comparação e o mais intenso desde agosto de 2011, quando foi registrada expansão de 7,1%.

Desde o início do ano, a folha de pagamento acumula alta de 4,8%. No período dos últimos 12 meses, encerrados em fevereiro, o crescimento acumulado é 4%.

Regiões - Segundo o IBGE, na comparação entre fevereiro deste ano e o mesmo mês do ano passado, a folha de pagamento dos trabalhadores da indústria aumentou em 14 locais investigados. A principal elevação foi observada em Minas Gerais (10,5%). O resultado foi influenciado, principalmente, pela indústria extrativa (22,9%), com o pagamento de participação nos lucros, além do bom desempenho de meios de transporte (11,2%) e de metalurgia básica (7,7%).

Também foram observadas altas nas indústrias da região Nordeste (10,1%), do Paraná (11,8%), das regiões Norte e Centro-Oeste (8,6%), de São Paulo (1,4%) e do Rio de Janeiro (7%).

O documento aponta que houve aumento na folha de pagamento em 13 dos 18 ramos pesquisados, com destaque para indústrias extrativas (22,9%), alimentos e bebidas (10,7%) e meios de transporte (8,5%).

Nova medida reforça defesa comercial 

Para fortalecer a defesa comercial, a Receita Federal e o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) firmaram convênio de cooperação técnica, para verificar se as mercadorias importadas estão em conformidade com a norma técnica brasileira. “A intenção é aprimorar o controle sobre as mercadorias importadas”, diz o secretário da Receita Federal, Carlos Alberto Barreto.

O convênio faz parte do conjunto de medidas de defesa comercial do Plano Brasil Maior, para garantir a concorrência leal com o produto da indústria nacional e a proteção do mercado consumidor brasileiro.

Acordo - O Inmetro ficará à disposição da Receita para verificar, durante o processo de desembaraço das mercadorias, sua conformidade com os regulamentos técnicos do Brasil. O Inmetro também poderá indicar à Receita casos que julgar suspeitos de importação de mercadoria que não atende ao padrão brasileiro, detectados em suas atividades de rotina.

Além disso, o Instituto também vai colaborar com a capacitação dos servidores da Receita para a identificação de mercadorias, objeto de regulamentação técnica, e disponibilizará informações sobre tais normas.

Já à Receita caberá submeter à conferência física, conforme análise de risco, as mercadorias sujeitas à normas técnicas e a controle administrativo na importação.

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
09/06/2017 - 07h38
Ministério Público abre vagas de estágio para alunos de nível médio e superior
19/04/2017 - 16h55
Nota Oficial- Superintendência Regional do Trabalho em Campo Grande
11/04/2017 - 09h41
Tribunal Regional Eleitoral continua com inscrições para 24 vagas de estágio
04/01/2017 - 10h05
Governo abre 12 vagas em processo seletivo com salários de R$ 3,9 mil
14/12/2016 - 08h18
Ministério de Trabalho realiza mutirão de atendimento em 8 cidades de MS
 
Últimas notícias do site
23/06/2017 - 16h02
TVE em Maracaju: governador Reinaldo e prefeito Maurílio Azambuja reativam sinal neste sábado
23/06/2017 - 14h16
Projeto de Moka quer acabar com distorção na disputa por vaga a pessoa com deficiência
23/06/2017 - 14h06
Fim de semana será de clima seco, com noites frias e tardes ensolaradas
23/06/2017 - 12h41
PMA autua pecuarista em degradar nascentes e dois córregos e áreas protegidas de matas ciliares
23/06/2017 - 10h35
Deputado Dr. Paulo Siufi solicita recolhimento de livro infantil que aborda incesto
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.