zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Forças Armadas - 19/07/2011 - 10h21

Submarino brasileiro fortalece indústria naval




Por Redação Pantanal News/Governo Federal

Primeira das quatro embarcações começou a ser feita e terá 36 mil itens produzidos por 30 empresas brasileiras

A construção dos submarinos convencionais da classe Scorpène, de tecnologia francesa, no Brasil, movimentará as linhas de produção de 30 empresas brasileiras do setor de peças navais. Cada uma das quatro embarcações S-BR da Marinha terão mais de 36 mil itens produzidos no Brasil, como quadros elétricos, válvulas de casco, bombas hidráulicas, motores elétricos, sistema de combate e de controle, motor a diesel e baterias de grande porte, além de serviços de usinagem e mecânica. Os mesmos métodos, técnicas e processos dos S-BR servirão de base para o desenvolvimento do primeiro submarino nuclear brasileiro, o SN-BR. A construção do primeiro S-BR começou no último sábado (16). A iniciativa faz parte do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub), da Marinha do Brasil.

O programa dos submarinos vai gerar mais de nove mil empregos diretos e outros 27 mil indiretos, durante a fase de construção. Projeta-se para o período de construção dos submarinos, apenas na área de construção naval militar, a criação de cerca de dois mil empregos diretos e oito mil indiretos permanentes. 

Numa parceria entre franceses e brasileiros foi constituída uma nova empresa, a Itaguaí Construções Navais (ICN), da qual a Marinha do Brasil detém direito de veto sobre as decisões. Além do estaleiro, será feita uma base naval para abrigar as embarcações e uma Unidade de Fabricação de Estruturas Metálicas (Ufem), erguida ao lado da Nuclebrás Equipamentos Pesados (Nuclep), estatal encarregada de produzir as seções cilíndricas que formarão os corpos dos submarinos. O local escolhido para as novas instalações foi a Ilha da Madeira, localizada no município de Itaguaí, no litoral sul fluminense. 

Cronograma – O prazo para o fim das obras civis é 2015. A inauguração da Ufem será em novembro de 2012. A conclusão do estaleiro é esperada para 2014. Já a base naval deverá ficar pronta seis meses depois. A previsão é de que o primeiro dos quatro submarinos convencionais a serem construídos esteja pronto em 2016 e seja entregue à Marinha em meados de 2017, após a realização dos testes de cais e mar. Os demais submarinos convencionais serão entregues a cada ano e meio de defasagem. 

O primeiro submarino com propulsão nuclear ficará pronto em 2023. Como o Brasil desenvolverá o reator nuclear, o país vai passar a integrar o grupo enxuto de nações que detêm esse tipo de tecnologia (Estados Unidos, Rússia, Reino Unido, França e China).

Considerado um dos mais complexos meios navais, o submarino com propulsão nuclear tem vantagens táticas e estratégicas como: autonomia e capacidade de desenvolver velocidades elevadas por longos períodos de navegação, aumentando sua mobilidade e permitindo a patrulha de áreas mais amplas no oceano. O modelo é considerado também extremamente seguro e de difícil detecção.

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
jose luis sf, em 20/05/2012 - 16h41

Gracas a Deus por estas construcoes pelo menos para garantir emprego para os trabalhadores fluminenses , porque por mim nenhum pais tinha que tet arma nenhuma . Ja que o mundo e esse vamos nos capacitar para trabalhar um abraco p/todos.

 
Últimas notícias do canal
25/05/2017 - 11h43
Forças Armadas começam a deixar Esplanada dos Ministérios
15/05/2017 - 13h40
Marinha abre inscrições para oficiais e prova poderá ser feita em MS
26/04/2017 - 16h02
Marinheiros realizam curso de manejo rural
19/04/2017 - 13h23
Marinha está com 239 vagas para nível superior
12/04/2017 - 10h43
MS: Exército apreende caminhão com meia tonelada de maconha e armas
 
Últimas notícias do site
26/05/2017 - 12h16
Projeto prevê salas de amamentação em shoppings, aeroporto e igrejas
26/05/2017 - 11h48
Polícia Militar capturou quatro foragidos da justiça nos últimos dias
26/05/2017 - 10h59
PMA apreende meia tonelada de pescado e aplica R$ 33 mil em multas
26/05/2017 - 10h20
Fim de semana em MS tem eventos gratuitos na capital e no interior
26/05/2017 - 09h25
7º Batalhão da PM fecho o cerco contra assaltos à bancos
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.