zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Artigos - 06/02/2012 - 09h29

Civilizações Mac-Cola




Por Bruno Peron Loureiro

A crise que enfrentamos hoje não é financeira, mas civilizatória. É reducionista a afirmação de que a economia é culpada de tudo, como se ela fosse mais um atributo da natureza que regula as relações humanas. Das expressões de "comida-lixo" ao papel decepcionante das empresas por trás dos processos de transnacionalização, o déficit é das civilizações atuais.

Não só os hábitos alimentares se degradam na indigestão das marcas, mas os supostos agentes da educação ou do "processo civilizador" não sabem o que fazer com tanto poder. Perdem-se na banalidade de programas fúteis e antieducativos, quando é rádio ou televisão, ou na tentativa de controlar o conhecimento, como os fiscais de direitos autorais da internet.

Pouco importa se a referência é a um país menos ou mais civilizado, cuja categoria é tão relativa quanto o gosto e o sabor, ou se já foi colônia ou metrópole, ou se é pobre ou rico, ou se é passivo ou ativo diante do que os banqueiros fazem com o suor dos contribuintes através de suas taxas bancárias. Dizem que a culpa é sempre dos flagelados, endividados, migrantes.

A humanidade alcançou uma crise civilizatória sem precedentes.

Quando se apostava que Estados Unidos ou Europa resgataria os demais países e regiões da "barbárie" ou do "exotismo" ou do "atraso", eles mesmos se confirmam como artífices da desgraça, corsários de suas ex-colônias, espoliadores das finanças mundiais, semeadores de multiculturalismos segregacionistas, para os quais a mestiçagem é mito do "terceiro-mundo".

Nossas pretensas referências estão parados e olhando para trás.

O Estado perdeu influência em relação aos demais atores sociais no circuito global, mas não renunciou sua importância. Até mesmo Obama, chefe de Estado da mais mercadológica das nações atuais, reitera que a salvação virá das políticas públicas, que regularão os excessos neoliberais. Há que considerar que as políticas de empresas transnacionais possuem, amiúde, impacto maior que as que se elaboram no âmbito de governos. A questão que irrompe é: o que fazem com este poder?

Políticas de países economicamente avançados frequentemente são mais imperativas que as de organismos internacionais em regiões "periféricas". Em contrapartida à Organização dos Estados Americanos, a criação da Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos abala esta relação de poder.

Noutros termos, governos nacionais e organizações internacionais perpetuam o debate sobre o desenvolvimento em função de cifras econômicas e favores políticos, em vez de levar em consideração que a noção de desenvolvimento tornou-se tão abrangente a ponto de que os aspectos culturais e societais são irrenunciáveis. A esfera da criatividade é, portanto, uma das arestas do desenvolvimento. O reconhecimento é que veio depois.

O problema maior de boa parte das civilizações atuais é o que se transmite em termos educativos de uma geração para outra. Os núcleos de ensino (casa, escola, vizinhança, etc) são cada vez mais pressionados por lógicas exógenas que fazem crer que os jovens têm todo o mundo ao seu alcance através dos meios de comunicação e outras "janelas" que se abrem para uns e se fecham para outros.

Os aparatos de "convergência digital" tornam-se tão importantes para eles a ponto de substituir as afetividades que costumam dar sentido e vincular as civilizações. Estas se resumem, deste modo, no princípio "Mac-Cola", cuja trama se estabelece no plano superficial do consumismo em detrimento da estrutura vinculante inerente ao "processo civilizatório".

É hora de rever projetos de civilização engavetados ou "entumbados" ou "arqueologizados". A América Latina possui um número de próceres pouco recordados, concepções minoritárias e autóctones (o que inclui cosmovisões ameríndias), e as contribuições do sincretismo e da mestiçagem, para seguir o presságio de "raça cósmica" do mexicano José Vasconcelos.

A tarefa poderá ser um resgate daquilo que não se desenvolveu ou uma abertura para um projeto novo e exclusivo. Nalgum destes horizontes, ideais outros que o consumismo e o culto ao exógeno deverão nortear a humanidade em suas expressões civilizatórias.

http://www.brunoperon.com.br

 

Os artigos publicados com assinatura não representam a opinião do Portal Pantanal News. Sua publicação tem o objetivo de estimular o debate dos problemas do Pantanal do Mato Grosso do Sul e de Mato Grosso, do Brasil e do mundo, garantindo um espaço democrático para a livre exposição de correntes diferentes de pensamentos, idéias e opiniões. redacao@pantanalnews.com.br

 

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
24/07/2017 - 09h01
Atentado à Vida de Plácido de Castro
22/05/2017 - 09h01
Heraldo Pereira e Bosco Martins: um breve reencontro entre amigos
04/05/2017 - 14h30
Dr. Francisco Cavalcante Mangabeira – Parte VI
02/05/2017 - 11h08
O poeta de Sobral
24/04/2017 - 09h53
Dr. Francisco Cavalcante Mangabeira – Parte V
 
Últimas notícias do site
26/07/2017 - 10h04
Kits do Desafio Piraputanga de Mountain Bike começam a ser entregues
25/07/2017 - 16h35
Acelerador trava durante teste, ultraleve capota e fere piloto no pé esquerdo
25/07/2017 - 16h02
Divulgada marca da etapa Centro-Oeste dos Jogos dos Institutos Federais
25/07/2017 - 14h16
Rádios do MT e MS assinam contrato para funcionar em FM
25/07/2017 - 10h21
SOS Mata Atlântica monitora a qualidade da água dos rios de Mato Grosso do Sul com o auxílio de voluntários
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.