zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Energia - 08/04/2011 - 07h37

Representação vai questionar contrato de concessão da Enersul




Wagner Guimarães

Por Redação Pantanal News/Miriam Ibanhes - ALMS

O Deputado Paulo Duarte (PT), em discurso na tribuna, durante a sessão legislativa de ontem (7), informou que, após reunião no início da manhã, a Bancada do PT na ALMS irá entrar com uma representação no Ministério Público Federal (MPF) questionando algumas cláusulas do contrato de concessão da Enersul. A decisão foi tomada tendo em vista o reajuste médio de 17, 46% na tarifa de energia elétrica, que começará a ser aplicado em todo o Estado a partir de hoje (8).

De acordo com Paulo Duarte, o consumidor sul-mato-grossense é refém de uma ditadura instalada pelas concessionárias de serviços públicos e homologada pelas agências reguladoras. “As concessionárias não correm nenhum risco. O contrato de concessão oferece a elas uma garantia que nenhuma empresa hoje no Brasil possui: a certeza de lucro no final da concessão”, dispara o Deputado.

Ainda sobre os contratos de concessão, o parlamentar questiona uma das cláusulas que devem entrar na representação ao MPF, onde a concessionária tem todas as garantias contra ligações clandestinas. “O consumidor de Mato Grosso do Sul paga por eventuais ligações clandestinas. Ora, a empresa tem que descobrir essas ligações e resolver o problema e não repassar isso para o usuário”, conclui.

Em relação ao aumento, Paulo Duarte questionou o fato do trabalhador receber um reajuste salarial médio de 5% a 6%, enquanto as fornecedoras ficam livres para praticar aumentos até cinco vezes maiores do que a inflação registrada no período. “Toda a população de Mato Grosso do Sul ficou indignada com esse aumento de mais de 17%, enquanto que a inflação não passa de 5,9%. Fazer essa representação no Ministério Público é o caminho que nos resta, senão nós ficamos sempre nos lamentando e esperando o próximo aumento. Os reajustes devem ser analisados na sua origem, e a origem é o contrato de concessão”, finaliza.

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
09/12/2013 - 09h57
Agência inicia em MS fiscalização de brinquedos e luminárias de Natal
17/10/2013 - 17h30
Horário de verão vai gerar economia de R$ 400 milhões, diz ONS
23/03/2013 - 08h05
No dia mundial da água jovens conhecem eletrodomésticos que preservam mananciais no consumo de energia
21/03/2013 - 15h37
Versão atualizada da cartilha Por Dentro da Conta de Luz
21/03/2013 - 14h05
Energia mensal de duas casas usa 1,5 milhões de litros de água
 
Últimas notícias do site
22/11/2017 - 11h35
PMA autua fazendeiro por erosão e assoreamento de córrego
22/11/2017 - 09h39
Projetos do IFMS conquistam principais prêmios de feira científica estadual
22/11/2017 - 09h23
Projeto Florestinha completa 25 anos formando cidadãos responsáveis
22/11/2017 - 07h26
Acumulada, Mega-Sena pode pagar R$ 50 milhões nesta quarta-feira
22/11/2017 - 06h13
Confira as ocorrências dos Bombeiros das últimas horas
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.