especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Indústria e Comércio - 09/11/2011 - 10h57

Crescimento do setor sucroenergético atrai fornecedores e moderniza formação de mão de obra




Por Redação Pantanal News/Karina Lima-Notícias.MS

Rachid Waqued

Dourados (MS) - Um dos destaques da 5ª edição do Canasul – Congresso da Cana de Mato Grosso do Sul -, que este ano acontece em Dourados, é a ampla perspectiva de preparação de mão de obra que se abre para o setor sucroenergético com a expansão da atividade no Estado. A modernidade tecnológica que as indústrias apresentam também chega à capacitação de trabalhadores. Em visita ao evento na noite desta terça-feira (8), o governador André Puccinelli conheceu a moderna Microdestilaria Didática de Etanol do Senai, que vai servir aos cursos nos níveis de Aprendizagem, formação Técnica e de Qualificação para a indústria da cana-de-açúcar, que já conta com 22 usinas em operação no Estado e perspectiva de ativação de novos empreendimentos.

 

O moderno equipamento foi desenvolvido pelo Centro de Inovação Tecnológica – unidade do Senai de Alagoas - e Mato Grosso do Sul foi o primeiro a adquirir, no início deste ano, seguido pelos Estados do Paraná, Minas Gerais e Goiás. Segundo o químico Maithon Mareco Rocha, instrutor do Senai, a pequena unidade reproduz fielmente uma usina de álcool, em escala dois milhões de vezes menor. Entre os futuros profissionais que vão se beneficiar de formação prática com o uso do equipamento, estão jovens inseridos no Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), no qual o governo de Mato Grosso do Sul é parceiro do Instituto Federal de Educação e Sistema S. Nesse programa, o Senai é o que mais oferecerá vagas no Estado - são 9.400 em 83 cursos gratuitos.

 

“É um equipamento que deve ser muito utilizado, por exemplo, no curso Técnico de Açúcar e Álcool, ou Operador Industrial de Usina”, explicou Mareco. “Vai ser elaborado um amplo Plano de Aulas para maximizar o uso junto ao maior número possível de alunos”, completou o técnico em açúcar e álcool e também instrutor Patriqui Giordani.

 

De acordo com os representantes do Senai que fazem a demonstração no Canasul, a microdestilaria pode produzir 8 litros de álcool/dia, reproduzindo o processo industrial real de uma usina. Com investimento de cerca de R$ 1,1 milhão (custo instalado), o equipamento vai ficar na unidade do Senai em Dourados. Segundo os técnicos, a instalação requer lugar especialmente preparado, e inclui um laboratório anexo e ponto de captação de resíduos.

 

 Mais empresas

 

Assim como a modernização da formação profissional, o crescimento do setor sucroenergético em Mato Grosso do Sul fomenta a atração de outras empresas. Na visita ao Canasul, o governador se reuniu com empresários do interior de São Paulo que não são produtores de açúcar e álcool, ma fornecedores que enxergam na expansão das usinas a oportunidade de também marcar presença no desenvolvimento de Mato Grosso do Sul. “São empresas que se interessaram porque viram o grande mercado que existe aqui”, afirmou o presidente da Associação de Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul (Biosul), Roberto Hollanda Filho.

 

Participando do Congresso Canasul 2011, ao menos cinco empresas paulistas manifestaram diretamente ao governador André Puccinelli a disposição de investir no Estado. “Nossa política de incentivar a atração está mantida, não só para as usinas, mas as indústrias em geral”, afirmou André Puccinelli após a reunião. Avaliando de forma positiva o encontro com consultores e empresários, o governador afirmou que do grupo que participou da reunião, “a probabilidade de instalação é de mais cinco empresas, sendo duas com certeza”. Os negócios que são considerados praticamente garantidos são a Metalúrgica Brumazi e a Megh Ceras e Emulsões – sendo que esta última já entregou nas mãos de André e do prefeito Murilo Zauith cartas de intenção de se instalar em Dourados. 

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
17/03/2017 - 09h40
Indústria sem Fronteiras é criado para aquecer economia em municípios
20/01/2016 - 09h43
Exportação de industrializados fecha 2015 com queda de 21,9% em MS
17/12/2015 - 08h30
Mesmo com crise, indústria de alimentos projeta crescer em MS
19/10/2015 - 07h05
Terminal de Porto Murtinho será reaberto nesta terça com embarque de 6 mil toneladas de açúcar
02/10/2015 - 06h54
MS vence disputa com 3 estados e garante industria de R$1,6 bilhão
 
Últimas notícias do site
12/12/2017 - 08h51
Governo divulga resultado dos recursos do concurso da Polícia Civil
12/12/2017 - 08h42
Calor predomina e meteorologistas alertam para baixa umidade do ar
12/12/2017 - 08h16
Governador participa de reunião do Codesul em Porto Alegre
11/12/2017 - 14h35
Homens ameaçam policias com faca e são presos
11/12/2017 - 07h05
PMA de Aquidauana realiza Educação Ambiental para alunos e professores indígenas
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.