especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Turismo - 21/03/2011 - 11h05

Fundação de Turismo conclui agenda de reuniões nas Regiões Turísticas nesta semana




Por Redação Pantanal News/Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul

Finalizando o cronograma de encontros no interior e Capital, para divulgação da Feira Internacional e o 3º Salão de Turismo, a Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul realiza nesta semana três reuniões. A primeira em Três lagoas (Costa Leste), depois Cassilândia e conclui a agenda em São Gabriel (Rota Norte). O objetivo central é informar sobre a organização do Salão, além de incentivar e orientar sobre a participação dos municípios no evento.

A diretora-presidente da Fundação de Turismo, Nilde Brun, vai apresentar as estratégias dos eventos, que acontecem em junho. A diretora-presidente defende a importância dos trabalhos nas Regiões Turísticas, aliando o poder público e privado, através de investimentos no setor, como: infraestrutura, capacitação de profissionais, entre outras necessidades, na qual, resultará em desenvolvimento turístico, de serviços, com geração de emprego e renda. “O Salão de Turismo vai proporcionar que os municípios participem e divulguem suas potencialidades de forma igualitária. Queremos no Salão atrair investimentos, aumentar o fluxo turístico da região, reunir empresários do setor, estreitar a relação entre ofertantes e compradores e mostrar ao público sul-mato-grossense todo o potencial turístico do Estado”, ressalta Nilde.

A programação desta edição traz muitas atrações para os visitantes, uma vitrine de produtos regionais estará exposta no evento: peças de artesanato das regiões; produtos da agricultura familiar e turismo rural; apresentações culturais regionais de música e danças; além da realização de oficinas e palestras sobre temas relacionados ao turismo.

Outro ponto forte será a praça de alimentação, onde serão comercializados por restaurantes da região pratos a preços populares. O Festival Gastronômico vai demonstrar que a gastronomia de Mato Grosso do Sul é um diferencial competitivo para o turismo. Pratos típicos salgados e doces das dez regiões serão apresentados e escolhidos por um júri de profissionais do Estado obedecendo ao regulamento do concurso.

Os visitantes poderão conhecer os roteiros turísticos dos principais destinos de Mato Grosso do Sul e adquirir pacotes, produtos e serviços turísticos para visitá-los nas próximas viagens.

Regiões: As 10 regiões turísticas do Estado - Caminho dos Ipês; Bonito - Serra da Bodoquena; Caminhos da Fronteira; Cone Sul; Grande Dourados; Vale das Águas; Costa Leste; Rota Norte; Pantanal; e Vale do Aporé – estarão representadas em amplos estandes, decorados especialmente com imagens, sons e cores, onde será distribuído material de divulgação de cada região. Os estandes terão atrações especiais para o público, com uma cenografia muito bem elaborada, que irá surpreender os visitantes.

Costa Leste: A Costa Leste de Mato Grosso do Sul é composta pelos municípios de Anaurilândia, Aparecida do Taboado, Bataguassu, Brasilândia, Santa Rita do Pardo, Selvíria e Três Lagoas. Todos os municípios possuem território banhado pela Bacia do Rio Paraná, sendo todos os municípios lindeiros aos lagos formados pelo Complexo Hidrelétrico de Urubupungá, o maior complexo hidrelétrico do mundo.

Tanto o Rio Paraná quanto seus afluentes, Rio Sucuriú, Rio Verde e Rio Pardo possuem uma exótica combinação de praias de areias brancas naturais com mata ciliar nativa, o que difere a margem sul-mato-grossense do Rio Paraná da margem do Estado de São Paulo, bastante impactada pelo processo de ocupação da agricultura e pecuária.

A região é de grandes lagos formados pelas Usinas Hidrelétricas de Iha Solteira, Engenheiro Souza Dias (Jupiá) e Sérgio Mota (Porto Primavera), com vários locais de ocupação turística, contendo milhares de ranchos, residências de veraneio, pousadas, atrativos bares e restaurantes em dezenas de loteamentos localizados nas margens dos rios. O processo de ocupação à margem dos rios tende a ser fortalecido com a regulamentação dos Planos Diretores Municipais.

O processo de desenvolvimento industrial é um grande propulsor do desenvolvimento da atividade turística na região. A criação de parques industriais, sobretudo em Três Lagoas, Aparecida do Taboado e Bataguassu proporcionam grande movimento de turismo de negócios e eventos, além de servir de modelo a ser estudado e conhecido por outras regiões do país e do mundo.

Vale do Aporé: A região é constituída pelos seguintes municípios: Água Clara, Cassilândia, Chapadão do Sul, Inocência e Paranaíba. Com suas peculiaridades históricas e culturais apresentam um grande potencial para visitação turística, já que contempla os mais diversos seguimentos do turismo: Ecoturismo, turismo rural, turismo científico, turismo de esportes, turismo tecnológico, turismo de aventura e turismo de contemplação além dos inúmeros eventos em nível regional e estadual que são promovidos nestas cidades.

Cassilândia: Possui uma população com cerca de vinte e três mil habitantes, e se localiza à 430 km da capital do Estado. Os principais eventos que ocorrem anualmente são: Cassifolia, comemoração pública do carnaval, Festa Junina da APAE entre outras realizadas pelas escolas, Festa do Peão de Boiadeiro, considerada a quinta melhor festa do peão do circuito nacional de rodeio, o Boiacross, o Réveillon popular, além dos já consolidados eventos realizados por lojas de serviços, como o Encontro de Motociclismo (Moto Fest), a Festa do Queijo e Vinho, entre outras.

A cidade é riquíssima de atrativos naturais, tanto para contemplação como prática de esportes radicais e ecoturismo. Dentre eles se destacam o Balneário do Salto: que localiza-se às margens do Rio Aporé, ocupa espaço para lazer e visitação turística junto à queda do Rio Aporé, com mais de 5 metros de altura que está edificada à usina desativada e tombada por lei como Patrimônio Histórico Cultural e Paisagístico do Município. É a principal referência turística do município, visitada desde 1940. É local da chegada das competições de bóia-cross, e recentemente a realização da primeira etapa do MotoCross Estadual, onde concentram-se um grande número de pessoas. A Cachoeira de Indaiá do Sul, com 27 metros de altura, volume médio de água, mata ciliar abundante em apenas uma das margens do Córrego. A Cachoeira do Boa Vista, queda de 4 metros de altura, grande volume de água. Praia na margem esquerda. Próximo à sede da fazenda. Flora e Fauna abundantes e diversificadas. Fácil acesso.

A Cachoeira do Ermínio Toledo, com 15 metros de altura, correnteza forte e grande volume de água. Prainha na margem esquerda e uma usina hidrelétrica desativada. Vegetação mais preservada na margem direita. A Cachoeira do João Marinho, com uma queda com 15 metros de altura no Rio Indaiá Grande.

Praia na margem com acesso através de escadaria de concreto. Usina Hidrelédrica em funcionamento, e mata ciliar abundande. A Cachoeira do Orlando Bonini, com 10 metros de altura, grande volume de água e fácil acesso e a Cachoeira do Senhor Anderson, com cerca de 15 metros de altura, pouco volume de água. Local repleto de rochas e vegetação ainda abundante. Do local avista-se a cidade de Cassilândia. Presença de macacos na vegetação que rodeia a queda e a trilha.

Rota Norte MS: A Rota Norte com a riqueza do potencial turístico e econômico dos municípios de Alcinópolis, Bandeirantes, Camapuã, Costa Rica, Coxim, Figueirão, Pedro Gomes, Rio Verde de Mato Grosso, São Gabriel do Oeste e Sonora, credencia a região como pólo produtivo de peso em Mato Grosso do Sul.

Compartilha uma mostra das belezas naturais, da história, da cultura e do potencial turístico, estimulando, assim, o desejo de conhecer e vivenciar de perto toda emoção que esta região pode oferecer. Terra de rochas de 400 milhões de anos, lapidadas pelo vento, formam esculturas que encantam pela beleza de suas formas e instigam a imaginação.

Belas cachoeiras intactas e preservadas, riachos, córregos e ribeirões, piscinas naturais, cupins luminosos, sítios arqueológicos, grutas com inscrições rupestres, serras, morros, cânions e clima agradável, compõem o cenário ideal para prática do eco turismo, turismo rural, de aventura e safári ecológico.

A pecuária entre a simplicidade e tecnologia de ponta há a preocupação com o equilíbrio do meio-ambiente com suas Unidades de Conservação, Áreas de Preservação Ambiental e recuperação das matas ciliares.

Na Rota Norte MS destaca-se na culinária regional: a paçoca de carne seca, feita com carne – de – sol e farinha de mandioca socada no pilão, prato este, colocado em segundo lugar na “Feira Internacional 1° Salão de Turismo de Mato Grosso do Sul”, o empamonado, perfumado com pimenta bodinho; churrasco com mandioca, arroz carreteiro, com pequi, com guariroba e variados pratos a base de peixe.

Artesanato Terra Cozida do Pantanal, cerâmicas moldadas no torno ou na mão, expressa as riquezas naturais da fauna e flora do homem pantaneiro. Arpeixe, mulheres pescadoras que descobrem uma nova oferenda dos peixes: o couro. E aprendem a transformar pele de peixe em valiosos acessórios femininos feitos a mão.

As feiras agropecuárias, as festas de peão de boiadeiro, festas religiosas, festas tradicionais e muitos outros eventos do gênero, proporcionam a evolução dos mercados turísticos, entretenimento e de artesanato, consolidando a região, contribuindo e fortalecendo a inserção social, econômica e cultural das comunidades da Rota Norte – MS.



 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

area
Comentários
 
Últimas notícias do canal
23/11/2017 - 15h31
No Ministério do Turismo, prefeito discute liberação de verbas para distrito turístico
22/07/2017 - 14h34
Bonito é eleito o melhor destino de ecoturismo do Brasil pela 14ª vez
17/07/2017 - 15h30
Bonito vence pela 14ª vez prêmio de melhor destino de ecoturismo
20/05/2017 - 11h35
Eventos e negócios impulsionam turismo em Mato Grosso do Sul
12/01/2017 - 11h16
Feriados vão movimentar R$ 21 bilhões no turismo
 
Últimas notícias do site
18/12/2017 - 10h35
Hortaliças ficam mais baratas no atacado
18/12/2017 - 08h37
MS tem 7 concursos com inscrições abertas e salários de até R$ 19 mil
18/12/2017 - 06h44
Tempo instável e risco de temporais em todo o MS nesta segunda-feira
17/12/2017 - 12h10
IPVA 2018: entenda como é calculado o tributo e com base em que valores
16/12/2017 - 10h35
Com 13º em mãos, famílias vão às compras e movimentam comércio
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.