zap
GOV EMPREGO 22-06
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Artigos - 13/11/2008 - 14h10

O salto do turismo rural brasileiro




Por Carlos Solera(*)

O Turismo Rural (TR) é uma atividade bem recente no país. Teve inicio no ano de 1986, na região catarinense de Lages, com a entrada das primeiras quatro fazendas neste segmento econômico. No ano de 1994, quando foi fundada a Associação Brasileira de Turismo Rural (Abraturr), já se  identificava cerca de 400 empreendimentos de TR no Brasil. Hoje, 22 anos depois, o número já chega perto das 15 mil propriedades rurais e o setor é o que mais cresce dentro do turismo brasileiro, com uma média de 20% ao ano.

Destas quase 15 mil fazendas, 60% tem até 50 hectares, o que mostra a grande inserção de pequenos proprietários rurais em busca de diversificação e em agregar novos valores a suas atividades tradicionais. O TR gera hoje perto de 500 mil empregos diretos e indiretos no país. Destes, 35% são representados por mão-de-obra familiar e o restante por trabalhadores de origem local/regional. Outro detalhe importante é a presença feminina na condução da maioria dos empreendimentos de TR. A mulher está presente em 92% destas funções.

Hoje a Abraturr está organizada em seccionais em 13 estados brasileiros e temos mais quatro em formação. Até 2010 a projeção é que teremos 20 Associações Estaduais de Turismo Rural. Em um primeiro momento houve um grande impacto na mudança de visão das propriedades rurais brasileiras que passaram a trabalhar com o TR. Este espaço sempre foi considerado como um "feudo" familiar onde imperava a vontade exclusiva do proprietário. De repente, este espaço passou a ser mais "democrático", compartilhado com outros "donos" temporários, os turistas. Esta foi sem  dúvida a primeira grande mudança operada pelo Turismo Rural no cenário campesino nacional.

A seguir, surgiu a necessidade de antigos e novos atores do campo, desenvolver novas práticas que não lhes eram tradicionais, como a  hospedagem e alimentação de pessoas com pagamento de custos, procedimentos  que sempre foram feitos em forma de hospitalidade campeira. Eram novos tempos rurais e a introdução de novas receitas financeiras em propriedades  que já não tinham mais condição de sobrevivência começou a despertar o interesse em muitos produtores rurais de incorporarem esta atividade em suas fazendas.

Assim o campo ganhou uma nova classificação para seus produtos e serviços, como nos mostra a conceituação da atividade: "Turismo Rural é o conjunto de atividades turísticas desenvolvidas no meio rural, comprometido com a  produção agropecuária, agregando valor a produtos e serviços, resgatando e promovendo o patrimônio cultural e natural da comunidade".

Com relação à comercialização, há ainda - em grande parte - um desconhecimento duplo da atividade TR, tanto dentro da fonte comercializadora, como as agencias e operadoras, quanto na fonte produtora, as fazendas de TR. Quem vende não conhece o produto "Turismo Rural" na íntegra e sua grande abrangência e suas especificidades; quem produz (empresário rural) na maioria das vezes não entende a função e trabalho dos atores da comercialização e dificilmente possui uma visão profissional do turismo. Tudo ainda é muito novo, mas gradativamente este sistema de compreensão vem crescendo e temos já boas empresas de comercialização no mercado assim como propriedades rurais com alta demanda turística nacional e internacional.

A 5ª Feira Nacional de Turismo Rural (Feiratur 2008), que acontece de 20 a 22 de novembro em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, tem tudo para ser um fórum de modernização e mola de impulsão para a definitiva profissionalização do setor no Brasil. A qualidade, as inovações e experiência dos expositores, além das informações sobre tecnologia, comercialização e comunicação reservadas para as palestras e painéis deixam a certeza de que o turismo rural brasileiro ganhará mais vida. É aguardar, participar, desfrutar, aplicar e colher os dividendos.

 

(*) Presidente nacional da Associação Brasileira de Turismo Rural (ABRATURR) – carlos_solera@hotmail.com – (41) 3243-0908    

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
22/05/2017 - 09h01
Heraldo Pereira e Bosco Martins: um breve reencontro entre amigos
04/05/2017 - 14h30
Dr. Francisco Cavalcante Mangabeira – Parte VI
02/05/2017 - 11h08
O poeta de Sobral
24/04/2017 - 09h53
Dr. Francisco Cavalcante Mangabeira – Parte V
20/04/2017 - 15h12
Adolescentes em risco de suicídio e o jogo da Baleia Azul
 
Últimas notícias do site
23/06/2017 - 16h02
TVE em Maracaju: governador Reinaldo e prefeito Maurílio Azambuja reativam sinal neste sábado
23/06/2017 - 14h16
Projeto de Moka quer acabar com distorção na disputa por vaga a pessoa com deficiência
23/06/2017 - 14h06
Fim de semana será de clima seco, com noites frias e tardes ensolaradas
23/06/2017 - 12h41
PMA autua pecuarista em degradar nascentes e dois córregos e áreas protegidas de matas ciliares
23/06/2017 - 10h35
Deputado Dr. Paulo Siufi solicita recolhimento de livro infantil que aborda incesto
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.