REFORMA GOV MS
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Forças Armadas - 24/11/2008 - 08h45

Força Nacional comemora hoje quatro anos de atuação






Por Waleria Ferraz, do Notícias MS

       O secretário Nacional de Segurança Pública, Ricardo Balestreri, inicia hoje (24), às 10h, no Ministério da Justiça, as comemorações do aniversário de quatro anos da Força Nacional de Segurança Pública. Na solenidade será aberta uma exposição de fotos produzidas por integrantes da Força Nacional em missões nos estados – que também estarão em exibição na sede do Batalhão Especial de Pronto Emprego (BEPE), em Luziânia (GO) – na região do Entorno de Brasília.

        Histórico

        A Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) foi criada em 2004, peo Ministério da Justiça, para atender às necessidades emergenciais dos estados, quando necessária uma interferência maior do poder público ou se detectada a urgência de reforço em locais tomados pela criminalidade.

        Baseada na Força de Paz da Organização das Nações Unidas (ONU), a FNSP tem um contingente formado por policiais e bombeiros dos estados, que passam por um treinamento denominado “Instrução de Nivelamento de Conhecimento”, em Brasília. O objetivo é padronizar os procedimentos de operação sempre com foco na preservação da vida e no respeito aos direitos dos cidadãos.

        Os policiais da Força Nacional, após treinamento ou atuação, se reintegram às suas respectivas funções nos estados de origem, onde também repassam os conhecimentos adquiridos aos demais membros de suas corporações.

        Desde que foi criada, mais de 8 mil policiais passaram pelo treinamento para integrar a Força Nacional. Foram submetidos a uma rigorosa rotina de exercícios e cursaram 10 disciplinas, entre elas Direitos Humanos, Controle de Distúrbios Civis, Policiamento Ostensivo, Gerenciamento de Crise e Técnicas de Tiro.

        O processo de escolha dos policiais é bastante rigoroso. O Ministério da Justiça envia ofício para todas as polícias militares do país, que escolhem entre os voluntários aqueles que mais se destacam. Os candidatos devem ter entre 25 e 40 anos e possuir no mínimo cinco de experiência profissional.

        Outra exigência é estar disponível para convocação pelo período de 90 dias, em data indeterminada, ter recebido o conceito “muito bom” no teste de aptidão física e não responder a processo administrativo ou criminal em sua corporação ou na justiça comum.

        Onde a força já atuou
        Espírito Santo – Duas vezes para ajudar no restabelecimento da ordem pública (2004 e 2005).

        Mato Grosso do Sul – Para ajudar no restabelecimento da ordem pública nos presídios da capital, Campo Grande, depois de uma onda de rebeliões (2006).

        Rio de Janeiro – 4.500 integrantes da Força participaram da segurança dos jogos Pan-Americanos. Cerca de 500 permaneceram no estado sob o comando da Secretaria de Segurança Pública do Rio de Janeiro até setembro de 2008.

        Entorno do Distrito Federal – Cerca de 150 homens foram mobilizados para atuar na segurança pública dos municípios goianos de Luziânia, Valparaíso de Goiás e Cidade Ocidental. A operação começou em outubro de 2007 e terminou em agosto de 2008.

        Maranhão – Cerca de 150 homens foram mobilizados para ajudar o estado a evitar rebeliões nas penitenciárias quando a policia civil e agentes penitenciários estavam em greve. A atuação durou de outubro de 2007 a abril de 2008. Outro efetivo de foi mobilizado em novembro deste ano e ficará até janeiro de 2009 para ajudar no enfrentamento à violência, na reestruturação do sistema penitenciário e em ações de inteligência.

        Pará, Rondônia e Mato Grosso – 180 homens foram enviados aos estados a fim de trabalhar com a Polícia Federal e polícias militares na operação Arco de Fogo, de combate ao desmatamento.

        Alagoas – apoio ás forças de segurança do estado. De abril a outubro de 2008.

        Roraima – Operação Upatakon 3 da Polícia Federal, responsável pela segurança na Reserva Raposa Serra do Sol.

        Com informações do Ministério da Justiça (MJ)

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
R.CARLOS, em 17/06/2009 - 20h41

Parabens força pelas suas missoes cumprida no Brasil.FORÇA...........

Luis CarlosAmaranes dos Santos, em 29/12/2008 - 16h10

Parabens a todos que os integrantes da FNS por esses quetro anos de existencia e que em dois mil e nove seja dado opórtunidade para aqueles que ainda não foram convocados para missões.

Hamilton "CAMPOS"(RS), em 27/12/2008 - 01h58

PARABÉNS a todos os FNs que fizeram deste sonho uma realidade que deram suor e lágrimas por esse ideal onde somente os fortes e abnegados vencem.Deixo aqui um registro especial em memória do FN marcelo de Santa Catarina que tombou no cumprimento do dever.

Adonay Nunes Santos, em 25/11/2008 - 16h07

Ontem era um sonho, Hoje é realidade. Parabéns para nós FNs audazes, Avante. Força! Brasil.

VANIA MARA , em 24/11/2008 - 20h42

Esta reportagem vale mil. Sabemos que pontuar as ações de policias é estar percebendo que o Estado(União) nunca esteve e jamais estará diante da desordem e da insegurança da sociedade brasileira. Parabéns a todos legisladores, gerentes do MJ e integrantes da FNSP. É sinal quemuito buscam paz neste País.

Jeová Ramos da Gama, em 24/11/2008 - 15h51

Meus parabens´Força Nacional, só que sou intregrante da Força Nacional desde 2004 e nunca fui convocado, porque não se usa uma forma mais justa nestas convocações, onde muitos querem contribuir e são sempre os mesmos....sou de 2004. Porque não participei de nenhuma operação até hoje, olha que meu curriculum não querendo ser o melhor mas deixa muitos para trás...Meus Parabens Força Nacional...Comandates da Força de oportunidades para outros policiais...faça troca de efetivo semestral...

 
Últimas notícias do canal
25/05/2017 - 11h43
Forças Armadas começam a deixar Esplanada dos Ministérios
15/05/2017 - 13h40
Marinha abre inscrições para oficiais e prova poderá ser feita em MS
26/04/2017 - 16h02
Marinheiros realizam curso de manejo rural
19/04/2017 - 13h23
Marinha está com 239 vagas para nível superior
12/04/2017 - 10h43
MS: Exército apreende caminhão com meia tonelada de maconha e armas
 
Últimas notícias do site
25/05/2017 - 11h43
Forças Armadas começam a deixar Esplanada dos Ministérios
25/05/2017 - 11h16
Polícia Militar prende trio em posse de armas em Aquidauana
25/05/2017 - 10h28
Estudante do IFMS de Aquidauana é premiado em feira internacional
25/05/2017 - 08h42
Preço das frutas cai e o das hortaliças sobe
25/05/2017 - 07h14
Aprovado PL do Deputado Dr. Paulo Siufi que Institui o Programa de Terapia Floral em MS
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.