CARNAVAL CORUMBÁ 2018
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Internacional - 24/11/2010 - 11h37

Em quatro meses, 25 militares brasileiros contraíram malária no Haiti




Por Redação Pantanal News/Agência Brasil

Apesar de a epidemia de cólera se alastrar pelo Haiti, é a malária que mais afeta os militares brasileiros que participam da missão de paz das Nações Unidas no país (Minustah). Segundo dados do Departamento Médico do contingente brasileiro, em apenas quatro meses 25 militares adoeceram por causa da doença transmitida por um mosquito.

De acordo com o coronel Carlos Eduardo Parra, médico da missão brasileira, a malária causa mais preocupação do que o cólera, não só porque afeta mais os militares, mas também porque o tipo da doença existente no Haiti, provocada pelo microorganismo Plasmodium falciparum, é a forma mais agressiva. "É claro que nos preocupamos com todas as doenças. Mas, para mim, a malária é prioridade número um", disse Parra.

Ele informou que as tropas brasileiras tentam evitar os casos da doença na base militar da capital haitiana, Porto Príncipe, por meio de medidas como a distribuição de repelentes de mosquitos, o uso de fumacê no acampamento para matar os transmissores da malária e a ingestão semanal, pelos soldados, da mefloquina, substância que pode evitar ou abrandar a doença.

Também há um trabalho de conscientização dos militares para que tomem medidas preventivas, desde o início do treinamento ainda no Brasil. No Campo Charlie, onde fica baseada a tropa brasileira, há cartazes espalhados com orientações como a de que os militares evitem andar sem camisa nos horários em que o mosquito costuma estar ativo (das 5h às 7h e das 17h às 19h).

A malária sempre preocupou os militares brasileiros, desde que a Minustah se instalou no país caribenho em 2004. De acordo com o médico, nenhum dos 25 casos dos últimos quatro meses foi grave, mas na história das tropas brasileiras no Haiti já houve casos complicados, com a necessidade de remoção de pacientes para hospitais mais bem equipados no exterior.

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
08/01/2018 - 07h50
Cachorrinha reencontra donos após ser capturada por águia nos EUA
24/10/2017 - 11h16
Em Assunção, Ruiter expõe desafios e oportunidades para viabilidade de hidrovia
14/09/2017 - 10h45
Raras girafas brancas são observadas em parque no Quênia
11/09/2017 - 14h23
Distantes, moradores de MS vivem angústia com parentes nos EUA
08/09/2017 - 07h10
Aquidauanense que mora no Texas relata desespero com furacão
 
Últimas notícias do site
17/01/2018 - 13h28
Inmet coloca Capital e 31 municípios em alerta devido a risco de tempestade
17/01/2018 - 08h01
Fazendeiro é autuado em R$ 15 mil por armazenamento ilegal de embalagens de agrotóxicos
17/01/2018 - 07h52
Carnaval de Corumbá: continuam abertas inscrições para ambulantes e praça de alimentação
17/01/2018 - 07h49
Reinaldo participa da Showtec e Rose visita cidade atingida por chuva
17/01/2018 - 07h05
Carnaval de Corumbá: atrações tem até sexta-feira para realizar cadastro
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.