zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Forças Armadas - 09/12/2011 - 09h53

Operação Ágata reduz oferta de drogas na faixa de fronteira






Por Redação Pantanal News/Governo Federal

Apreensões de entorpecentes foram catorze vezes superiores a dos seis meses que antecederam a implantação do Plano Estratégico de Fronteiras

Durante os 15 dias da Operação Ágata 3, que começou na última quarta-feira (7) sua fase de desmobilização, praticamente nenhuma droga chegou às organizações criminosas de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rondônia. A informação foi divulgada pelo Ministério da Defesa. A operação integra o Plano Estratégico de Fronteiras (PEF), lançado em junho. “Além do efeito imediato na redução da criminalidade, o resultado mais importante é o de mostrar a presença do Estado na fronteira”, afirma o ministro da Defesa, Celso Amorim.

Com 17 mil quilômetros para patrulhar, o Brasil tem a segunda maior extensão de fronteira, depois da Rússia. As apreensões de entorpecentes foram catorze vezes superiores a dos seis meses que antecederam a implantação do Plano Estratégico de Fronteiras. 

Nos primeiros seis meses deste ano, foram confiscadas 7,85 toneladas de maconha e cocaína. Nos seis meses seguintes, 111,4 toneladas (95,6 toneladas de maconha e 15,7 toneladas de cocaína).

Atendimento - Parte dos militares atendeu às comunidades carentes. Foram realizados 8.973 procedimentos, 7.060 odontológicos e 9.034 médicos em ações das três forças. 

Patrulhas percorreram 6,9 mil quilômetros de fronteira

A Operação Ágata 3 foi complementada, em Mato Grosso do Sul, pela Operação Cadeado, o que resultou na maior ação conjunta das Forças Armadas. Juntas, as operações atuaram em 6.977 quilômetros de fronteiras com Peru, Bolívia e Paraguai.

Cerca de 6,5 mil militares participaram das ações, cobrindo uma faixa que atingiu cinco estados brasileiros: Amazonas, Acre, Rondônia, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.  Ao longo das operações, foram apreendidos dez veículos leves, 27 motos, cinco ônibus e caminhões (um deles com cerca de 10 toneladas de explosivos), além de oito embarcações. A lista de material capturado inclui R$ 467 mil, 17,8 kg de pasta base de cocaína, mais de 600 kg de maconha e 34 armas.

Mobilização - A Ágata 3 e a Cadeado mobilizaram 70 aeronaves (de caça, asas rotativas, transporte e reconhecimento), dez embarcações e aproximadamente 200 viaturas, incluindo veículos de reconhecimento Cascavel e unidades de transporte de tropa Urutu.

Para defender o espaço aéreo, a Força Aérea Brasileira (FAB) empregou aviões A-1 (AMX), F- 5EM e A-29 Super Tucano nas cidades de Tabatinga (AM), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Vilhena (RO) e Porto Velho (RO), apoiados por aviões de alerta antecipado E-99, equipados com radares capazes de detectar aeronaves que realizam voos rasantes, e R-99, de sensoriamento remoto e reconhecimento.

Em suporte às atividades terrestres e fluviais, foram utilizados aviões de transporte C-130 Hercules, C-105 Amazonas, C-97 Brasília, C-98 Caravan e C-95 Bandeirante.

Também integraram as operações as equipes da Força Nacional de Segurança Pública, da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), das polícias civil e militar do Mato Grosso, Rondônia e Acre, da Receita Federal, da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal, entre outros órgãos.

Pacto entre União e 11 estados destina R$ 37 milhões

Na quinta-feira (8), 11 estados brasileiros aderiram ao Plano Estratégico de Fronteiras, o que vai possibilitar o acesso ao recurso de R$ 37 milhões para investimentos em projetos estruturantes de fronteira.

A assinatura do termo de adesão fortalece a Estratégia Nacional de Segurança Pública nas Fronteiras (Enafron). Para 2011, fase inicial da Enafron, todos os estados já apresentaram seus projetos, que se encontram em fase de análise na Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), órgão que articula a implementação da política junto aos órgãos de segurança pública dos estados. Participam os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Operação integra o Plano Estratégico de Fronteiras / Foto: Ministério da Defesa

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
26/04/2017 - 16h02
Marinheiros realizam curso de manejo rural
19/04/2017 - 13h23
Marinha está com 239 vagas para nível superior
12/04/2017 - 10h43
MS: Exército apreende caminhão com meia tonelada de maconha e armas
11/04/2017 - 08h00
Comando da Flotilha de Mato Grosso realiza exercício de Pick-up com carga viva
10/04/2017 - 15h44
Exército põe 900 homens na Operação Ágata, mas não revela resultados
 
Últimas notícias do site
27/04/2017 - 15h06
Rádio Independente de Aquidauana recebe "Moção de Congratulação" do deputado estadual Paulo Siufi por processo de migração para FM
27/04/2017 - 15h03
Em MS, 27% dos contribuintes ainda não entregaram declaração do IR 2017
27/04/2017 - 07h10
Chuva em municípios de MS passou dos 50 mm e derrubou temperaturas
27/04/2017 - 06h31
Confira as ocorrências dos Bombeiros das últimas horas
27/04/2017 - 06h24
No primeiro frio do ano, quinta-feira amanhece com mínima de 9°C em MS
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.