zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meio ambiente - 09/09/2010 - 07h09

Mil canários-da-terra apreendidos em Três Lagoas serão soltos hoje pelo Cras




Por Redação Pantanal News/Karina Lima(NotíciasMS)

Edemir Rodrigues
recurso
 

Campo Grande (MS) – O Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras) recebeu na tarde desta quarta-feira (8) os mil canários-da-terra que foram apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR-262, em Três Lagoas.
As aves saíram de Campo Grande e estavam sendo levadas em caixas vazadas, próprias para o transporte de pássaros, porém em uma quantidade bem superior ao apropriado. Quatro animais morreram durante a viagem.
“Os canários chegaram bem desidratados e estressados devido à viagem. Mas no geral aparentam estar em boas condições. No entanto, quando passar este momento de excitação, em que estão com a adrenalina alta, pode acontecer de a imunidade baixar e ocorrer algumas mortes. Agora vamos deixar os animais nas mesmas caixas para evitar mais estresse, acomodados em uma sala para que eles possam se acalmar”, disse o biólogo e coordenador do Cras, Elson Borges.
 
Borges explica que apesar do estresse, as aves chegaram em boas condições
 
Borges precisa contar ave por ave para fazer o registro de cada exemplar. Os animais devem ser soltos hoje. “A soltura será feita em fazendas nos municípios de Aquidauna, Miranda e Jardim. É importante fazer com que eles se dispersem bem, porque senão acabam sendo presas fáceis, para gaviões, principalmente”.
 
Apesar do ponto de partida ter sido em Campo Grande, não se sabe a origem das aves porque elas ocorrem em todo o território nacional. A Polícia Militar Ambiental (PMA) acredita que para a captura destes animais utilizam-se alçapões com iscas.
O Cras foi surpreendido pela grande quantidade de animais, e por isso será preciso anilhar parte deles. “Chamamos de anilhamento por amostragem, em que colocamos os anéis que identificam um animal reintroduzido na natureza, em apenas alguns pássaros de uma mesma caixa. Assim é possível saber onde estão vivendo mesmo não marcando todos estes mil canários desta apreensão”, explica Borges.
 
Os envolvidos foram multados em R$ 500 mil
 
Havia a suspeita de que os canários fossem peruanos – devido ao tamanho e cor bem mais amarelada, um pouco diferentes do Sicalis flaveola – canário-da-terra. “Mas vendo-os agora sabemos que são canários-da-terra, porque o peruano é maior e mais agressivo; eles não podem ser transportados assim, aglomerados”, conta Borges, acrescentando que justamente por conta da agressividade os da espécie peruana são geralmente traficados para as brigas de rinha.
 
Segundo a PMA, cada canário-da-terra vale entre R$ 150 e R$ 250 no mercado negro.
 
 A última grande remessa de aves que o Cras recebeu foi há dois anos. E mesmo assim, num período de quatro meses. Entre setembro e dezembro de 2008 chegaram ao Centro 1204 filhotes de papagaios.
 
Policias descarregam os canários-da-terra no Cras
 
Crime
 
Segundo a PMA, os irmãos Jair Aparecido Jorrente e Altair Jorrente, da cidade de Cotia-SP, estavam fazendo compras em Corumbá e ao passarem por Campo Grande, visitaram a casa de um amigo que propôs o trabalho de levar mil canários da Capital a Barueri, em São Paulo. Eles receberiam R$ 5 mil pelo serviço.
As aves estavam sendo transportadas em uma caminhonete modelo Ford F 250 vermelha, embaixo da capota marítima. Os dois foram flagrados pela PRF no quilômetro 21 da BR-262, em Três Lagoas.
Os irmãos foram autuados administrativamente e multados em R$ 500 mil, equivalente a R$ 500 por canário apreendido, segundo a legislação brasileira. Como este crime ambiental é afiançável, os infratores vão poder responder em liberdade. Se condenados, a pena é de três meses a um ano de detenção.

          A Polícia Civil de Três Lagoas cuidará da investigação para localizar os demais envolvidos no tráfico.

 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
WANDERLEI LIMA, em 20/11/2010 - 22h44

Gostar de passaros nao significa mantelos em condiçoes precarias sem a menor condiçao de vida, Os passaros assim como qualquer animal merce respeito, e carinho, Vamos cuidar melhor dessae belas criaturas que Deus, nos presenteou Abraço a todos!!!!!!!

 
Últimas notícias do canal
28/06/2017 - 08h00
Retirada dos jacarés de cartão postal de MS é suspensa por causa de risco à multidão
27/06/2017 - 09h48
Inverno e tempo seco trazem beleza rosa com floradas de ipês
22/06/2017 - 15h50
Cães para adoção serão vacinados gratuitamente nesta sexta
21/06/2017 - 13h32
Coordenador ambiental alerta sobre incêndios florestais no inverno em MS
21/06/2017 - 11h16
Monumento natural que funciona como balneário ganha plano de manejo em Bonito, MS
 
Últimas notícias do site
28/06/2017 - 12h48
Gás de cozinha começa a faltar em MS e preço deve subir ainda mais
28/06/2017 - 11h25
Produtos típicos de festa junina estão até 18% mais caros neste ano
28/06/2017 - 10h35
IFMS abre vagas para pós-graduação em Aquidauana, Corumbá e Naviraí
28/06/2017 - 09h09
Polícia Militar recupera motocicleta furtada
28/06/2017 - 08h00
Retirada dos jacarés de cartão postal de MS é suspensa por causa de risco à multidão
 

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.