zap
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
O Estado do Pantanal - 27/10/2008 - 08h30

Começa o cadastro de pescadores para seguro-desemprego durante a piracema




Por Nadjanara Morbeck, do Notícias MS

        Durante o período de Piracema, quando os peixes se reproduzem e fica proibido pescar nos rios, os pescadores que sobrevivem da pesca artesanal têm direito a receber o seguro-desemprego, garantido pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

       O auxílio financeiro é pago através da Caixa Econômica Federal e o requerimento em Mato Grosso do Sul será feito por meio do Centro Integrado de Atendimento ao Trabalhador e Fundação do Trabalho (Ciat/Funtrab). O órgão vai intermediar o pedido do benefício - e uma forma de realizar este trabalho é o deslocamento dos técnicos da instituição estadual até as colônias de pesca e associações de pescadores do interior do Estado.

           A partir de hoje (27), doze técnicos da Funtrab se encaminharão até as colônias e associações para dar entrada no requerimento do benefício. Hoje (27), os  municípios a receber a ação são Mundo Novo, Fátima do Sul e Naviraí. No ano passado esta última cidade teve oito pescadores que receberam o auxílio. Em Mundo Novo e Fátima do Sul a equipe da fundação fica até o dia 29. Em 2007, estes municípios registraram 111 e 319 requerentes, respectivamente.

        De 3 à 5 de novembro os pedidos serão atendidos em Paranaíba e Três Lagoas, onde a previsão é de requerer 482 auxílios. Os pescadores de Miranda recebem os técnicos da Funtrab entre os dias 6 e 8 do próximo mês, e o município deve registrar 392 pedidos de auxílio. Em Aquidauana a ação deve atender 427 pescadores no dia 12; dias 13 e 14 será em Bonito – que tem registrados 127 trabalhadores. Corumbá é a cidade que possui o maior número de registros: 1.327.  No município, a equipe da Funtrab vai estar entre os dias 17 e 22. Coxim registra 436 pescadores, a cidade recebe a ação entre 24 e 26 de novembro. Os trabalhos se encerram em Porto Murtinho: de 27 à 29 de novembro, a expectativa é de atender aos 113 trabalhadores daquela cidade.

           Segundo a coordenadora de intermediação de emprego da Funtrab, Elen de Sousa, os pescadores que não forem recebidos durante o período de atendimento em suas regiões podem se encaminhar até um Ciat próximo para fazer o pedido do auxílio. É importante não demorar para não perder o prazo. Elen afirma que as equipes do órgão já se programaram para esta ação específica de intermédio do requerimento do benefício para os pescadores com objetivo de que o auxílio seja pago o quanto antes, dando agilidade ao processo e para que o trabalhador não tenha perda, podendo receber o benefício em até 30 dias após o envio do requerimento. O requerimento poderá ser feito em até 180 dias após o início da piracema.

              Os benefícios serão pagos durante todo o período de piracema: dia 1° começa na bacia do rio Paraná e dia 5 na bacia do rio Paraguai. O valor pago é de cerca de um salário mínimo. Os trabalhadores que forem requerer o auxílio devem levar os seguintes documentos: carteiras de identidade e trabalho, CPF, PIS/Pasep, o comprovante do número de inscrição do trabalhador (NIT), cadastro de empresa individual (CEI), carteira atualizada de registro de pescador profissional, data do primeiro registro profissional de pescador, atestado da colônia ou sua entidade representativa e comprovantes de recolhimento do INSS.

             Para receber o auxílio o requerente deve ter o cartão cidadão, uma vez que ele é pago através da Caixa Econômica Federal e pode também ser sacado em uma casa lotérica. Segundo a coordenadora Elen de Sousa, os beneficiados perdem o direito de receber o auxílio no próximo ano caso trabalhem registrados enquanto recebem o seguro-desemprego.

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
20/04/2017 - 16h02
Ação humana coloca em xeque a conservação de aves do Pantanal
19/04/2017 - 15h06
Pantaneiros querem ser ouvidos na discussão da polêmica Lei do Pantanal
13/04/2017 - 07h52
Governos de MS e MT discutem uniformidade nas leis sobre o Pantanal
12/04/2017 - 16h02
Sindicato Rural, Prefeitura e Famasul levam saúde para trabalhadores rurais da Nhecolândia
22/03/2017 - 12h19
Jiboia é capturada em tanque de combustível de moto no Pantanal
 
Últimas notícias do site
27/04/2017 - 15h06
Rádio Independente de Aquidauana recebe "Moção de Congratulação" do deputado estadual Paulo Siufi por processo de migração para FM
27/04/2017 - 15h03
Em MS, 27% dos contribuintes ainda não entregaram declaração do IR 2017
27/04/2017 - 07h10
Chuva em municípios de MS passou dos 50 mm e derrubou temperaturas
27/04/2017 - 06h31
Confira as ocorrências dos Bombeiros das últimas horas
27/04/2017 - 06h24
No primeiro frio do ano, quinta-feira amanhece com mínima de 9°C em MS
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.