especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meio ambiente - 29/07/2011 - 16h05

FestinBonito: Público pode conferir o prestigiado documentário Lixo Extraordinário




Por Redação Pantanal News/Brasiluza Neves - Notícias.MS

  Campo Grande (MS) - Indicado ao Oscar de Melhor Documentário de 2011, o filme “Lixo Extraordinário” está na programação de cinema da 12ª edição de Festival de Inverno de Bonito. A exibição do filme acontece nesta sexta-feira (29), no auditório Kadweu, do Centro de Convenções da cidade.
 
          O documentário Lixo extraordinário relata a trajetória do lixo dispensado no Jardim Gramacho, maior aterro sanitário da América Latina localizado na periferia de Duque de Caxias (RJ), até ser transformado em arte pelas mãos do artista plástico Vik Muniz e seguir para prestigiadas casas de leilões internacionais.
 
          Alguns catadores com quem Muniz se reuniu vêm de famílias que estão há três gerações no lixo e vivem à margem da sociedade. "Eu esperava ver pessoas destruídas, mas eles eram sobreviventes", diz Vik, que rapidamente começou a trabalhar com os catadores, que ajudaram a fazer seus próprios retratos.
 
          “A maior dificuldade foi encontrar o fio narrativo do filme, conseguir, sem ser piegas ou didático, contar a história de como a Arte pode tocar a vida daqueles que nunca imaginaram chegar perto dela”, afirma codiretor de Lixo Extraordinário, João Jardim.
 
          O filme consagrado pelo público como melhor documentário em festivais como Sundance, Berlim e Paulínia vai encantar o público de Bonito tanto pela história como pela singularidade das personagens, como Tião, um rapaz cheio de dignidade e que ocupa o cargo de presidente da Associação de Catadores do Aterro Metropolitano de Jardim (ACAMJG), e Zumbi, catador que resgata os livros do lixão e acabou montando uma biblioteca com os exemplares.
 
          “O que é especial no filme são os personagens e a maneira como eles são revelados, através do Vik, ao longo da obra. As pessoas que encontramos no Jardim Gramacho eram surpreendentes, inteligentes e generosas e se transformaram na alma do filme”, explica a cineasta Karen Harley, que participou da produção do documentário.
 
          Lixo extraordinário tem direção conjunta de João Jardim, que também produziu os filmes Janela da Alma e Pro Dia Nascer Feliz, além da cineasta Karen Harley e da documentarista inglesa Lucy Walker.
 
          Gramacho 
          Localizado na extremidade norte da Baía de Guanabara, em frente à estátua do Cristo Redentor, o aterro metropolitano de Jardim Gramacho recebe toneladas diárias de lixo produzidas pelo Rio de Janeiro e áreas adjacentes.
 
          Fundado em 1970 como uma instalação de resíduos sanitários, o aterro transformou-se em moradia para uma comunidade de catadores durante as crises econômicas dos anos 70 e 80.
 
          Ao redor do aterro formou-se a favela do Jardim Gramacho, que tem uma economia totalmente dependente do comércio de materiais recicláveis. Os trabalhadores removem diariamente toneladas de materiais recicláveis. Assim eles prolongam a vida do aterro, eliminando materiais que teriam sido enterrados e contribuem para o lixão ter uma das taxas de reciclagem mais elevadas do mundo.
 
          O aterro sanitário do Jardim Gramacho está previsto para fechar em 2012 e grupos como a ACAMJG estão lutando para aumentar o apoio e fornecer capacitação para os catadores.

Aline Lira

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
11/01/2018 - 08h00
PMA captura lagarto dentro de banheiro de escola
03/01/2018 - 07h44
MS quebra recordes de queimadas e fecha 2017 com 7.446 focos
19/12/2017 - 08h01
PMA autua pecuarista por desmatamento ilegal
18/12/2017 - 13h38
PMA autua assentado por construir drenos em área de nascentes
15/12/2017 - 16h02
Veado e tatu são resgatados e devolvidos a natureza
 
Últimas notícias do site
19/01/2018 - 15h00
Agenda Cultural: fim de semana está repleto de opções com samba, rock, pop e funk
19/01/2018 - 13h00
Inmet alerta para chuvas intensas e ventos de até 100 km por hora em MS
19/01/2018 - 08h32
Fazendeiro é autuado em R$ 159 mil por desmatamento ilegal
19/01/2018 - 07h35
Carnaval de Corumbá terá Axé Blond, Revelação e baterias da Mangueira e Gaviões da Fiel
19/01/2018 - 07h10
Carnaval de Corumbá: atrações tem até hoje para realizar cadastro
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.