zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meio ambiente - 19/01/2011 - 10h09

Degradação natural causa pobreza e inundações no Vale do Ribeira, denuncia ONG




Por Redação Pantanal News/Agência Brasil

Os extensos bananais às margens do Rio Ribeira são uma evidência do descaso com os recursos hídricos na região, onde estão 23% das áreas remanescentes de Mata Atlântica. “O drama é que tiraram toda a cobertura vegetal: tem banana de ponta a ponta”, lamenta o diretor de Políticas Públicas da Fundação SOS Mata Atlântica, Mario Mantovani.

Toda a região ocupada irregularmente para a agricultura se tornou, de acordo com Mantovani,  suscetível a inundações nas épocas de cheia do rio. Isso mostra os crescentes efeitos da degradação ambiental no Vale do Ribeira, região que teve os 2,1 milhões de hectares de florestas, 150 mil de restingas e 17 mil de manguezais declarados patrimônio natural da humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e Cultura (Unesco).

Segundo ele, a monocultura é responsável por grande parte do processo de assoreamento do rio. “O rio está completamente assoreado porque tem banana dentro dele”, ressalta, ao se referir às várzeas do Ribeira.

O diretor da fundação lembra que é importante diferenciar as comunidades tradicionais, que cultivam banana na parte alta do Ribeira e têm “uma história bonita”, das plantações feitas abaixo da cidade de Registro. A partir desse ponto, Mantovani afirma que mesmo os pequenos produtores são dominados pelos grandes fazendeiros que não respeitam as leis ambientais. “Cara que joga veneno em cima do rio”, acrescenta.

Para Mantovani, esse problemas devem ser trabalhados juntamente com a construção da barragem para fechar o canal artificial que lança água do Ribeira dentro do estuário de Iguape, destruindo os manguezais. Ele ressalta, no entanto, que o assoreamento, e não a represa, é que causa as inundações nas várzeas do rio.

O diretor da ONG explicou que essa dinâmica predatória faz com que a riqueza natural da região do vale não se reflita em ganhos para a população local. Ele destaca que a maior parte dos municípios do Ribeira é dependente da lei estadual que destina uma parte dos recursos do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) a municípios com áreas de mata preservadas.

O maior recebedor desse créditos é Iguape, onde o financiamento corresponde a aproximadamente 12% da receita.  Até setembro de 2010, o município havia recebido cerca de R$ 3,6 milhões por meio do  ICMS ecológico. O cultivo de banana na cidade é responsável pela movimentação de R$ 1,7 milhão ao ano, de acordo com o Censo Agropecuário de 2006.

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
20/07/2017 - 15h38
Um corredor ecológico que guarda sinais pré-históricos de 8 mil anos
19/07/2017 - 14h16
Julho já teve 167% pontos de calor a mais do que no mês passado em MS
19/07/2017 - 12h48
Parque das Nações ganhará bosque em homenagem aos 40 anos de MS
14/07/2017 - 14h08
Estado registra 108 focos de queimadas em apenas três dias, mostra Inpe
12/07/2017 - 11h54
Em dez dias, MS tem 250 focos de calor e é o 4º no ranking brasileiro
 
Últimas notícias do site
21/07/2017 - 16h10
Mato Grosso do Sul perdeu R$ 2,27 bilhões com violência no trânsito em 2016
21/07/2017 - 16h02
Governo realiza mutirão para migração de rádios AM para FM dos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul
21/07/2017 - 15h13
Mutirão AM/FM acontece na próxima semana em MT e MS
21/07/2017 - 09h32
Com plantações afetadas pela geada, abobrinha fica 16% mais cara
21/07/2017 - 08h50
Período de saque das contas inativas do FGTS termina em 10 dias
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.