especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meio ambiente - 03/11/2008 - 10h12

Conama regulamenta lei existente em MS e posposta por Celina Jallad




Por Marilia Campellini

Uma resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), divulgada na última semana, estabelece prazo de dois anos para que os estabelecimentos que vendem pilhas e baterias as recolham. Dados divulgados na imprensa nacional apontam que os brasileiros consomem 1,2 bilhões de pilhas por ano, além de 400 milhões de baterias de celular.

O Conama baixou a norma para que as lojas revendedoras disponibilizem coletores, já que esses materiais contêm metais pesados como chumbo, mercúrio e cádmio. Isso significa que quando pilhas e baterias são jogadas em lixões comuns, esses elementos químicos penetram no solo e contaminam os lençóis d’água, que ajudam a formar córregos e rios.
 
O assunto é polêmico, porém não é novidade em Mato Grosso do Sul. Em fevereiro de 2006, foi promulgada lei proposta pela deputada Celina Jallad sobre o mesmo assunto. A Lei nº 3.185 dispõe sobre a responsabilidade da destinação de pilhas, baterias de celular e lâmpadas usadas em MS.
 
A norma prevê que fabricantes, importadoras, revendedoras e distribuidoras de pilhas, baterias de celulares e lâmpadas em MS serão responsáveis pela destinação ambiental correta nas normas e tecnologias atuais a esses produtos e equipamentos, mediante procedimentos de coleta, reutilização, reciclagem, tratamento ou disposição final, após seu esgotamento energético ou vida útil e à respectiva entrega pelos usuários aos estabelecimentos que as comercializam ou à rede de assistência técnica autorizada.
 
Ao desobedecer à lei o infrator fica sujeito a advertência, por escrito, notificando-se o infrator para sanar a irregularidade, no prazo de 30 dias contados do recebimento da notificação e, não sanada a irregularidade, este será multado em 30 UFERMS.
 
“O meio ambiente tem sido gradativamente prejudicado pelo lançamento, a céu aberto, desses materiais e equipamentos que contêm substâncias químicas em sua composição. Ao disciplinarmos sobre a responsabilidade dessas empresas, além de fazer com que cumpram seu dever de conscientizar a comunidade e clientes, desejamos a destinação adequada, impedindo-se assim que, em longo prazo, tenhamos nossos rios infectados com produtos químicos”, disse Celina.
 


Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 

zap2
Comentários
Gustavo Lino Mendonça, em 05/11/2008 - 08h50

Bom dia, Muito boa esta medida, bons exemplos devem ser seguidos. Agora...e nestes dois anos que os estabelecimentos terão para se adequar....como fica? Esses materias continuarão a ser descartados de forma nociva? Acredito que deveria ter uma medida provisória até que se monte a estrutura necessária. Ex: As prefeituras montariam pontos de coleta.

marco Antonio Orefice, em 03/11/2008 - 16h54

Prezados Senhores, Com relaçlão a notícia divulgada em 03/11 sobre pilhas e baterias, gostaria de saber qual é a resolução e quando foi publicada. Atencisamente Marco Antonio Orefice

 
Últimas notícias do canal
15/02/2018 - 16h10
Grupo busca voluntários para retirar toneladas de lixo do Rio Aquidauana
22/01/2018 - 13h13
PMA multa fazendeiro em R$ 16,8 mil por desmatamentos durante a operação Cervo-do-Pantanal
11/01/2018 - 08h00
PMA captura lagarto dentro de banheiro de escola
03/01/2018 - 07h44
MS quebra recordes de queimadas e fecha 2017 com 7.446 focos
19/12/2017 - 08h01
PMA autua pecuarista por desmatamento ilegal
 
Últimas notícias do site
16/02/2018 - 06h53
AGENDONA: Fim de semana de enterro dos ossos, música, teatro, oficinas e mais
16/02/2018 - 06h13
Inmet prevê sol entre nuvens e chuva para sexta-feira em todo o MS
15/02/2018 - 16h16
A Falta de Educação
15/02/2018 - 16h10
Grupo busca voluntários para retirar toneladas de lixo do Rio Aquidauana
15/02/2018 - 06h10
Inmet aponta que mau tempo continua e MS terá dia com chuvas à tarde
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.