CARNAVAL CORUMBÁ 2018
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Internacional - 02/04/2011 - 10h05

Itamaraty apresentará culinária brasileira aos chineses




Por Redação Pantanal News/Governo Federal

Almoço para cerca de 800 pessoas está entre as medidas para ampliar pauta de exportações com o país asiático

A Comitiva brasileira que estará na China, entre 11 e 15 de abril, pretende ampliar a pauta de exportações oferecendo pratos com ingredientes típicos brasileiros para atrair o interesse estrangeiro. Também serão oferecidos pratos da culinária chinesa elaborados com matéria-prima nacional. Entre eles está o frango com molho de cachaça e mel, criado pelo chefe de cozinha Rodrigo Sanchez, que vai acompanhar a missão. A informação foi fornecida na quarta-feira (30), durante o workshop Relações Econômicas Brasil-China no Palácio do Itamaraty, em Brasília. 

O almoço para cerca de 800 pessoas, que vai ocorrer em 12 de abril, no complexo hoteleiro China World Summit Wing, em Pequim, vai contar também com a apresentação de músicos do Clube do Choro e serão distribuídos gibis da Turma da Mônica em chinês. “A gente tem que exportar cultura. É produto, é direito autoral, é imagem do Brasil”, salientou Embaixador Norton Rapesta, diretor do Departamento de Promoção Comercial do Ministério das Relações Exteriores (MRE).

“Nesse almoço vamos inovar, levando produtos para mostrar a qualidade do setor alimentício brasileiro. Isso é uma inovação: levar um chefe de cozinha para mostrar o alimento na maneira do consumo final”, disse Rapesta. Além disso, pães de queijo e cafezinho brasileiro serão servidos nos coffee-breaks. 

Para acompanhar o banquete, sucos de frutas tropicais exóticas e vinhos nacionais. O coordenador da Unidade de Imagem e Acesso a Mercados, Ricardo Santana, da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex), explicou que, em 2005, a China importava US$ 89 milhões em vinhos. Em 2010, esse valor saltou para US$ 883 milhões, vindo de países como França, Itália e Espanha. “Isso mostra que temos que levar junto representantes do setor e servir vinho no almoço organizado pelo Itamaraty. Temos a tarefa de sair desse percentual de 0,02% de participação no mercado de vinhos chinês”.

A sobremesa será goiabada cascão. O chefe Rodrigo Sanchez explicou que o doce tem grande potencial para agradar os chineses, “porque eles adoram doces conservados em açúcar caramelizada, como as sobremesas conhecidas como confits”, conclui. 

Cardápio sino-brasileiro - Sanchez explicou ainda que o cardápio do almoço ainda não está 100% definido. Isso porque parte do menu vai ser realizada em colaboração com chefes chineses. A idéia é oferecer pratos da culinária chinesa elaborada com ingredientes brasileiros, “que, afinal, é dessa maneira que eles irão consumir”.

Cortes de carnes de frango e bovina, como picanha, contrafilé, filé mignon serão assadas e grelhadas inteiras e cortadas na frente do convidado, “para que os chineses possam conhecer o produto em peças”, explicou.

O chefe adiantou outro item do cardápio que será oferecido no almoço: moqueca de carne seca com óleo de dendê. “A carne seca é um produto clássico de exportação, mas a estratégia é introduzir o óleo de dendê, porque a cozinha chinesa utiliza frituras de alta temperatura e esse óleo é muito bom para isso”, afirmou.      

Os produtos alimentícios do almoço serão fornecidos por empresas brasileiras, muitos deles importados especialmente para a ocasião e inéditos na China. A iniciativa tem por objetivo a promoção das marcas brasileiras de alimentos e de bebidas no mercado chinês, sobretudo de alimentos processados e de maior valor agregado.

Saiba mais - Desde terça-feira (29), o Em Questão começou uma série de reportagens sobre as relações econômicas, comercias e políticas entre Brasil e China. O objetivo é apresentar os aspectos mais relevantes dessa parceria, que cresceu 1.246% em apenas oito anos.

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
 
Últimas notícias do canal
08/01/2018 - 07h50
Cachorrinha reencontra donos após ser capturada por águia nos EUA
24/10/2017 - 11h16
Em Assunção, Ruiter expõe desafios e oportunidades para viabilidade de hidrovia
14/09/2017 - 10h45
Raras girafas brancas são observadas em parque no Quênia
11/09/2017 - 14h23
Distantes, moradores de MS vivem angústia com parentes nos EUA
08/09/2017 - 07h10
Aquidauanense que mora no Texas relata desespero com furacão
 
Últimas notícias do site
16/01/2018 - 15h43
Secretaria disponibiliza 80 mil doses de vacina contra febre amarela em MS
16/01/2018 - 14h30
Obra de qualidade é uma das marcas do Governo, diz Rose depois de visitar Corumbá
16/01/2018 - 10h30
Ipê-roxo é primeira árvore do Cerrado a ter genoma sequenciado
16/01/2018 - 08h40
Rebanho de MS cresceu para 21.8 milhões de cabeças de gado em 2017, diz Iagro
16/01/2018 - 08h34
Prefeitura de Corumbá implanta ponto eletrônico
 

zap

88

ZAP NOVO
Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.