zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Artes e lazer - 07/03/2012 - 14h29

Exposição de artesanato acontece amanhã no presídio semiaberto feminino de Dourados




Por Redação Pantanal News/Karina Lima-Notícias.MS

Divulgação/Agepen

      Dourados (MS) – As peças em mosaico e os demais trabalhos artesanais produzidos pelas internas do Estabelecimento Penal Feminino de Regimes Semiaberto, Aberto e de Assistência às Albergadas de Dourados poderão ser vistos e adquiridos nesta quinta-feira, dia 8 de março, no próprio presídio.

      A “mostra de artes” terá início às 9 horas e prossegue até as 17 horas. Mais de 150 peças estarão expostas, todas resultado do projeto desenvolvido na unidade prisional.

     De acordo com a coordenadora do projeto de artesanato e responsável pelo Setor de Trabalho do presídio, Lucilene Matias, o objetivo da exposição é demonstrar à sociedade a atividade realizada com as detentas e a beleza do trabalho desenvolvido.

     O dinheiro arrecadado com a venda dos materiais será revertido em prol das internas que os produziram e na aquisição de matéria prima para a confecção de novas peças.

     O Estabelecimento Penal Feminino de Regimes Semiaberto, Aberto e de Assistência às Albergadas de Dourados está localizado na rua Ciro Melo, 3418, bairro Jardim Paulista.

      Arte que encanta
      Pequenos pedaços que se juntam numa mistura de cores, texturas, criatividade e encanto. Nas mãos de detentas do Estabelecimento Penal Feminino de Regimes Semiaberto, Aberto e de Assistência às Albergadas de Dourados a arte do mosaico é sinônimo de inspiração para uma vida longe do mundo da criminalidade.

      A atividade surgiu de forma tímida no presídio, há cerca de dois meses, por iniciativa de servidoras penitenciárias que decidiram repassar às internas o conhecimento, que sempre serviu como hobby, como um meio de evitar o ócio causado pelo encarceramento. Com o aprendizado, as próprias internas participantes passaram a se aperfeiçoar e a ensinar as companheiras de cárcere.

     A iniciativa deu tão certo que, de pedaço em pedaço, a arte com os restos de pisos e azulejos transformou-se não só numa forma de ocupação produtiva para as reeducandas, mas em uma chance de ganharem seu sustento honestamente.

     Enxergando a atividade como uma verdadeira ocupação profissional, a reeducanda Mara Gilza Souza Diniz explica que na hora de montar as peças decorativas se inspira na percepção de como as pessoas gostariam de ter a arte do mosaico em casa ou no local de trabalho. “Penso em como ficaria na sala, no quarto, na varanda, enfim, é modelado a partir da inspiração sobre o que poderia agradar ao cliente”, afirma, informando que já usa o artesanato como meio de ganhar dinheiro.

      Já Danielly Rodrigues de Melo conta que “viaja nos pensamentos” na hora de produzir. "Aprendi a fazer mosaico aqui e a criação vem da minha imaginação, gosto muito, me distrai e ajuda a passar o tempo mais rápido”, garante. Conforme a detenta, o novo conhecimento, além de propiciar o prazer de criar arte, também pode representar uma oportunidade. “É fácil de fazer e ainda é uma renda extra", diz.

      Segundo a diretora do presídio, Luzia Aparecida Ferreira, no local as internas também aprendem crochê, pintura em pano de prato e a arte da cestaria (objetos feitos com papeis de revistas) e, somando essas atividades artesanais, atualmente todo o efetivo carcerário do estabelecimento prisional está envolvido na produção.

      As atividades artesanais contribuem também na rotina de disciplina da unidade, conforme a diretora. “Todo esse processo acaba propiciando qualificação e realização pessoal no trabalho e isso reflete também no bom comportamento”, comenta. “Cada trabalho desenvolvido capta percepção, desenvoltura, coordenação motora e discernimento, possibilitando que cada interna demonstre suas habilidades e suas qualidades”, enfatiza.

      Luzia destaca, ainda, que o sucesso nesse desenvolvimento dos trabalhos artesanais só é possível graças ao apoio e empenho dos servidores penitenciários. “É uma equipe que se dedica e acredita na importância desse trabalho para a ressocialização”, afirma.

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
21/01/2014 - 15h45
Projeto oferece atividades em praças e parques de Campo Grande
25/10/2013 - 07h37
Academias ao ar livre têm orientação de professores em MS; veja horários
18/10/2013 - 10h23
Dupla formada em Campo Grande consegue vaga no The Voice
27/09/2013 - 15h29
CCI realizará uma semana de comemoração ao Dia do Idoso
23/11/2012 - 09h09
FCMS leva o artesanato sul-mato-grossense para a 23º Feira Nacional do Artesanato
 
Últimas notícias do site
20/10/2017 - 09h52
Gás de botijão leva prévia da inflação oficial a 0,34% em outubro, diz IBGE
20/10/2017 - 09h30
Enem 2017: locais de prova já estão disponíveis no cartão de confirmação
20/10/2017 - 09h09
PMA prende jovem com rifles e munições ilegais
20/10/2017 - 08h40
Corumbá tem dois projetos selecionados para fase nacional do prêmio MPT na Escola
20/10/2017 - 08h07
PMA autua fazendeiro por degradação de matas ciliares
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.