CARNAVAL CORUMBÁ 2018 II
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
O Estado do Pantanal - 04/08/2008 - 16h45

Índice mostra desenvolvimento dos municípios de MS em nível moderado




Rachid Waqued

Por Notícias MS

    A Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) divulgou hoje (4) o Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM), que consiste em uma pesquisa sobre as três principais áreas de desenvolvimento humano: emprego e renda, educação e saúde. A pesquisa abrangeu os 5.564 municípios brasileiros e conta com dados oficiais para montagem do índice.

     As informações que compõem o índice são de 2005, e a escala do IFDM varia de 0 (pior) a 1 (melhor) para classificar o desenvolvimento humano do país. Neste intervalo, são consideradas quatro categorias: baixo (de 0 a 0,4), regular (0,4001 a 0,6), moderado (de 0,6001 a 0,8) e alto (0,8001 a 1) desenvolvimento municipal.

      Mato Grosso do Sul 

    As cidades de Campo Grande, Dourados, São Gabriel do Oeste, Aparecida do Taboado e Corumbá lideram o ranking. No Estado, a média ficou em 0,7001, o que pode ser considerado nível moderado. Os últimos classificados da pesquisa são os municípios de Tacuru, Antônio João, Santa Rita do Pardo, Porto Murtinho e Japorã.

     Em 2000, Campo Grande era a 2ª colocada, com pontuação de 0,7242. na outra pesquisa, do ano de 2005, o nível medido chegou a 0,8280, dentro da categoria de alto desenvolvimento municipal. Desde 2000, a capital do Estado está em 6º lugar entre as 27 capitais brasileiras. Apenas duas capitais – Curitiba e Vitória – aparecem no ranking das 100 primeiras posições. Neste ranking, 82 municípios possuem menos de 300 mil habitantes e exatamente a metade tem menos de 100 mil habitantes.

     Novo Horizonte do Sul foi a cidade que mais avançou no ranking, com crescimento de 34,5% do índice, para 0,5782. Dos municípios do Mato Grosso do Sul, a maioria avançou nos indicadores em relação à situação de 2000. Apenas 10 tiveram queda no índice. No caso de Figueirão, a comparação não foi possível por falta de dados.

     Em 2005, a média brasileira do IFDM foi de 0,7129, superior ao resultado de 0,5954 em 2000. Na primeira metade dessa década houve melhora efetiva do perfil de desenvolvimento dos municípios brasileiros, constatada em 87,9% deles. No ranking municipal, em 2005, a melhor colocação foi de Indaiatuba (SP), com 0,9368 e a pontuação mínima foi de Santa Brígida (BA), com 0,2933.

     No grupo dos 100 melhores colocados, 87 municípios estão no estado de São Paulo. Os 13 restantes se encontram no Paraná (Maringá, Londrina e Curitiba), Santa Catarina (Brusque, Videira e Jaraguá do Sul), Rio de Janeiro (Macaé e Niterói), Rio Grande do Sul (Marau e Lajeado), Goiás (Catalão), Espírito Santo (Vitória) e Minas Gerais (Nova Lima).

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
18/01/2018 - 07h52
PMA captura tamanduá-mirim em rua de bairro da Capital
27/11/2017 - 08h39
“Se Amazônia é pulmão, Pantanal é o coração do planeta”
13/11/2017 - 09h40
Dia do Pantanal: mais que comemorar, ainda há muito a descobrir e preservar
10/11/2017 - 13h23
Com chuvas dos últimos dias, rios de MS atingem nível de alerta para enchente
08/11/2017 - 15h27
Devastação do Pantanal representa custo de R$ 19 milhões por ano
 
Últimas notícias do site
23/01/2018 - 10h20
Unidades de conservação podem ser administradas por parcerias público-privadas
22/01/2018 - 13h13
PMA multa fazendeiro em R$ 16,8 mil por desmatamentos durante a operação Cervo-do-Pantanal
22/01/2018 - 10h32
Em feira de adoção, 61 cães e 37 gastos ganham família e novo lar
22/01/2018 - 10h12
Corumbá já tem Corte de Momo para comandar Carnaval 2018
22/01/2018 - 09h35
Esta receita de arroz carreteiro é cremosa e vai fazer sucesso no seu churrasco
 

88

ZAP NOVO
Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.