especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meio ambiente - 11/11/2008 - 15h50

Civitox dá dicas para evitar animais peçonhentos




Por Lucineia Ramos, do Notícias MS

    Em épocas de chuvas mais abundantes, como no verão, aumenta o número de animais peçonhentos: escorpiões, aranhas, cobras, lacraias e alguns tipos de lagartas. Isso acontece porque o acúmulo de água deixa esses animais desalojados. Então eles costumam entrar nas casas em busca de abrigo e comida.

       A coordenadora do Centro Integrado de Vigilância Toxicológica (Civitox), Maria Lúcia Ferreira Igi, alerta que para combater esses animais é preciso tomar alguns cuidados como: manter a grama cortada, evitar entulho de materiais de construção, evitar restos de madeiras no quintal, impedir frestas em paredes e fechar ralo de banheiros e cozinhas. Outra recomendação é evitar sapato no chão  e sacudir roupas que ficam fora do guarda-roupa e toalhas estendidas em banheiros porque são usados como esconderijos desses animais.

      Em caso de picada a recomendação do Civitox é manter a pessoa deitada, não fazer garrotes e nem colocar borra de café. O ideal é lavar com água e sabão e procurar atendimento médico para aplicação de um soro específico, feito em nível hospitalar.

      As picadas de animais peçonhentos podem trazer sérias conseqüências à saúde. O veneno de cobra pode causar insuficiência renal crônica, hemorragias locais e necrose do tecido atingido. Já o escorpião libera um tipo de veneno que pode causar parada cardíaca e edema pulmonar. No caso da aranha pode acontecer lesão renal e sintomas neurológicos. Existe também um tipo de lagarta conhecida como lonômia, que pode causar até hemorragias cerebrais. Em últimos casos o veneno de animais peçonhentos pode levar a morte. 

     O Civitox funciona no Hospital Regional (HR). Além de dar orientações sobre os procedimentos corretos em casos de picada de animais peçonhentos à população, também faz levantamento estatísticos do número de vítimas. O telefone do Civitox é 3386 8655.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
18/12/2017 - 13h38
PMA autua assentado por construir drenos em área de nascentes
15/12/2017 - 16h02
Veado e tatu são resgatados e devolvidos a natureza
15/12/2017 - 12h01
PMA autua proprietário rural por armazenamento ilegal de embalagens de agrotóxicos
11/12/2017 - 07h05
PMA de Aquidauana realiza Educação Ambiental para alunos e professores indígenas
01/12/2017 - 07h52
Após ser atropelado, tamanduá-bandeira é resgatado de rodovia
 
Últimas notícias do site
18/12/2017 - 16h10
Pecuarista é autuado em R$ 12,5 mil por exploração ilegal de madeira
18/12/2017 - 13h38
PMA autua assentado por construir drenos em área de nascentes
18/12/2017 - 13h33
Surpreenda na sua ceia natalina com esta deliciosa receita de vatapá de frango
18/12/2017 - 12h41
Projeto Florestinha conclui trabalho de Educação Ambiental para alunos em 102 escolas de 16 municípios
18/12/2017 - 10h35
Hortaliças ficam mais baratas no atacado
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.