zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Artigos - 12/12/2011 - 08h05

Reflexões sobre qualidade de vida




Por Bruno Peron Loureiro

BrunoPeron Loureiro

O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA, da sigla eminglês) previu que seríamos 7 bilhões até outubro de 2011. A preocupação emtorno do aumento populacional tem sido constante em meus escritos. Como seassegurará a "qualidade de vida" a tantas pessoas se a maioria padece dadistorção de algum de seus vértices?

A resposta orienta-se pelo conceito de "qualidade de vida",que é mutante, subjetivo e distinto de quantidade. Fontes infindáveis de informaçãoatribuem sentidos a este termo, cuja importância se evidencia na canícula dassociedades modernas.

Este destaque deve-se a que se confunde o sentido do conceitocom os avanços técnicos, que trazem muitas vezes novos desafios e denigrem a"qualidade de vida". O automóvel passa de ser facilitador dos transportes paratornar-se agente de contaminação atmosférica, problemas respiratórios eestresse.

Os conceitos de "qualidade de vida" costumam abrangeraspectos biológicos (bem-estar, condicionamento físico, propensão a doenças),culturais (hábitos de infância, convívios sociais, vicissitudes, meios deformação e informação), e econômicos (renda, capacidade de consumo).

É leviano remeter ao tema sem considerar ao menos estas trêsfacetas do que atribui qualidade à vida, uma vez que a carência em qualquer umadelas impede o usufruto desta dádiva em sua plenitude.

O Brasil assiste a um momento contraditório de seudesenvolvimento, haja visto que a pujança de sua economia não se tem convertidoem rendas bem distribuídas devido ao modelo de exploração de mão-de-obra erecursos naturais. Há um encanto injustificado por atores que não pensam nocívico e o público, como as empresas transnacionais.

Não obstante, o Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas(IPEA) divulgou um estudo que aponta aumento de 146% nos gastos sociais dogoverno federal de 1995 a 2009. As áreas envolvidas são: educação, trabalho,saúde, habitação, entre outras.

Agrega-se que o Ministério do Trabalho acusa que houveaumento de contratação de estrangeiros no Brasil. O país emitiu, no primeirosemestre de 2011, 26,5 mil autorizações de trabalho, que se concentram nasáreas de infraestrutura, engenharia e tecnologia.

O Brasil possui inserção privilegiada no circuitointernacional em comparação com outros países historicamente colonizados eexplorados devido à capacidade ingente de produzir riquezas e exportá-las, noentanto indispõe-se internamente com os problemas clássicos dosubdesenvolvimento.

Como conciliar a "qualidade de vida" dos brasileiros com aremessa exportadora de nossos melhores alimentos e insumos industriais,enquanto a miséria e o descaso ainda assombram as favelas e nos encarecem osrecursos que testificariam - em vez de desmentir - nosso lugar como "paísemergente"?

A cooperação internacional - em vez da subserviência - temsido a opção de ministros e chefes de Estado para melhorar a "qualidade devida" ao combater a fome, a guerra e a pobreza. É inconcebível que se tenhatantas opções de consumo nas regiões mais avançadas tecnicamente enquantonoutras é preciso caminhar quilômetros com baldes de água na cabeça para saciara sede da família.

Economistas criaram o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH)em 1990, que mede a renda per capita,a expectativa de vida e a educação (índice de analfabetismo e matrículaescolar) dos países. A classificação baseia-se na variação de 0 a 1, sendo maispositiva e medição que se aproxima do 1.

O entendimento de "qualidade de vida" requer desanuviarconfusões e dogmas que recheiam o conceito a fim de que a inserção de cada umadas sete bilhões de pessoas seja a mais ativa e saudável possível.

Podemos e devemos ser agentes do processo de desenvolvimentoque contempla os aspectos biológicos, culturais e econômicos descritosanteriormente. A alimentação, os meios de convívio, os bons pensamentos e ainteração política reduzem a culpa do acaso e nos conferem maiorresponsabilidade sobre o grau de qualidade com que vivemos.

Clichês são válidos para esta finalidade, como o de agirlocalmente e pensar globalmente, pois somos mais dependentes de processos dealém-mar.

Quem delibera sobre sua "qualidade de vida": você ou oacaso?


http://www.brunoperon.com.br

Os artigos publicados com assinatura não representam a opinião do Portal Pantanal News. Sua publicação tem o objetivo de estimular o debate dos problemas do Pantanal do Mato Grosso do Sul e de Mato Grosso, do Brasil e do mundo, garantindo um espaço democrático para a livre exposição de correntes diferentes de pensamentos, idéias e opiniões. redacao@pantanalnews.com.br

 

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
24/04/2017 - 09h53
Dr. Francisco Cavalcante Mangabeira – Parte V
20/04/2017 - 15h12
Adolescentes em risco de suicídio e o jogo da Baleia Azul
18/04/2017 - 15h00
Dr. Francisco Cavalcante Mangabeira – Parte IV
18/04/2017 - 14h55
Dr. Francisco Cavalcante Mangabeira – Parte III
18/04/2017 - 14h50
Dr. Francisco Cavalcante Mangabeira – Parte II
 
Últimas notícias do site
25/04/2017 - 15h29
Frente fria chega nesta quarta-feira em MS, trazendo mínima de até 9º C
25/04/2017 - 13h43
Sindicatos esperam adesão maciça em ‘greve geral’ que emenda com feriadão
25/04/2017 - 13h23
Escritor Henrique de Medeiros participa do Festival Literário Internacional de Dourados
25/04/2017 - 12h41
Publicação da Conab aponta desafios e oportunidades para a produção de trigo no país
25/04/2017 - 11h16
Divulgada classificação do 2º Desafio Serra da Bodoquena de Mountain Bike
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.