zap
ANIVERSÁRIO CORUMBÁ 2017
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meio ambiente - 28/11/2008 - 07h08

Tita: aprovado projeto que altera diretrizes de licenciamento ambiental




Por Marília Campellini

Os deputados estaduais continuam o esforço de votar todos os projetos antes do final do ano legislativo. Assim, na sessão desta quinta-feira (27), em segunda discussão, os parlamentares aprovaram o projeto de lei nº 146/08, do deputado Diogo Tita, que altera a lei de Diretrizes de Licenciamento Ambiental Estadual e estabelece prazos para a emissão de licença e autorizações ambientais.

 
Comemorando a aprovação, Diogo Tita explicou que os carvoeiros estão sendo prejudicados pela demora no trâmite dos processos junto à Secretaria de Estado do Meio Ambiente, das Cidades, do Planejamento, da Ciência e Tecnologia (SEMAC) e essa demora impossibilita a análise dos processos no tempo estipulado por lei.
 
Pela proposta, que vai à redação final, nos casos em que os prazos estipulados não forem cumpridos pela SEMAC, os requerentes poderão fazer uso do objeto requerido no protocolo até seu deferimento ou indeferimento, devidamente fundamentados, sem qualquer restrição ou aplicação de multas por parte dos órgãos fiscalizadores, as quais, caso emitidas, serão anuladas de ofício. Fica a critério do chefe do Poder Executivo a anulação, remissão, redução, anistia ou quaisquer outros tipos de benefícios aos infratores.
 
Questionado sobre a proposta, o deputado que representa a região do Bolsão garantiu que ao apresentar as alterações objetivou imprimir mais eficiência ao serviço público, permitindo à classe trabalhar e gerar empregos diretos e indiretos, sem a necessidade de aguardar a manifestação expressa do Poder Executivo Estadual.
 
Tita destacou um ponto importantíssimo: os empresários sul-mato-grossenses não podem ser penalizados pela falta de pessoal qualificado nem pelas deficiências estruturais dos órgãos estaduais afetos a esses problemas.


Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
22/09/2017 - 14h39
Projeto Florestinha realizou Educação Ambiental para alunos em comemoração ao dia da árvore
21/09/2017 - 12h44
Dia da Árvore tem plantio e coral do Rede Solidária na Sedhast
21/09/2017 - 08h23
Campo Grande recebe primavera colorida pelos tarumãs e jacarandás
14/09/2017 - 05h50
Incêndio florestal que durou 10h consumiu pelo menos mil hectares
08/09/2017 - 07h45
Em uma semana, setembro já é o 3º mês com mais queimadas no ano
 
Últimas notícias do site
22/09/2017 - 17h12
Vídeo: Ministro oficializa migração de 23 rádios da frequência AM para FM
22/09/2017 - 17h00
Vídeo: Ministro assina documento que autoriza migração de rádios AM para FM em MS
22/09/2017 - 15h58
Aquidauana sedia encontro para debater inclusão no IFMS
22/09/2017 - 14h39
Projeto Florestinha realizou Educação Ambiental para alunos em comemoração ao dia da árvore
22/09/2017 - 13h11
PMA apreende redes e liberta peixes dos petrechos ilegais
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.