zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Religião - 11/11/2008 - 08h15

GO: padre casado é demitido; 400 uniões são anuladas




Por Márcio Leijoto/Terra

Um padre de 62 anos, casado e com cinco filhas, foi demitido semana passada pela Arquidiocese de Goiânia, em Goiás. A decisão, tomada pelo Tribunal Eclesiástico da Arquidiocese, foi comunicada ontem durante as missas de todas as capelas, paróquias e comunidades da capital goiana. Todos os casamentos celebrados pelo padre Osiel Luiz dos Santos - em torno de 400 - desde que ele se casou foram considerados nulos

Os batismos continuam valendo. O comunicado será repetido nos próximos dois domingos. Osiel se casou em 27 de setembro de 1988, mas continuou celebrando missas, batismos e casamentos.

No site da Arquidiocese, há um texto em que o arcebispo d. Washington Cruz trata o fato como "arbitrário, ilegítimo e ilícito comportamento de persistente escândalo e de gravíssima ofensa a Deus". Osiel foi suspenso ainda em 1988. A demissão foi decidida em maio deste ano, mas só foi divulgada publicamente na última sexta-feira.

Osiel entrou no seminário com pouco mais de 20 anos de ídade. Duas décadas depois, já padre, conheceu Cledma Maria de Castro, por quem se apaixonou e casou. Ela tinha 19 anos à época.

No mesmo ano em que se casou, ele foi aconselhado pelo então arcebispo dom Antônio Ribeiro de Oliveira a se afastar da ordenação. A proposta foi recusada. Osiel diz que ficou apenas o ano de 1989 sem celebrar.

Em nota à imprensa, o Vicariato da Comunicação da Arquidiocese informou que todo fiel que procurar o padre demitido para celebrar "torna-se cúmplice de seu ato irregular diante da Igreja".

Atualmente, além de fazer celebrações (sempre fora das paróquias e capelas), Osiel administra uma escola em um bairro na periferia de Goiânia. Ele anunciou que, mesmo com a demissão, continua a fazer suas celebrações. A Arquidiocese não informou qual o procedimento a ser adotado por quem teve o casamento considerado nulo pela Igreja.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
claudecy candido barbosa, em 06/02/2009 - 23h09

o nosso criador nos fez homem e mulheres,como um padre quer aconselhar familias se não tem esperiencia no casamento, esta igreja católica esta longe de conhecer a misericordia de deus

 
Últimas notícias do canal
20/11/2017 - 08h50
Terreiros saem pelas ruas com oferendas para lembrar Oxum e pedir respeito
06/11/2017 - 13h33
Santa Missa mensal celebra os dons e as vocações dadas por Deus
24/10/2017 - 06h51
Ladário celebra festa de padroeira Nossa Senhora dos Remédios
16/10/2017 - 09h05
Campanha da Fraternidade 2018 é discutida em MS
12/10/2017 - 18h00
Fiéis lotam ruas com carreata pela Padroeira do Brasil
 
Últimas notícias do site
21/11/2017 - 06h32
Dia amanhece com céu aberto, mas previsão alerta para chuva forte em MS
21/11/2017 - 05h50
Confira as ocorrências dos Bombeiros das últimas horas
20/11/2017 - 15h50
Conab divulga preços de frutas e hortaliças no mês de outubro nos Ceasas
20/11/2017 - 12h50
Laudo descarta que macaco achado morto na Capital teve febre amarela
20/11/2017 - 11h53
Ocupantes de submarino argentino estão vivos, acredita Marinha
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.