zap
MAIS OBRAS MS 3 MESES
   

especiais

seções

colunistas

blogs

enquete

Na sua opinião, o Pantanal já sente os efeitos do desmatamento?
Sim
Não
Não sei
Ver resultados

tempo

newsletter

receba nosso newsletters
   
Rádio Independente

expediente

Pantanal News ®
A notícia com velocidade, transparência e honestidade.

Diretora-Geral
Tereza Cristina Vaz
direcao@pantanalnews.com.br

Editor
Armando de Amorim Anache
armando@pantanalnews.com.br
jornalismo@pantanalnews.com.br

Webmaster
Jameson K. D. d'Amorim
webmaster@pantanalnews.com.br

Redação, administração e publicidade:
Aquidauana:
Rua 15 de Agosto, 98 B
Bairro Alto - CEP 79200-000,
Aquidauana, MS
Telefone/Fax (67) 3241-3788
redacao@pantanalnews.com.br

Escritório:
Corumbá:
Rua De Lamare, 1276 - Centro
CEP 79330-040, Corumbá, MS
Telefone: (67) 9235-0615
comercial@pantanalnews.com.br
pantanalnews4@terra.com.br

 
Meio ambiente - 06/08/2010 - 15h29

Imasul divulga fomento florestal para diminuir pressão sobre matas nativas




Por Redação Pantanal News/Guilherme Baroli (NotíciasMS)

Campo Grande (MS) – Publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (6) a portaria Imasul n° 173, de 05 de agosto de 2010, que estabelece as condições e formalidades específicas para apresentação de projetos de reflorestamento com vista ao seu enquadramento como pertencente ao grupo de “Projetos Oficiais da Semac” de que trata o art. 2º, inciso V da Resolução Semac nº 07, de 22 de abril de 2010.
A portaria considera as possibilidades do fomento florestal como ferramenta indutora à produção de carvão vegetal para o abastecimento industrial. O documento afirma que o vínculo dos plantios florestais em áreas já convertidas para uso alternativo do solo que se encontram subutilizadas ou degradadas favorece a conservação do solo e dos recursos hídricos, podendo ainda contribuir para a regularização de áreas de reserva legal.
As parcerias entre produtores, prestadores de serviços, consumidores finais e o Estado visam o fortalecimento da cadeia florestal, e deve favorecer alternativas econômicas de produção, com objetivo de melhorar a rentabilidade e o aproveitamento da propriedade rural, gerando empregos formais no campo e o aumento na arrecadação de impostos.
Devido à constatação do aumento da oferta de carvão vegetal oriundo de florestas plantadas via fomento florestal, a portaria visa diminuir consideravelmente a pressão sobre as matas nativas e assim contribuir com a sustentabilidade ambiental.
A publicação estabelece, portanto, os requisitos para a elaboração, bem como os procedimentos para apresentação e aprovação de projetos de reflorestamento vinculados aos sujeitos passivos do pagamento da taxa de transporte e movimentação de produtos e subprodutos florestais (TMF), em atendimento ao fomento para produção de carvão vegetal a serem enquadrados como “Projetos Oficiais” conforme disposto na resolução Semac nº 07/2010.
Trata também do enquadramento como “Projeto Oficial da Semac” o programa voltado à implantação de floresta plantada para a produção de carvão vegetal, a ser realizado por terceiro, produtor, desde que apoiado financeiramente por sujeito passivo da TMF nos termos desta portaria, observadas as demais condicionantes da legislação pertinente.
O apoio financeiro de que trata o caput – ou seja, a parte principal desta portaria – deve ser de no mínimo 30% do custo total previsto para implantação do projeto, sem impedir, no entanto, a possibilidade de o produtor utilizar-se também de outras fontes de crédito para o fomento da produção.
O projeto deverá contemplar mecanismos que promovam a migração de produtores e de mão-de-obra atuante no carvoejamento de origem em mata nativa para a produção sustentada em reflorestamento, de forma a contribuir com a redução da pressão do desmatamento e a geração de empregos formais.
A floresta plantada com investimento parcial ou total, de recursos previstos no artigo 12, § 2º, inciso I da Lei Estadual nº 3.480/07, resultará em crédito proveniente de compensação de 10% sobre o valor total devido da TMF, sendo defeso sua utilização para pleitear outros créditos de compensação previstos na Lei Estadual nº 3.480/07.
A floresta plantada com o reconhecimento de “Projeto Oficial da Semac” aprovado pelo Imasul deve ser parcial ou totalmente vinculada ao Plano de Suprimento Sustentável (PSS) do sujeito passivo da TMF, parceiro do projeto, sendo vedada a solicitação de crédito de reposição florestal.
O projeto de reflorestamento deverá ser apresentado ao Imasul pelo produtor, com a indicação e anuência do sujeito passivo da TMF, financiador de parte ou da totalidade do projeto de plantio, obedecendo ao termo de referência indicado no anexo I desta portaria, acompanhado de documentação que pode ser conferida no Diário Oficial n. 7763, páginas 12 e 13


 

Siga as notícias do Portal Pantanal News no Twitter:
www.twitter.com/PantanalNews

Compartilhe


Deixe o seu comentário

Todos os campos obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.

Nome:

E-mail:

Seu comentário:
Sistema antispam

Digite aqui o código acima para confirmar:


 


Comentários
 
Últimas notícias do canal
10/08/2017 - 11h16
MS registra o maior número de queimadas dos últimos 7 anos
09/08/2017 - 07h53
Em apenas uma semana, agosto já é o 2° mês com mais focos de calor
04/08/2017 - 11h04
Bodoquena, um paraíso de águas, serras e grutas
02/08/2017 - 08h44
Quantidade de focos de calor em julho foi a maior dos últimos 18 anos em MS
02/08/2017 - 08h00
Saúvas "dominam" áreas urbanas e podem matar espécies como ipês
 
Últimas notícias do site
19/08/2017 - 17h12
Vídeo: Ministro oficializa migração de 23 rádios da frequência AM para FM
19/08/2017 - 17h00
Vídeo: Ministro assina documento que autoriza migração de rádios AM para FM em MS
19/08/2017 - 09h45
PMA autua empresa de Mato Grosso e apreende carreta com carga ilegal de madeira
19/08/2017 - 09h01
AGENDONA: Fim de semana tem tradicional 'Bon Odori', espetáculo 'Improváveis' e mais
19/08/2017 - 08h00
Em Campo Grande, ministro autoriza migração de 36 emissoras AM para FM
 

zap

88

Untitled Document
 ® 2009  

CPN - Central Pantaneira de Notícias
PantanalNEWS - Marca registrada 1998-2009
Todos os direitos reservados.