especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Internacional - 28/11/2011 - 09h53

Calderón rechaça acusações de ONGs no Tribunal Penal Internacional sobre violência no México




Por Redação Pantanal News/Agência Brasil

Renata Giraldi*
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O presidente do México, Felipe Calderón, rechaçou com veemência as acusações apresentadas contra ele por organizações não governamentais (ONGs) do país no Tribunal Penal Internacional (TPI). As ONGs pedem que Calderón responda por crimes de guerra e de lesa-humanidade devido ao aumento da violência no país, envolvendo ações de integrantes de cartéis, grupos paramilitares e das Forças Armadas.
  
Em comunicado à imprensa, publicado na página da Presidência do México, o governo informa que as acusações são falsas e caluniosas. "O governo busca alternativas para agir legalmente", diz o texto. “[As acusações] são claramente infundadas e improcedentes, constituindo verdadeiras calúnias".

No último dia 25, ativistas políticos do México, liderados pelo advogado Netzaí Sandoval, apresentaram ao TPI uma denúncia contra o presidente mexicano e autoridades do governo. Nela, os ativistas acusam todos de  crimes de guerra e contra a humanidade devido ao agravamento dos casos de violência no país.

O procurador-chefe do TPI, Luis Moreno-Ocampo, recebeu do grupo de ativistas um dossiê relatando mais de 470 casos de violações de direitos humanos de mulheres e menores. No México, as autoridades admitem a existência de disputa de forças entre os cartéis de narcotráfico, tráfico de pessoas e armas. As organizações não governamentais mexicanas denunciam assassinatos, torturas, mutilações e ataques contra civis.

O TPI tem competência para julgar os responsáveis por crimes de guerra e contra a humanidade, além de genocídios, se os tribunais nacionais não puderem ou não quiserem processar os criminosos.

Criada em 2002, a Corte Internacional conta com a participação de 108 países. Recentemente, Moreno O-campo foi à Líbia para verificar as condições de julgamento que serão dadas a Saif Al Islam, filho do ex-presidente líbio Muammar Khadafi.

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
08/01/2018 - 07h50
Cachorrinha reencontra donos após ser capturada por águia nos EUA
24/10/2017 - 11h16
Em Assunção, Ruiter expõe desafios e oportunidades para viabilidade de hidrovia
14/09/2017 - 10h45
Raras girafas brancas são observadas em parque no Quênia
11/09/2017 - 14h23
Distantes, moradores de MS vivem angústia com parentes nos EUA
08/09/2017 - 07h10
Aquidauanense que mora no Texas relata desespero com furacão
 
Últimas notícias do site
19/01/2018 - 07h35
Carnaval de Corumbá terá Axé Blond, Revelação e baterias da Mangueira e Gaviões da Fiel
19/01/2018 - 07h10
Carnaval de Corumbá: atrações tem até hoje para realizar cadastro
19/01/2018 - 07h05
Carnaval de Corumbá: blocos oficiais iniciam ensaios e enredos falam de temas atuais
18/01/2018 - 10h35
Carnaval de Corumbá: inscrições para concurso de fantasias seguem até 31 de janeiro
18/01/2018 - 09h13
Após Exército, Marinha também entra na luta contra o Aedes aegypti em Corumbá
 

88

ZAP NOVO
Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.