zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Energia - 23/08/2011 - 08h57

Auditoria sobre geração de energia influenciará no preço da eletricidade




Por Redação Pantanal News/Governo Federal

Sociedade pode participar de consulta pública até 2 de setembro

A Agência Nacional de Energia Elétrica iniciou, na última quinta-feira (18), audiência pública (45/2011) para discutir a obrigatoriedade do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) contratar uma auditoria independente. As informações auditadas impactam o planejamento do setor e na contabilidade da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), portanto, no preço da eletricidade. Já existe uma auditoria, mas a Aneel quer melhorar a base de dados atual.

A agência decidiu discutir o tema devido à importância de possuir mecanismos eficazes para fiscalizar o ONS de forma periódica e, assim, evitar ocorrências no mercado de energia elétrica e na operação do Sistema Interligado Nacional (SIN). A consultoria deverá verificar os dados de entrada fornecidos pelas empresas ao Programa Mensal de Operação (PMO) e aos sistemas utilizados pelo Centro Nacional de Operação do Sistema Elétrico (CNOS).

Mais prazo - O operador sugere que a entrega dos relatórios seja no último dia útil do mês seguinte ao mês cujos dados são apurados. A justificativa do ONS é que não é viável a realização simultânea da auditoria no CNOS com a própria atividade de apuração. 

A Aneel fez quatro propostas principais para melhorar o processo de auditoria. A primeira delas é não exigir uma análise prévia dos sistemas utilizados pelo CNOS, antes que qualquer modificação seja feita. Para a Aneel, é desejável que qualquer sistema seja auditado previamente, porém, a proibição do uso de algum novo sistema para apuração dos dados antes da auditoria adia as inovações até que a empresa independente faça um sistema espelho. A agência defende que a auditoria pode ser realizada posteriormente e, caso sejam verificadas inconsistências no sistema do CNOS, estas deverão ser corrigidas. 

Em segundo lugar, a agência defende a verificação dos dados de entrada dos modelos de previsão de vazões e não apenas os de saída. A agência acha importante a comparação desses dois indicadores. A proposta da Aneel é que a empresa também faça auditoria dos dados enviados pelos agentes externos e os dados internos do ONS que são utilizados como entrada no processo de previsão de vazões. 

Também é pedido que a empresa de auditoria verifique a versão do modelo computacional que está sendo utilizado pelo ONS com a última versão autorizada por ato da Aneel. A agência fez uma revisão dos itens mínimos a serem auditados, com o objetivo de torná-la mais sucinta e objetiva. 

Trimestral - A periodicidade das auditorias faz parte da consulta pública. O ONS tem pedido à Aneel para deixar de exigir uma auditoria  mensal, pois, de acordo com o operador, o processo de levantamento dos dados do sistema já seria conduzido com transparência e ativa participação dos agentes. O operador pediu para a agência considerar a possibilidade de fazer uma auditoria trimestral por amostragem. 

A agência, porém, não aceita que uma auditoria trimestral por amostragem teria o mesmo nível de segurança de uma auditoria de todos os dados do modelo de curto prazo (DECOMP) e médio prazo (NEWAVE) utilizados no PMO. A agência aceita a revisão por um período mais longo apenas dos dados que não mudam mensalmente. 

Quanto ao modelo de curto prazo e previsão de vazões da proposta da Aneel é que sejam sempre auditados. 

Saiba mais

Colaborações podem ser enviadas até 2 de setembro

por e-mail: ap045_2011@aneel.gov.br

por fax: (61) 2192-8839

ou para o endereço: SGAN 603 - Módulo I - Térreo / Protocolo Geral da ANEEL, CEP 70.830-030, Brasília (DF)

Acesse o regulamento.

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
09/12/2013 - 09h57
Agência inicia em MS fiscalização de brinquedos e luminárias de Natal
17/10/2013 - 17h30
Horário de verão vai gerar economia de R$ 400 milhões, diz ONS
23/03/2013 - 08h05
No dia mundial da água jovens conhecem eletrodomésticos que preservam mananciais no consumo de energia
21/03/2013 - 15h37
Versão atualizada da cartilha Por Dentro da Conta de Luz
21/03/2013 - 14h05
Energia mensal de duas casas usa 1,5 milhões de litros de água
 
Últimas notícias do site
17/11/2017 - 16h03
Viralizou: cachorrinho 'penetra' na balada é a imagem mais fofa que você vai ver hoje
17/11/2017 - 10h18
Fim de semana tem sertanejo, funk, comédia e teatro
17/11/2017 - 07h53
Confira as ocorrências dos Bombeiros das últimas horas
17/11/2017 - 07h44
Proprietários rurais são autuados por manterem carvoarias ilegais
17/11/2017 - 06h14
Confira as ocorrências dos Bombeiros das últimas horas
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.